R.B. 19/DEZ/08 "Nem ninguém"

São Paulo, 19 de dezembro de 2008 (SEXTA-FEIRA).

--------------------------------------------------------------------------------

Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode cair, já que, como atualmente poucos tem ''coragem'' para comprar antes do final de semana, seguirá a trajetória descendente das demais bolsas do mundo e o recuo dos preços das commodities, principalmente por que as empresas deste setor, como Petro e Vale, tem um grade peso no índice da bolsa brasileira.
- O DÓLAR deve subir, seguindo o ''humor negativo'' das Bolsas e, diante do baixo volume de negócios, também pressionado pelos ''comprados'', já que a atual ausência dos exportadores na ponta vendedora não é totalmente ''compensada'' pelos leilões de venda do BC.

ONTEM
- BOVESPA -1,0%, abriu em alta, para na máxima avançar 1,4%, porem, com baixo volume de negócios (R$ 3,7bi), foi perdendo ''forças'' ao longo do dia, pressionada pela queda das bolsas de NY e seguindo a trajetória descendente das commodities, como o petróleo (-9,6%), no mercado internacional.
- DÓLAR 0,7% à R$ 2,36 abriu em queda, para na mínima atingir R$ 2,34, porem, apesar dos 2 leilões de venda do BC, passou a subir na parte da tarde, acompanhando a piora do ''humor'' na Bovespa e nas bolsas dos EUA.
- Na ÁSIA, apesar das perdas das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 0,6%, com destaques de alta para empresas do setor imobiliário, como Mitsui Fudosan (4,3%) e Nomura Real Estate (1,1%), à espera de um corte da taxa de juros pelo BC local, CHINA 2,0%, impulsionada por ações do setor financeiro, como Bank of Communications (3,9%) e Ping An Insurance (7,2%), beneficiadas por ''rumores'' de que Pequim pode reduzir novamente a taxa de juros básica e diminuir a taxa de reserva bancária até o fim do ano e CORÉIA 0,5%, mesmo após a moeda local (o won) atingir a maior alta diante do dólar desde 5/NOV/08.
- Na EUROPA, sem uma tendência única e com cada vez menos negócios diante da aproximação dos feriados de final de ano, INGLATERRA 0,1%, com destaque positivo para a empresa aérea British Airways (2,9%), após cancelar as negociações de um potencial acordo de fusão com a australiana Qantas, FRANÇA -0,2%, pressionada pela varejista Carrefour (-7,4%), após divulgar um alerta de lucro para este ano, argumentando que houve uma rápida deterioração no consumo nas últimas semanas e ALEMANHA 1,0%, mesmo após o declínio no índice de confiança empresarial do país para o pior patamar desde 1991.
- Nos EUA, com a forte queda dos preços do petróleo (-9,6%), apesar do contundente corte da produção pela OPEP, indicando que não são boas as perspectivas de demanda para 2009, S&P -2,1%, DJ -2,5% e NASDAQ -1,7%, com destaque negativo para as ações do conglomerado General Electric (-8,2%), já a agência de classificação Standard & Poor's rebaixou sua ''nota'' para a empresa.
--------------------------------------------------------------------------------

Economia:

Confirmando que, se tudo ocorrer como planejado, a taxa básica de juros começará a cair já na primeira reunião de 2009, na ata do Copom, que na semana passada manteve a Selic em 13,75%, foi revelado que os diretores do BC, acreditando que a inflação está voltando ao controle, discutiram a hipótese de corte de -0,25%.

Mostrando que o Brasil continua ''sólido e seguro'', na ultima quarta-feira as reservas internacionais brasileiras, a despeito das vendas de mais de US$ 9,8bi do BC no mercado cambial nos últimos 3 meses, atingiram o maior valor da história (US$ 209,2bi).

Indicando que 2009 será um ano de economia fraca, segundo o relatório mensal da consultoria britânica Economist Intelligence Unit (1) o PIB mundial apresentará uma retração de -0,4% no próximo ano, o que representará o pior desempenho desde o final da Segunda Guerra Mundial, e (2) o Brasil "não está imune'', já que a desvalorização significativa do real irá restringir a liquidez doméstica e piorar ainda mais as condições de crédito, pressionando os devedores e prejudicando as previsões para consumo e investimento.

Tomando novas medidas para manter a economia brasileira em crescimento, hoje Dilma apresentará para Lula um pacote, que segundo ''rumores'' pode chegar a R$ 200bi, de novas obras de infra-estrutura, como rodovias, em portos e adutoras, para serem incluídas no PAC e iniciadas já no primeiro semestre de 2009.

Também ciente de que o Brasil precisa de energia elétrica para manter sua economia em crescimento sustentável, ontem o BNDES, fechando o maior financiamento da história do banco, aprovou um crédito de R$ 6,1bi para a construção da usina hidrelétrica Santo Antônio, no complexo do rio Madeira, que terá capacidade instalada de 3.150 MW e possibilitará a criação de 8.600 empregos diretos durante a construção.

Com o objetivo de tornar o mercado financeiro brasileiro cada vez mais transparente e seguro, a CVM, motivada pelas recentes perdas com operações de derivativos de exportadoras como Sadia e Aracruz, determinou que as empresas brasileiras com ações negociadas na Bovespa deverão detalhar a partir do balanço anual de 2008 a posição com todos seus instrumentos financeiros, incluindo os tipos de riscos possíveis e projeções de perdas possíveis.

--------------------------------------------------------------------------------

Política:

Evidenciando mais uma ''pendenga'' no ministério de Lula, ontem Carlos Minc, ministro do Meio Ambiente, criticou o Plano Amazônia Sustentável, conjunto de ações comandadas pelo ministro do Planejamento Estratégico, Mangabeira Unger para desenvolver a região.

Legislando pelos seus ''companheiros'' dos currais eleitorais, o peemedebista Garibaldi Alves, que é presidente do Senado e tentará se manter no cargo, acionou a Advocacia Geral da Casa para entrar com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal contra a decisão dos deputados da Mesa Diretora da Câmara que foram contrários à promulgação da Proposta de Emenda Constitucional que aumenta em 7.343 as vagas de vereadores no Brasil.

Com os ''excelentíssimos'' trabalhando como nunca, ontem, 1 dia após o adiamento do julgamento do recurso do governador da Paraíba Cássio Cunha Lima, no Tribunal Superior Eleitoral (1) o relator do processo contra Jackson Lago, governador do Maranhão, recomendou a cassação de seu mandato pelas acusações de abuso de poder, compra de votos e realização de convênios ilegais durante a campanha eleitoral de 2006 e (2) foi confirmada a negação do registro da candidatura do candidato mais votado na eleição à Prefeitura de Londrina, Antonio Belinati, que teve sua prestação de contas relativa ao período em que foi prefeito do município rejeitada.

No mesmo dia em que a tucana Yeda Crusius, governadora do Rio Grande, fez um balanço de seu governo afirmando que a crise política foi superada e comemorando o fato de o Estado ter zerado o déficit fiscal, seu vice-governador, o democrata Paulo Feijó, divulgou uma dura nota criticando os resultados da política econômica do governo estadual.
--------------------------------------------------------------------------------

Crítica:

Enquanto Obama se prepara para começar a ensinar ao mundo que a cor da pele não significa nada, ontem, na véspera do final do trabalhos legislativos (já que sexta-feira ''nem ninguém'' labuta em Brasília) antes do recesso de final de ano, os ''nobres senadores'' receberam educadores e representantes da sociedade civil para um debate sobre o projeto de Lei, confuso e preconceituoso, que prevê a criação de cotas raciais para 50% das vagas nas faculdades federais e infelizmente, durante as ofensas múltiplas entre defensores e críticos da ''tal cota'', nenhum dos presentes teve a capacidade de ''lembrar'' que é totalmente equivocada a idéia de que existem diferentes raças entres os humanos.

Apesar de ''choramingar'' que não tem dinheiro para pagar os empréstimos do BNDES e a dívida externa de sua país, Rafael Correa, presidente do Equador, comprou um jato executivo Legacy, fabricado pela Embraer, pelo qual pagou à vista, obviamente por falta de crédito, US$ 28 milhões.

--------------------------------------------------------------------------------

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

--------------------------------------------------------------------------------

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário