R.B. 2/FEV/09 "Boa dica"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Boa dica"

São Paulo, 2 de fevereiro de 2009 (SEGUNDA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve voltar a cair, diante das dificuldades de Obama para aprovar seu pacote de socorro à economia no Senado dos EUA, porem deve-se ressaltar que o patamar é atraente para investimentos de longo prazo, já que no Brasil os resultados corporativos continuam positivos e a taxa de juros seguirá em queda.
- O DÓLAR pode seguir em alta, acompanhando o ''humor negativo'' das demais bolsas do mundo e também influenciado pelo aumento das medidas protecionistas entre os países ''desenvolvidos'', que podem prejudicar as exportações brasileiras.

SEXTA-FEIRA
- BOVESPA -0,8% (4,7% em JAN/09), abriu em queda, para na mínima recuar -1,1%, e, após mais um pregão marcado pela volatilidade, já que na máxima avançou 1,4%, e baixo volume de negócios (R$ 3,2bi), fechou em território negativo porem acumulando a primeira valorização mensal (4,7%) após 6 meses de perdas.
- DÓLAR 1,0% à R$ 2,32 (-0,7% em JAN/09), já abriu em alta e, apesar do recuo do risco-Brasil (-0,5%) e dos leilões de venda do BC, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, influenciado pela ''briga'' entre comprados e vendidos para a formação da cotação de fechamento do mês e também seguindo o ''humor negativo'' das bolsas mundiais.
- Na ÁSIA, seguindo as perdas das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 3,1%, prejudicada pelo anuncio de que empresas locais anunciaram cortes de 27 mil postos de trabalho devido à queda de demanda e perdas bilionárias, CHINA permaneceu fechada devido a feriado local e CORÉIA -0,4%, com destaques de queda para ações de tecnologia e telecomunicações, como Samsung Electronics (-2,1%) e LG Electronics (-0,6%).
- Na EUROPA, prejudicadas pelo anuncio de que em DEZ/08 a taxa de desemprego da região atingiu 8%, o que é o maior patamar em 2 anos, INGLATERRA -1,0%, FRANÇA -1,2% e ALEMANHA -2,0%, com destaque negativo para as ações da mineradora Rio Tinto (-2,8%), após anunciar que vendeu uma operação de minério de ferro em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, e um projeto de uma mina de potássio na Argentina para a mineradora Vale do Rio Doce por US$ 1,6bi.
- Nos EUA, mesmo após o anuncio de que o PIB local recuou -3,8% no quarto trimestre de 2008, ante expectativas de retração de -5,5%, o que é o pior resultado desde o primeiro trimestre de 1982, S&P -2,3%, DJ -1,8% e NASDAQ -2,1%, apesar da petrolífera Exxon Mobil anunciar que, para fechar com ''chave de ouro'' o mandato de Bush, acumulou um lucro de US$ 45,2bi em 2008, o maior já registrado na história por uma companhia dos EUA.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Fazendo sua primeira reclamação do governo Obama, Lula, repetindo Pascal Lamy da OMC que afirmou que querem ''jogar o comercio mundial na latrina'', criticou veementemente a restrição ao aço estrangeiro incluída no pacote de medidas do governo norte-americano para recuperar a economia, ressaltando que o protecionismo nesse momento vai agravar a crise, não resolve-la e que não é certo que os países pobres paguem por uma crise que não criaram.

Dando mais uma ''boa dica'' aos investidores globais, Meirelles, presidente do BC, ''avisou'', diretamente do fórum econômico de Davos, o Brasil é um dos países que se sairão melhor da crise que arrasta o mundo para a recessão e que, já em 2009, vai crescer 1% acima da média mundial.

Mesmo após uma série de medidas tomadas pelo governo federal para reduzir a dificuldade de obtenção de crédito após o estouro da crise financeira, segundo uma recente pesquisa da FGV 42% dos empresários consideram alto o grau de exigência para obter crédito, enquanto apenas 2% disseram estar baixo, contra 16% que apontavam grau de exigência alto e 27% de baixo em JUL/08.

Apesar de ser ''a menina dos olhos'' de Lula, atualmente o PAC tem seu ritmo de execução lento e, segundo um levantamento recente, 62% dos empreendimentos estão com o cronograma atrasado por problemas burocráticos, ambientais, ideológicos e/ou financeiros.

Dando mais um sinal de desaceleração da economia interna que, somado ao controle da inflação, pode incentivar o Copom a cortar ainda mais a Selic, em JAN/09 o Nível de Utilização de Capacidade Instalada das industrias brasileiras ficou em 78%, o que representa o menor patamar desde OUT/93.

- O Bradesco caiu -1,2%, já que nesta segunda-feira divulga seu resultado do quarto trimestre de 2008 e existem ''temores'' de deterioração da qualidade dos seus créditos.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Hoje serão definidos os presidentes da Câmara e do Senado Federal. Na Câmara, salvo algum imprevisto, o peemedebista Michel Temer continua sendo o grande favorito, inclusive para ganhar no primeiro turno, já no Senado a ''pendenga'' será mais complicada já que, após receber o ''inesperado'' apoio do PSDB, o petista Tião Viana tem reais chances de derrotar Sarney, o ''velho cacique'' peemedebista.

Mostrando toda sua ''fidelidade'' ao governo Lula, Arthur Virgílio, líder do PSDB no Senado, ''avisou'' que seu partido pretende punir os parlamentares que não votarem no senador petista Tião Viana para a presidência da Casa.

Provavelmente porque não quer ser responsabilizado pela derrota ou pela vitória de ninguém, Lula marcou para as 10hrs de hoje, justamente no momento em que começa a votação para escolha do novo presidente do Senado, uma reunião com seus principais ministros para avaliar os efeitos da crise econômica no Brasil e seus possíveis desdobramentos.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Sem conseguir o mínimo de organização para eleger suas prioridades e seus representantes, o Fórum Social Mundial, após muito barulho e pouca ação, foi encerrado ontem em Belém, no Pará, sem nenhum documento final com as conclusões do encontro ou qualquer sugestão a respeito da crise econômica mundial.

Confirmando que o segundo melhor negócio do mundo é ter um banco, já que se você for quebrar o governo te ajuda, e o primeiro melhor negócio do mundo é ter um banco no Brasil, segundo um estudo recente o "spread'', que é a diferença entre os juros pagos pelos bancos na captação de recursos e a taxa cobrada por eles nos empréstimos que concedem, dos bancos tupiniquins é o maior do planeta terra e chega a ser 11 vezes superior ao cobrado pelos bancos dos países desenvolvidos.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário