R.B. 22/JUL/20 "Alternativa de investimento"


"Alternativa de investimento"

São Paulo, 22 de julho de 2020 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, acompanhando a leve piora do “humor” nas principais bolsas mundiais e prejudicada pelo recuo das commodities, abrindo assim uma boa oportunidade para compras já que a tendência permanece sendo de alta e (2) o DÓLAR pode subir, em um “ajuste técnico” após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 23/JUN/20, influenciado pela trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,1% (aos 104.310pts), devolvendo os ganhos da abertura, quando na máxima bateu 105.449pts, e acompanhando a instabilidade das bolsas de NY, em uma espécie de “parada técnica” após avançar 9,7% no mês e atingir o maior patamar desde 4/MAR/20 e (2) o DÓLAR caiu -2,4% à R$ 5,21, influenciado pela apresentação da reforma tributária do governo Bolsonaro ao Senado, pela aprovação do fundo bilionário de recuperação na Europa e pelo aumento do fluxo positivo de recursos externos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,7% e China 0,2%, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais no dia anterior e animadas com as vacinas contra o coronavírus, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,1%, França 0,2% e Alemanha 1,0%, sustentadas pela aprovação de um pacote de 750bi de euros para ajudar os membros da União Europeia duramente afetados pela inútil e criminosa quarentena do coronavírus e (3) dos EUA, sem uma tendência única, S&P 0,2%, DJ 0,6% e NASDAQ -0,8%, divididas entre um saudável movimento de realização de lucros, principalmente no setor de tecnologia, e o início das discussões de um novo pacote de estímulos fiscais pelo governo Trump.

Apesar das críticas da oposição e da imprensa socialista tupiniquim, a proposta de reforma tributária apresentada ontem pelo governo Bolsonaro foi muito bem recebida pelo “mercado”, já que não aumenta a carga tributária do país, melhora a eficiência da arrecadação e reduz as distorções que existem atualmente.

As 4 etapas da reforma tributária proposta pelo governo Bolsonaro são (1) unificação do PIS e Cofins, (2) transformação do IPI em um imposto seletivo, cobrado especialmente sobre produtos como cigarro e bebidas alcoólicas, (3) reforma do imposto de renda de pessoas físicas e empresas, tributando dividendos e revendo as deduções do IR e (4) desoneração da folha de pagamentos.

Corroborando com o viés liberal do atual governo federal, o conjunto de medidas proposto pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada para acelerar o desenvolvimento econômico, após a criminosa e inútil quarentena do coronavírus, prioriza o incentivo ao investimento privado em vez do público, é centrado na manutenção do equilíbrio fiscal e defende a realização de reformas estruturais, como novas flexibilizações do mercado de trabalho e maior abertura ao comércio exterior.

Como fruto da reabertura, mesmo que ainda parcial, das atividades comerciais, em JUL/20 o índice da FecomercioSP que mede a confiança dos empresários aumentou 8,8% na comparação com JUN/20.

Alternativa de investimento” cada dia mais procurada, os fundos imobiliários têm se mostrado bons aliados na diversificação de carteiras, principalmente nestes tempos em que a taxa básica de juros está no menor patamar da história (2,25% ao ano), e, segundo a opinião dos especialistas, podem auferir rendimentos anuais entre 6% e 10%.

-    A Petrobrás subiu 2,7%, seguindo a valorização internacional do petróleo e animada com a divulgação de que em JUN/20 sua produção 9,2% na comparação com MAI/20.

-    A Qualicorp caiu -6,4%, no dia em que sócio-fundador da empresa, José Seripieri Jr, foi preso em operação que investiga o pagamento de propina para o senador tucano Serra.

-    A Coca-Cola subiu 2,3% na bolsa de NY, após a companhia ter divulgado seu balanço do segundo trimestre, com resultados que agradaram ao mercado.


Política:

Ressaltando que o texto é uma contribuição importante que vai tentar simplificar o oceano de dificuldades tributárias, para incentivar investimentos, o deputado Vitor Hugo, líder do governo na Câmara, afirmou que prevê aprovação da reforma tributária ainda este ano.

Na noite de ontem, depois da importante aprovação do Fundeb em primeiro turno, alguns deputados canalhas tentaram empurrar um pacote de ajuda de R$ 4bi para o setor de transporte coletivo do país, especialmente empresas de ônibus.

Apresentando dados melhores para o presidente, segundo uma pesquisa divulgada ontem o percentual dos que avaliam o governo Bolsonaro como ruim ou péssimo caiu de 48% para 45%, os que acham regular subiu de 22% para 24% e os que consideram bom ou ótimo subiu de 28% para 30%.

Sempre se apressando em defender bandidos, ontem apenas Dias Toffoli, presidente do STF e ex-advogado da organização criminosa petista, decidiu (1) suspender a ordem de busca e apreensão no gabinete do senador tucano Serra e (2) arquivar o pedido para abertura de investigação sobre o presidente Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, e seus dois filhos, os advogados Otávio Noronha e Anna Carolina Noronha, que atuam em causas na mesma corte.

Com interesses nada republicanos, o Paulo Teixeira, deputado federal filiado à organização criminosa petista, afirmou que apresentará um projeto revogando a Lei de Segurança Nacional e criando a Lei de defesa do Estado Democrático de Direito.


Crítica:

Acreditando, como todo canalha socialista, que é o Estado quem deve decidir o que é melhor para o cidadão, Raul Jungmann, que foi ministro nos governos FHC e Temer, afirmou que propor o armamento da população é desqualificar o papel das Forças Armadas.

Escancarando alguns podres do STF ao disparar sua metralhadora de acusações, o ex-deputado Roberto Jefferson, dono do PTB, afirmou que (1) o ministro Edson Fachin foi indicado para o cargo pela JBS, (2) o ministro Luiz Fux beijou os pés da mulher do ex-governador do RJ Sergio Cabral para agradecer a defesa que ela fez da indicação dele ao cargo.


PAZ, amor e bons negócios;


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário