R.B. 6/JAN/09 "Guerra justa"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Guerra justa"

São Paulo, 6 de janeiro de 2009 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve voltar a subir, para fechar em alta pelo terceiro pregão consecutivo, acompanhando o movimento ascendente as demais bolsas mundiais que, à espera da pose de Obama, ''apostam'' que o pior já passou.
- O DÓLAR pode seguir em queda, com ''boas chances'' de não voltar mais tão cedo ao patamar dos R$ 2,30, acompanhando a melhora do ''humor'' nas bolsas mundiais e influenciado pelo aumento das ''apostas'' de que o Brasil está preparado, mais do que a maioria dos países, para enfrentar a crise externa.

ONTEM
- BOVESPA 3,2%, abriu em queda, para na mínima recuar -1,6%, porem, apesar das perdas nas bolsas de NY, passou a subir no final da manhã, impulsionada pelas ações da Vale (6,9%), beneficiada pelos ''rumores'' de aumento do preço do minério de ferro, e pelas ações da Petro (2,3%), seguindo a recuperação dos preços do petróleo (3,2%), para fechar no maior patamar desde 14/OUT/08.
- DÓLAR -3,4% à R$ 2,25, abriu em alta, para na máxima avançar 0,8%, porem, seguindo a melhor do ''humor'' na Bovespa, passou a cair ainda na parte da manhã, para fechar no menor patamar desde 11/NOV/08, também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-2,3%).
- Na ÁSIA, ''ajustando-se'' ao bom desempenho das bolsas de NY e da Europa na semana passada, JAPÃO 2,1%, com baixo volume de negócios, já que funcionou só por meio período, com destaques de alta para as ações das companhias exportadoras, beneficiadas pela desvalorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA 3,3%, diante das ''apostas'' de que os tempos difíceis para a economia local irão terminar em breve e de que Pequim irá anunciar mais medidas específicas de estímulo à indústria e CORÉIA 1,4%, com destaques de alta para as ações de bancos e montadoras.
- Na EUROPA, apesar da realização de lucros das bolsas de NY, INGLATERRA 0,4%, FRANÇA 0,3% e ALEMANHA 0,2%, impulsionadas por ações de empresas cuja distribuição de dividendos nos últimos anos mostrou estabilidade, como a Vodafone (4,3%) e E.On (2,5%).
- Nos EUA, realizando lucros da semana passada, S&P -0,5%, DJ -0,9% e NASDAQ -0,3%, com destaques de queda para as ações das montadoras, após o anuncio de uma forte queda (-30%) nas vendas da GM, da Toyota e da Ford em DEZ/08, o que representa o pior resultado em 15 anos.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Corroborando com a opinião de Lula e de muitos economistas, Celso Amorim, ministro brasileiro das Relações Exteriores, afirmou que o Brasil está "bem preparado" para enfrentar a crise financeira internacional e, destacando a boa situação macroeconômica em que o país se encontra, ressaltou sua menor dependência de certos mercados, como principalmente os EUA.

Tomando, aos poucos, novas medidas para atenuar os efeitos da crise externa, o governo Federal, (1) com o objetivo de socorrer o setor agrícola brasileiro, que aliás é responsável por uma substancial parcela das exportações, estuda a renegociação de dívidas e a liberação de pelo menos mais R$ 2bi em créditos para capital de giro das cooperativas e (2) com o objetivo de incentivar o setor de construção civil, que aliás é o que mais emprega do Brasil, serão destinados em 2009 pelo menos mais R$ 4,5bi em recursos do FGTS para pessoas físicas e jurídicas usarem em programas de habitação.

Mostrando que o consumidor, ''temendo'' a crise externa, tem procurado não contar com o crédito ou a renda futura, em DEZ/08 as compras à vista foram 5,1% maiores que em DEZ/07 e, na mesma base de comparação, as vendas à prazo recuaram 1,3%.

Diante dos sinais de desaceleração da economia interna, o ''mercado'' elevou, de -025% para -0,5%, suas ''apostas'' para a redução da taxa de juros na próxima reunião do Copom, que aliás ocorrerá nos dias 20 e 21/JAN/09, e reduziu, de 6,03% para 6,01%, suas projeções para o IPCA de 2009, valor aliás abaixo do teto da meta (6,5%).
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Ainda favorito para ganhar a eleição para a presidência da Câmara, Michel Temer obteve ontem mais uma vitória, já que, após uma conversa do peemedebista com o ministro do Trabalho Carlos Lupi, o PDT indicou que o partido o apoiará sua candidatura e romper o apoio à candidatura de Aldo Rebelo, do PC do B-SP.

Mostrando o absurdo que é um político ter que se explicar por ter feito aquilo que a opinião publica queria, o petista Arlindo Chinaglia, presidente da Câmara dos Deputados, determinou ontem aos técnicos da Casa que elaborem as explicações sobre o ato da Mesa Diretora que impediu a promulgação da Proposta de Emenda à Constituição que aumentou em 7.343 o número de cadeiras de vereadores em todo o país, ressaltando que seu principal argumento é que o Senado extrapolou suas atribuições, já que a mudança feita pelos senadores no texto foi de mérito.

''Pagando suas dívidas'' de campanha, o democrata Kassab, que ''quase'' já tem mais secretários do que Lula tem ministros, nomeou Soninha Francine, do PPS, para comandar a sub-prefeitura da Lapa.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

O exercito israelita continua promovendo um massacre na Faixa de Gaza, com uma média de 50 palestinos assassinados por dia, porem não está errado quem argumenta que esta é uma ''guerra justa'', já que Israel faz fronteira com a Palestina, que tem a chance de revidar aos ataques, diferentemente do Iraque, que quando foi invadido por Bush não tinha como atacar os EUA.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário