R.B. 30/JAN/09 "Poder demais"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Poder demais"

São Paulo, 30 de janeiro de 2009 (SEXTA-FEIRA).
-------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve voltar a cair, já que, como poucos tem ''coragem'' para comprar antes do final de semana, seguirá a trajetória descendente das demais bolsas do mundo e o recuo dos preços das commodities, principalmente por que as empresas deste setor, como Petro e Vale, tem um grade peso no índice da bolsa brasileira.
- O DÓLAR pode subir, influenciado pela piora do ''humor'' nos mercados mundiais e principalmente pressionado pela tradicional ''briga entre comprados e "vendidos" para a formação da cotação de fechamento do mês.

ONTEM
- BOVESPA -1,5%, já abriu em queda e, realizando lucros após 4 pregões consecutivos de alta, manteve a trajetória negativa ao longo de todo dia, com baixíssimo volume de negócios (R$ 2,8bi), seguindo o movimento descendente das bolsas de NY e afetada pelo aumento do pessimismo sobre a economia mundial.
- DÓLAR 0,8% à R$ 2,29, já abriu em alta e, apesar dos leilões de venda do BC e do recuo do risco-Brasil (-1,0%), manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, seguindo a piora do ''humor'' na Bovespa e nos demais mercados mundiais.
- Na ÁSIA, ''animadas'' com a aprovação do pacote de Obama na Câmara norte-americana, JAPÃO %, com destaques de alta para bancos e seguradoras, em meio à expectativa de que o governo dos EUA possa comprar os ativos podres dos bancos, CHINA permaneceu fechada devido a feriado local e CORÉIA 0,7%, com destaque positivo para a siderúrgica Hyundai Steel (6,3%), após informar um resultado acima do esperado no quarto trimestre de 2008, com elevação de 12% no lucro.
- Na EUROPA, realizando lucros recentes, INGLATERRA -2,4%, FRANÇA -2,1% e ALEMANHA -2,0%, com destaques de queda para ações de bancos, como BNP Paribas (-2,1%), Deutsche (-6,4%) e Barclays (-6,3%).
- Nos EUA, diante do ''temor'' de que Obama enfrente maiores dificuldades para aprovar seu pacote no Senado, aonde os democratas tem apenas uma pequena maioria, S&P -3,3%, DJ -2,7% e NASDAQ -3,2%, também ''afetadas'' por noticias econômicas e corporativas negativas, como o aumento do número de beneficiados pelo auxílio-desemprego para o maior patamar da história (4,78 milhões de pessoas) e o prejuízo de US$ -5,9bi da Ford Motors no quarto trimestre de 2008.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Na ata da sua reunião na semana passada, na qual a taxa básica de juros caiu de 13,75% para 12.75%, o Copom, indicando que seguirá cortando a Selic, já prevê que a inflação possa ficar abaixo da meta de 4,5% neste ano e em 2010.

Após reclamar do elevado patamar do spread dos bancos brasileiros, que aliás está no maior patamar desde AGO/03, Mantega, ministro da Fazenda, afirmou que as instituições financeiras dão um ''tiro no pé'' ao cobrar uma taxa de juros mais elevada.

Diante da redução do ritmo de crescimento econômico causada pela crise mundial, o BNDES divulgou que os investimentos públicos e privados devem ficar cerca de -11% abaixo da sua previsão inicial, divulgada em AGO/08, para o período de 2009 e 2012, porem também informou que os seus desembolsos em 2009 devem somar até R$ 120,8bi, o que representa crescimento de mais de 30% em relação ao ano passado.

Com o objetivo de manter aquecido o mercado de construção civil, que aliás é um dos setores que mais emprega no Brasil, e atender a uma faixa de baixa renda que não consegue financiamentos a juros subsidiados e tampouco arcar com os financiamentos tradicionais, o governo pretende comprar, diretamente de grandes, médias e pequenas construtoras, moradias para famílias de baixa renda e refinanciá-las pela Caixa Econômica Federal.

Dando mais um sinal de que a inflação está ''110%'' controlada, o IGP-M de JAN/09 registrou deflação de -0,44%, valor abaixo da previsão dos analistas (-0,40%) e que representa o menor patamar desde SET/05.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Menos de 2 anos antes das eleições presidenciais, o PT, ainda capitaneado por Lula, insiste cada dia mais na candidatura própria com Dilma, que aliás só foi escolhida porque todos os postulantes anteriores, como Dirceu, Genuíno, Palocci e Marta, tiverem seus nomes envolvidos em escândalos.

Aumentando as chances de Sarney ser o próximo presidente do Senado, o DEM, que tenta ''cortejar'' o PMDB para uma aliança nas eleições presidenciais de 2010, formalizou seu apoio a candidatura do peemedebista, ressaltando que a candidatura do senador Tião Viana representa o PT na presidência da Casa, o que segundo os democratas seria ''poder demais'' nas mãos dos petistas.

Com a volta da senadora cearense Maria Alves ao ''batente'', o DEM, que ontem usou seu ''horário nobre'' na TV para atacar Lula, voltou a ser a segunda maior bancada no Senado, com 14 senadores, atrás do PMDB, com 20 parlamentares e à frente do PSDB com 13 representantes e do PT com 12 membros, com isto os democratas já contam como garantida a 1ª secretaria da Mesa, a ser ocupada pelo senador piauiense Heráclito Fortes, e a presidência da Comissão de Constituição e Justiça, cujo ocupante será o senador goiano Demóstenes Torres.

Mostrando que Lula evoluiu politicamente e que está cada vez mais distante dos movimentos radicais de esquerda, o MST não convidou o petista para um encontro ontem à noite com Chávez, presidente da Venezuela, Fernando Lugo, presidente do Paraguai, Evo Morales, presidente da Bolívia, e Rafael Correa, presidente do Equador, no Fórum Social Mundial.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

É muito estranha e no mínimo contraditória a atitude do governo brasileiro, que atualmente defende e classifica o italiano Cesare Battisti como refugiado político, porem que em 2007, durante os jogos Panamericanos do RJ, negou o mesmo tratamento ao pugilista cubano Erislandy Lara, devolvendo o mesmo em uma ''bandeja de prata'' ao ''companheiro'' Fidel.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário