R.B. 5/MAR/09 ''Bons empresários sobrevivem à crise, mas grandes empresários crescem na crise''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Bons empresários sobrevivem à crise, mas grandes empresários crescem na crise"

São Paulo, 5 de março de 2009 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em alta, ''animada'' com a provação do pacote de estimulo à economia na China, que agora espera crescer ''apenas'' 8% em 2009, e também ''apostando'' que o Copom, diante da necessidade de estimular a economia brasileira, cortará a taxa básica de juros em -1,0% na sua próxima reunião.
- O DÓLAR pode voltar a cair, com ''boas chances'' voltar os R$ 2,30 até o final do mês, seguindo o crescente fluxo positivo de recursos externos e os mesmos motivos que devem levar a melhora do ''humor'' nas bolsas mundiais.

ONTEM
- BOVESPA 5,1%, já abriu em alta e, apesar dos momentos de instabilidade das bolsas de NY, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, com bom volume de negócios (R$ 4,7bi), impulsionada pela valorização dos preços das commodities e pelo "entusiasmo" com a possibilidade de um pacote anticrise na China.
- DÓLAR -1,7% à R$ 2,37, já abriu em queda e, seguindo a substancial melhora do ''humor'' na Bovespa e nas demais bolsas do mundo, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-3,6%).
- Na ÁSIA, desprezando as perdas das bolsas de NY no dia anterior, diante das ''esperanças'' de novas medidas de estímulo econômico por parte do governo chinês, JAPÃO 0,9%, revertendo uma abertura negativa, graças às compras realizadas pelos fundos de pensão e a operações de cobertura de vendas a descoberto, CHINA 6,1%, a maior alta percentual desde 11/NOV/08, com destaque positivo para ações de empresas do setor financeiro, após a divulgação de que em FEV/09 os bancos locais concederam o triplo dos empréstimos na comparação com FEV/08 e CORÉIA 3,3%, impulsionada principalmente por ações da indústria pesada, como siderúrgicas, fabricantes de maquinário e estaleiros.
- Na EUROPA, seguindo a substancial melhora do ''humor'' nas bolsas de NY, também em uma recuperação técnica depois de uma semana de pesadas vendas que levaram os índices para as mínimas em vários anos, INGLATERRA 3,8%, FRANÇA 4,7% e ALEMANHA 5,4%, com destaques positivos para as companhias com exposição na China, como as mineradoras e siderúrgicas Rio Tinto (14,0%), BHP Billiton (12,9%) e Anglo American (11,7%).
- Nos EUA, também iniciando um movimento de recuperação, após 5 pregões consecutivos de queda nos quais atingiram os menores patamares em 12 anos, S&P 2,4%, DJ 2,2% e NASDAQ 2,5%, beneficiadas pelo detalhamento do pacote de ajuda de Obama a mutuários com problemas para quitar dívidas e pela perspectiva de que a economia chinesa possa estar a caminho de uma recuperação.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Ressaltando que atualmente o grande desafio dos brasileiros é evitar que a crise econômica possa frustrar as conquistas que o país obteve nos últimos anos, principalmente nas áreas econômica e social, Mantega, ministro da Fazenda, voltou a ''garantir'' que o Brasil é um dos países menos atingidos pela crise mundial, pois foi o último a desacelerar o ritmo de crescimento, e que será o primeiro a sair dela.

Como a inflação está ''110%'' controlada e a economia desacelerando, o Ipea defendeu um corte na taxa básica de juros dos atuais 12,75% ao ano para 7% ao ano até OUT/09, o que reduziria as despesas federais com juros em R$ 30bi, recursos estes que poderiam ser destinados à ampliação dos gastos do governo para enfrentar a crise econômica mundial.

Indicando que o Brasil tem se tornado um ''porto seguro'' nestes tempos de crise mundial, o BC anunciou que em FEV/09, pela primeira vez em 5 meses, a entrada de dólares no país superou a saída gerando um fluxo positivo de US$ 841mi, com destaque para o superávit de R$ 544,1bi em investimentos destinados à Bovespa, que aliás foi o primeiro após 8 meses de retiradas.

Corroborando com a opinião do governo brasileiro e mostrando que a conclusão da Rodada de Doha não é um ''sonho impossível'', Gordon Brown, o premiê do Reino Unido, afirmou, durante sua visita ao Congresso norte-americano, que os EUA devem evitar o protecionismo, ressaltando também que a comunidade internacional deve ''trabalhar unida'' para chegar a um acordo sobre novos padrões para o sistema bancário, que aumentem a transparência e a prestação de contas.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Em sua primeira vitória contra o PT desde 1992, quando teve seu impeachment aprovado pelo Congresso Nacional, ontem Collor, que agora é Senador, venceu, por 13 a 10 e com o forte apoio do ‘’velho companheiro’’ Renan Calheiros, a disputa contra a petista Ideli Salvatti, que aliás foi apoiada pelo PSDB, pela presidência da Comissão de Infraestrutura do Senado.

Tentando voltar ao centro da disputa pela presidência da Republica em 2010, o deputado Federal Ciro Gomes criticou Lula por apostar todas as suas fichas em Dilma, ministra da Casa Civil, porem obviamente não ficará chateado se o PMDB for para o lado do PSDB e ele for convidado para ser vice na chapa da petista.

Provavelmente após receber ''ordens superiores'', o deputado Henrique Eduardo Alves, líder do PMDB na Câmara, afirmou que parou de coletar assinaturas para a criação de uma CPI para investigar os fundos de pensão.

Apesar dos tucanos questionarem na justiça o encontro que Lula teve com os prefeitos em Brasília, alegando que o presidente usou o evento para promover Dilma, ontem Serra, pela terceira vez em 2009, se reuniu cerca de 120 prefeitos paulistas na capital do Estado.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Nos ensinando que ''bons empresários sobrevivem à crise, mas grandes empresários crescem na crise'', o bilionário mexicano Carlos Slim, um dos 3 homens mais ricos do mundo, ''avisou'' que criará mais de 34.000 empregos e investirá cerca de US$ 1,9bi no México em 2009.

Se esforçando ao máximo para acabar com a economia venezuelana, que aliás fica cada dia mais isolada do mundo, Chavez, o ditador da Venezuela, ordenou a desapropriação das unidades processadoras de arroz da multinacional norte-americana Cargill, acusando a empresa de "violar" as leis locais que garantem o acesso da população a alimentos de qualidade e baratos.

Com as paredes do Vaticano, assim como suas vestimentas, cobertas de ouro e os cofres cheios de títulos de propriedade de terras, o papa Bento 16, usando o principio estúpido do ''faça o que eu digo não o que eu faço'', aconselhou os jovens a não idolatrarem o dinheiro e os bens materiais.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário