R.B. 16/ABR/09 ''Dica preciosa''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Dica preciosa"

São Paulo, 16 de abril de 2009 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode subir, retomando sua trajetória de alta após 2 dias consecutivos de realização de lucros, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e também influenciada pelo crescente retorno dos investidores estrangeiros.
- O DÓLAR deve cair, retomando sua ''trajetória natural'' após 4 pregões consecutivos de alta, também influenciado pela melhora do ''humor'' e pelo crescente fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações e ''investimentos''.

ONTEM
- BOVESPA -0,3%, abriu ''de lado'' e, após um pregão marcado pela volatilidade (máxima de 0,2% e mínima de -1,3%) e bom volume de negócios (R$ 7,6bi), fechou em queda pelo segundo dia consecutivo, dando continuidade à realização de lucros recentes apesar da alta das bolsas de NY.
- DÓLAR 0,1% à R$ 2,19, também abriu ''de lado'' e, também após um pregão marcado pela volatilidade (máxima de R$ 2,22 e mínima de R$ 2,19), porem com baixo volume de negócios, fechou próximo da estabilidade apesar da elevação do risco-Brasil (1,3%).
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO -1,1%, a terceira queda consecutiva, com destaques negativos para papéis das empresas do setor de tecnologia, como Sony (-4,3%) e Canon (-2,6%), diante da valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA 1,2%, a 5ª alta consecutiva, diante das expectativas positivas para o anúncio do PIB do primeiro trimestre e CORÉIA -0,7%, seguindo o fechamento negativo das bolsas de Wall Street na véspera.
- Na EUROPA, realizando lucros e acompanhando a abertura negativa das bolsas de NY, INGLATERRA -0,5%, FRANÇA -0,5% e ALEMANHA -0,2%, com destaques de queda para papéis do setor financeiro, como UBS (-6,9%), BNP Paribas (-1,5%) e Deutsche Bank (-4,3%), que foram influenciados negativamente pela divulgação do prejuízo de US$ -1,8bi do UBS no primeiro trimestre de 2009.
- Nos EUA, revertendo uma abertura negativa, S&P 1,2%, DJ 1,4% e NASDAQ 0,1%, influenciadas pelo tom otimista do Livro Bege que destacou que, embora ainda fraca, a economia norte-americana já mostra ligeiros sinais de diminuição no ritmo de queda.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

''Aproveitando-se'' da credibilidade que já possui no cenário externo e diante da necessidade de buscar novas fontes de recursos para investimentos e ao mesmo tempo de reduzir impostos para incentivar a recuperação da economia, o governo Lula decidiu reduzir sua meta de superávit fiscal primário de 3,3% para 2,5% do PIB em 2009.

Dando mais uma ''dica preciosa'' aos investidores e especuladores, Meirelles, presidente do BC, ''avisou'' que o Brasil será um dos principais destinos de investimento de empresas pelo mundo ao fim da crise, ressaltando que isto permitirá ao país manter o crescimento sustentável que vinha sendo observado antes do agravamento da crise mundial.

Também ''apostando que o pior já passou'' e que a economia brasileira tem condições "excepcionais" de recuperar o ritmo de crescimento e ultrapassar a crise antes de outras nações, Luciano Coutinho, presidente do BNDES, informou que em MAR/09 o número de empresas que consultaram o banco em busca de empréstimo voltou a crescer, ressaltando que os desembolsos para projetos de infraestrutura continuam com grande demanda, com destaque pata investimentos na cadeia de petróleo e gás.

Após ter conhecimento de que 92% dos depósitos da poupança não ultrapassam a faixa de R$ 5 mil, o governo, como sabe que em um futuro próximo a rentabilidade desta aplicação tende a ficar muito maior do que a dos fundos, estuda a possibilidade de limitar as aplicações na mais popular aplicação do País até o nível de R$ 5 mil.

Fazendo o que pode para garantir o crescimento, mesmo que ''modesto'', da economia brasileira em 2009, Mantega, ministro da Fazenda, sinalizou que novas medidas de redução de tributos serão anunciadas em breve e ressaltou que o compromisso do governo é manter os investimentos públicos e privados.

Confirmando que, diante das boas perspectivas para a economia brasileira, ''os gringos estão voltando'', a Bovespa informou que nos 9 primeiros dias de ABR/09 o saldo dos investimentos estrangeiros na bolsa brasileira ficou positivo em R$ 2,3bi, elevando com isto o superávit acumulado em 2009 para R$ 3,6bi.

Dando mais um sinal de recuperação da economia interna, em MAR/09 o Ministério do Trabalho informou que foram criadas quase 35 mil vagas com carteira assinada, o que representa o segundo mês consecutivo de resultados positivos.

- O Pão de Açúcar subiu 0,1%, após informar que no primeiro trimestre de 2009 suas vendas foram 6% maiores que no mesmo período de 2008.
- A Petrobrás caiu -1,7%, após Edison Lobão, ministro de Minas e Energia, confirmar que o governo está estudando a redução do preço do óleo diesel.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Dando mais ''munição'' para o governo enfrentar a crise financeira mundial, ontem o Plenário da Câmara aprovou a MP 453/09, que autoriza a União a emprestar R$ 100bi para o BNDES aumentar sua capacidade de financiar projetos de longo prazo.

Tentando criar uma medida simples, que obviamente já recebeu resistência de seus ''colegas'', Michel Temer, presidente da Câmara, quer, diante das denúncias de que na folha de pagamento da Casa há funcionários que não dão um dia sequer de serviço, instituir ponto eletrônico obrigatório para todos os servidores do Congresso Nacional.

Mostrando que não ''simpatiza'' com a provável candidata petista em 2010, o que aliás pode ser um ponto à favor da ''mãe do PAC'', ontem João Pedro Stedile, o líder do MST, afirmou que Dilma é "ignorante" nas questões rurais do país.

Aliado de ''primeira linha'' de Kassab, prefeito de SP, em sua campanha à reeleição, o PV recebeu R$ 1,35mi da Associação Imobiliária Brasileira, usada pelo setor imobiliário paulista para driblar a lei que proíbe doação eleitoral por sindicatos.

Apesar do esforço do PSDB para conter o confronto, Serra e Aécio agora discordam da data para realização de prévias no partido, já que enquanto o governador de SP se recusa a entrar na disputa antes de 2010, aliados de Aécio defendem que a consulta aconteça ainda em SET/09, o que acabaria permitindo que o governador de MG eventualmente deixasse a sigla dentro do prazo para concorrer à Presidência por outro partido.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Desestimulando a Policia Federal a fazer qualquer tipo de investigação séria e mostrando mais uma vez que tem um ''carinho especial'' pelo dono do Banco Opportunity, ontem Marco Aurélio Mello, primo de Collor e ministro do Supremo Tribunal Federal, concedeu um habeas corpus que permite a Daniel Dantas permanecer calado durante seu depoimento de hoje à CPI das Escutas Clandestinas da Câmara e também decidiu que o banqueiro tem direito a ter acesso às provas contra ele levantadas pela comissão, inclusive as que estiverem protegidas por sigilo judicial.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário