R.B. 29/JUN/20 "As 7 medidas mais idiotas e totalmente arbitrárias no combate ao coronavírus"


"As 7 medidas mais idiotas e totalmente arbitrárias no combate ao coronavírus"

São Paulo, 29 de junho de 2020 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, retornando à sua trajetória de alta após recuar -2,8% na semana passada e fechar o pregão de sexta-feira no menor patamar desde 16/JUN/20, beneficiada pela redução das tensões políticas tupiniquins, pela valorização das commodities e pela crescente entrada de novos investidores na bolsa brasileira e (2) o DÓLAR pode cair, iniciando sua trajetória descendente após 3 semanas seguidas de alta, seguindo o movimento internacional da moeda norte-americana e influenciado pela expectativa de aumento do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -2,2% (aos 93.834pts), seguindo a piora do "humor" nas principais bolsas mundiais, diante dos temores sobre os efeitos danosos de uma suposta segunda onda de coronavírus e de pesquisas, de confiança duvidosa, indicando que o democrata Joe Biden está à frente do republicano Trump na corrida eleitoral norte-americana e (2) o DÓLAR subiu 2,5% à R$ 5,46, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelos mesmos motivos que derrubaram a bolsa tupiniquim.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, China não teve pregão por conta de um feriado nacional e Japão 1,1%, acompanhando o movimento ascendente das bolsas de NY no dia anterior, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,1%, França -0,2% e Alemanha -0,7%, devolvendo os ganhos da abertura, causados por declarações otimistas do BC europeu, diante da piora do "humor" nas bolsas de NY e (3) dos EUA, realizando lucros recentes, principalmente nas ações dos bancos, como Goldman Sachs (-8,6%) e Wells Fargo (-7,4%), S&P -2,4%, DJ -2,8% e NASDAQ -2,6%, prejudicadas pelos temores de aumento dos casos de coronavírus, pela intensificação dos atritos entre Washington e Pequim e pela divulgação de pesquisas, de confiança duvidosa, colocando o democrata Joe Biden à frente do republicano Trump na corrida eleitoral do país.

Mostrando otimismo, Christine Lagarde, presidente do BC europeu, afirmou que acredita que o pior da crise do coronavírus já passou, mas ressaltou que o choque atual é o mais grave do que a crise financeira de 2008.

Vindo de uma semana considerada positiva e "inédita" por muitos após a aprovação do marco de saneamento básico, cujo avanço é visto como chance para que o País galgue rumo ao avanço das reformas, uma possível realização não seria de todo ruim. "Foi um raro momento. Foi uma vitória importante de articulação, e isso pode fazer com que o índice ande mais, mirando de novo os 100 mil pontos, mas não hoje", diz Eduardo Guimarães, especialista em ações da Levante Ideias de Investimentos.

Quando comprou o Unibanco, o Itaú criou o Itaú-Unibanco, quando comprou o BBA, o Itaú criou o Itaú-BBA, o que indica que após comprar a XP, apesar da "briga fake", o Itaú criará, mais dia menos dia, o Itaú-XP.

Após manter o comércio de rua fechado desde 24/MAR/20, neste final de semana a prefeitura do RJ permitiu a reabertura das lojas e, mostrando uma enorme demanda reprimida, as ruas do comercio popular carioca ficaram lotadas.

Por conta de uma decisão equivoca, e quiçá criminosa, das autoridades municipais e estaduais, já que toda as pesquisas indicam que as crianças são as menos afetadas pelo coronavírus, as escolas particulares de SP, que ao que tudo indica só reabrirão em SET/20, enfrentam uma gigantesca onda de inadimplência, que em MAI/20 superou os 21,3%, ante 8,4% auferido em MAI/19.

Também podendo ser creditado na conta de governadores e prefeitos canalhas, que permitem a abertura supermercados e o funcionamento de delivery mas proíbem os bares e restaurantes, 35% destes estabelecimentos já fecharam definitivamente suas portas em SP.

Como os bancões tupiniquins, usufruindo de um confortável oligopólio, podem se dar ao luxo de apenas emprestarem para quem querem e como querem, apesar das medidas do BC e do governo Bolsonaro para destravar crédito para empresas, pelo segundo mês seguido houve queda na concessão de novos empréstimos para pessoas jurídicas, com redução de -6,1% em MAI/20 na comparação com ABR/20.

Indicando que, com os sinais de reabertura, a situação começa a melhorar, nos 25 primeiros dias de JUN/20 13,5 milhões de trabalhadores brasileiros (o equivalente a 16,1% da população ocupada) estavam afastados do trabalho, patamar -3,1 milhões menor do que o registrado no mesmo período de MAI/20.

-    A Lufthansa caiu -6,2% na bolsa de Frankfurt, após a Ryanair ameaçar contestar na Justiça o pacote de socorro de 6bi de euros do governo alemão à aérea.


Política:

Fazendo jogo de cena e tomando uma atitude intervencionista, o Senado, ao invés de facilitar e desburocratizar a criação e a entrada de novos bancos no país, deve cotar esta semana o populista e inútil projeto de lei que limita os juros do cheque especial e do cartão de crédito durante a pandemia do novo coronavírus.

Canetinha de aluguel da organização criminosa petista, que trabalha diuturnamente para derrubar o presidente do Brasil, a Folha de SP, perdendo totalmente o caráter e a função jornalística para se tornar definitivamente um nojento panfleto partidário, divulgou uma pesquisa dizendo que 75% da população apoia a democracia, o que sim deve ser verdade, mas ressaltou na mesma manchete que Bolsonaro ameaça à democracia.

Agindo como um militante socialista, assim como sua colega de toga Carmen Lúcia, o ministro Luís Roberto Barroso, do STF, curtiu uma mensagem da IstoÉ com aspas para o deputado Kim Kataguiri, que acusa o presidente Bolsonaro de desejar um golpe autoritário e fechar o STF e Congresso.

Perdendo cada dia mais força e moral na esquerda, a organização criminosa petista foi criticada após Fernando Haddad, poste de bandido, afirmar, durante um evento virtual, que Lula mercê ter seus diretos políticos resgatados.

Aplaudido por canalhas como Luciano Huck, Marina Silva, Flávio Dinho, FHC, Ciro Gomes e Haddad, o criminoso, anarquista e terrorista Guilherme Boulos, do PSOL, afirmou que é preciso unidade em torno do movimento "fora, Bolsonaro".

Em mais um grave ataque às liberdades de expressão, Alexandre de Moraes, ex-advogado do PCC e atualmente ministro do STF, mandou a Polícia Federal prender o jornalista Oswaldo Eustáquio simplesmente por ele ter defendido o presidente Bolsonaro e criticado a referida suprema corte tupiniquim.


Crítica:

"As 7 medidas mais idiotas e totalmente arbitrárias no combate ao coronavírus" até agora foram, (1) rodizio de carros par e ímpar, que lotou o transporte coletivo, (2) fechar as praias, prejudicando o aumento da imunidade e a redução do stress, (3) fechar piscina de condomínios, ignorando que o cloro mata o vírus, (4) fechar parques e praças enquanto ônibus e supermercados sempre foram liberados, (5) reduzir o horário de funcionamento dos shoppings, aumentando a aglomeração, (6) fechar restaurantes e cafés, mantendo o funcionamento dos delivery e de seus respectivos entregadores e (7) fechar escolas, já que crianças saudáveis são praticamente imunes à doença.


PAZ, amor e bons negócios;


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário