R.B. 2/SET/20 "Liberal, mas não muito"


"Liberal, mas não muito"

São Paulo, 2 de setembro de 2020 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, mesmo após fechar o pregão anterior registrando a maior valorização diária desde 9/JUL/20 (3,2%), para reduzir as perdas acumuladas no ano (-11,6%), acompanhando a melhora do “humor” nas principais bolsas mundiais e impulsionada pelo crescimento no número de investidores locais na bolsa tupiniquim por conta do baixíssimo patamar da taxa básica de juros do país (2,0% ao ano) e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, mesmo após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 6/AGO/20, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,8% (aos 102.168pts), recuperando todas as fortes perdas do pregão anterior (-2,7%), beneficiada pelo movimento ascendente das principais bolsas mundiais, pela valorização das commodities e pela redução dos temores com as contas públicas tupiniquins diante da promessa do governo Bolsonaro de avançar com reformas estruturais e de cumprir o teto de gastos e (2) o DÓLAR caiu -1,7% à R$ 5,38, influenciado pelos mesmos motivos que animaram a bolsa tupiniquim e elevaram o fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,2% e China 0,4%, sustentadas e animadas pelo anúncio de que a atividade manufatureira chinesa está se expandindo no maior ritmo em quase uma década, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,7%, França -0,2% e Alemanha -0,1%, prejudicadas pela divulgação de indicadores econômicos fracos, como o índice de gerentes de compras industrial da zona do euro, que caiu de 51,8pts em JUL/20 para 51,7pts em AGO/20 e (3) dos EUA, com S&P e NASDAQ batendo novos recordes históricos de alta, S&P 0,7%, DJ 0,8% e NASDAQ 1,4%, impulsionadas pela possibilidade de mais estímulos fiscais e com destaques de alta para as gigantes dos setores de tecnologia e serviços de comunicação.

Registrando, por conta da inútil, criminosa e prolongada quarentena do coronavírus, o pior resultado da história do país, o PIB tupiniquim do segundo trimestre ficou negativo em -9,7%, com destaque negativo para o setor industrial e destaque positivo para o setor agrícola.

Começando a “apostar” que o governo Bolsonaro seguirá avançando com as reformas, o banco norte-americano JP Morgan melhorou a projeção de queda do PIB do Brasil em 2020, de um tombo de -6,2% para queda de -5,2%.

Apresentando novos sinais positivos da economia tupiniquim, (1) em AGO/20 as vendas de automóveis no Brasil cresceram 5,1% na comparação com JUL/20 e (2) o Brasil subiu do 66º para o 62º no Índice Global de Inovação na comparação entre 2019 a 2020.

Modernizando o país, ontem, em mais uma vitória do governo Bolsonaro, a Câmara dos Deputados aprovou o novo marco legal do gás, que busca destravar investimentos de cerca de R$ 60bi ao longo de cinco anos e que ajudará a reduzir o preço do gás no país.

Apresentado o melhor resultado da série histórica iniciada em 1989, em AGO/20 a balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 6,6bi, elevando o saldo positivo do ano para US$ 36,6bi e beneficiada principalmente pelas exportações do agronegócio.

Se consolidando como o celeiro do mundo, o Brasil já colocou 76 milhões de toneladas de soja no mercado externo neste ano, o que representa o maior patamar da história e um crescimento de 35% na comparação com igual período do ano passado.


Política:

Com os canalhas do Congresso Nacional finalmente entendendo a necessidade e a urgência de se fazer um forte ajuste fiscal, Paulo Guedes, ministro da Economia, prometeu enviar, até amanhã, sua proposta de reforma administrativa para análise dos parlamentares.

Foi aprovado ontem na Câmara Federal, apesar dos votos contrários da organização criminosa petista, um projeto de lei da brilhante deputada Adriana Ventura, do NOVO de SP, que projeto que dobra a pena para crimes de associação criminosa cometidos contra a administração pública durante estado de calamidade pública, como é o caso da atual pandemia de coronavírus.

Sempre criando dificuldades para vender facilidades, Rodrigo Maia, nefasto presidente da Câmara, afirmou que a referida Casa legislativa avaliará com calma a medida provisória que o governo irá editar para prorrogar, até DEZ/20, e alterar o valor, de R$ 600,00 para R$ 300,00, do auxílio emergencial, como anunciado pelo presidente Bolsonaro.

Nem comunista e nem capitalista, Marcio França, que é apenas mais um populista, tenta, para alavancar sua candidatura à prefeito de SP pelo PSB, está tentando receber o apoio do presidente Bolsonaro.

Alegando questões pessoais, Deltan Dallagnol, brilhante procurador, anunciou ontem sua saída da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná, mas “garantiu” que continuará atuando no Ministério Público Federal.

Com a alta cúpula do judiciário ajudando bandidos poderosos, (1) Gilmar Mendes, nefasto ministro tucano do STF, determinou que uma investigação contra o senador José Serra por caixa 2 nas eleições de 2014 seja retirada da Justiça Eleitoral de primeiro grau e remetida ao Supremo e (2) o Tribunal Regional Federal da Primeira Região, com sede em Brasília, decidiu trancar uma ação penal em que Lula, o maior bandido do Brasil, era acusado de ter recebido propina para influenciar contratos firmados entre o BNDES e a construtora Odebrecht em Angola.


Crítica:

Em uma guerra de verdade, bem diferente da encenação para enganar o CADE feita entre XP e Itaú, o BTG, reforçando a importância da Assessoria de Investimentos no Brasil, fez uma sociedade com 19 executivos da área private da XP para a criação de uma nova DTVM.

Liberal, mas não muito”, o governo Bolsonaro “garantiu” que em hipótese alguma obrigará a população adulta a tomar qualquer vacina, mas ao mesmo tempo atua arduamente no Congresso Nacional para barrar um projeto de lei que libera o plantio de maconha no país.


PAZ, amor e bons negócios;


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário