R.B. 14/JUL/20 "Solenemente e vergonhosamente ignorada"


"Solenemente e vergonhosamente ignorada"

São Paulo, 14 de julho de 2020 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, retornando à sua trajetória de alta, para ampliar os ganhos acumulados no mês (3,8%) e reduzir as perdas registradas no ano (-14,7%) diante dos sinais de retomada da economia tupiniquim e do movimento ascendente das principais bolsas mundiais, que ao que tudo indica não caíram na conversa fiada do governador socialista da California e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo parte da alta acumulada no pregão anterior, quando fechou no maior valor desde 30/JUN/20, influenciado pela esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e pelo fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -% (aos 98.697pts), revertendo os ganhos da abertura, quando na máxima atingiu 10.858pts, prejudicada pelo recuo das commodities e com os investidores assustados com a notícia de que a Califórnia voltará fechar comércios com a desculpa de conter o coronavírus e (2) o DÓLAR subiu 1,2% à R$ 5,39, em um “ajuste técnico” após 3 pregões seguidos de queda, acompanhando a piora do “humor” na bolsa tupiniquim e a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 2,2% e China 1,8%, retomando o otimismo recente com a recuperação da economia global, (2) da EUROPA, Inglaterra 1,3%, França 1,7% e Alemanha 1,3%, impulsionadas por relatos de avanços na busca por uma vacina para o coronavírus pelas farmacêuticas Pfizer e a BioNTech e (3) dos EUA, sem uma direção única e revertendo quase todos os ganhos da abertura, S&P -0,9%, DJ 0,1% e NASDAQ -2,1%, divididas entre um movimento de realização de lucros no setor de tecnologia, o anúncio do governador democrata e socialista da Califórnia de voltar a impor restrições em atividades comerciais alegando avanço dos casos de coronavírus e o otimismo com os medicamentos e potenciais vacinas para a referida doença.

Robert Kaplan, o presidente do FED (“BC” norte-americano) de Dallas, disse que a proliferação de casos de covid-19 no país está diminuindo o ritmo da recuperação econômica, alertando que a taxa de desemprego dos EUA deve terminar 2020 entre 9% e 10%, e, ao final de 2021, deve cair para a faixa de 7% a 8%.

Citando a maldita, inútil e criminosa quarentena do coronavírus, a agência de classificação de risco S&P Global cortou mais uma vez suas previsões para as economias de mercados emergentes, passando a ver contração média de 4,7% neste ano, e alertou que todos os países ficarão com cicatrizes permanentes.

Reduzindo o pessimismo, o “mercado” (1) melhorou pela segunda semana consecutiva, desta vez de -6,50% para -6,10%, suas “apostas” para a retração da economia tupiniquim neste ano e (2) elevou, desta vez de 1,63% para 1,72%, sua previsão para a inflação, medida pelo IPCA em 2020, patamar ainda bem abaixo do centro da meta do BC (4,0%).

Contrariando os eco-chatos e os canalhas da nefasta impressa socialista tupiniquim, Paulo Guedes, brilhante ministro da economia, afirmou que “o Brasil alimenta o mundo preservando o meio ambiente”, ressaltando que a Amazônia é maior do que a Europa e que a soberania brasileira precisa ser respeitada.

Diante da restrição de operarem com apenas 30% de sua capacidade e por apenas 6 horas, a reabertura das academias de ginástica na cidade de SP, segundo empresas do setor, trará ainda mais prejuízos.

-    A Moderna subiu 14,6% na bolsa de NY, após a referida farmacêutica anunciar que passará a integrar o índice acionário Nasdaq 100 e que espera que sua vacina para o coronavírus receba aprovação de reguladores americanos.


Política:

Foi “solenemente e vergonhosamente ignorada” pela nefasta imprensa socialista tupiniquim a revelação de que Marcelo Odebrecht contou e provou, em sua delação premiada, que Dias Toffoli, ministro do STF e ex-advogado da organização criminosa petista, recebeu por vários anos propina de sua empreiteira.

Coberto de razão, Fernando Azevedo, ministro da Defesa, anunciou que vai entrar com uma representação na Procuradoria-Geral da República contra Gilmar Mendes, vagabundo, canalha e ministro do STF, que afirmou que o Exército está se associando a esse genocídio.

Aumentando o rombo das contas públicas, após quase 8 meses da aprovação da reforma da Previdência no Congresso Nacional, apenas 13 dos 27 estados mudaram brasileiros mudaram suas regras para que servidores se aposentem.

Desprezando Marina Silva, eterna candidata pelo seu partido, o senador Randolfe Rodrigues, do Rede, declarou que em 2022 apoiará a candidatura presidencial de Ciro Gomes, que além de maluco é atualmente filiado ao PDT.

Bandido profissional, dono do partido de aluguel Solidariedade e deputado Federal, Paulinho da Força, que apesar de estar solto já foi condenado a 10 anos de prisão pelo STF, é hoje o principal alvo de uma nova operação da Polícia Federal e do Ministério Público Eleitoral que investiga doações eleitorais não contabilizadas, de maneira dissimulada, durante as campanhas eleitorais dos anos de 2010 e 2012, no valor total de R$ 1,7mi.

Acusando o presidente de atacar a impressa, de fazer direcionamento ideológico de recursos no audiovisual, de más condutas na área ambiental e de ser responsável pela morte de mais de 70.000 brasileiros de coronavírus, Chico Buarque, Casagrande, CUT, UNE e uma penca de petistas vagabundos assinam mais um pedido de impeachment de Bolsonaro que será encaminhado hoje a Rodrigo Maia.

Lutando pela manutenção e ampliação de suas mordomias, João Otávio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça que ao que tudo indica acredita que dinheiro público nasce em árvore, defendeu a criação de um tribunal regional federal exclusivo para MG.

Em mais uma ação para prejudicar a imagem internacional do Brasil, o senador Fabiano Contarato, da Rede, denunciou o presidente Bolsonaro ao Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU alegando descaso na proteção dos índios.

Agindo de forma canalha, o TSE já listou até agora 26 razões distintas para recusar fichas de apoio ao Aliança pelo Brasil, o partido que o presidente Bolsonaro e seus aliados tentam montar.


Crítica:

Fã do coronavírus, Gavin Newsom, governador democrata e socialista da California que, assim como os governadores se prefeitos calhas do Brasil, quer usar a doença para prejudicar a economia e o presidente do seu país, decidiu voltar a fechar atividades internas em bares, restaurantes, igrejas e outros ambientes fechados dizendo que isto ajuda a conter coronavírus.


PAZ, amor e bons negócios;


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário