R.B. 2/ABR/20 "Um país tão deplorável, socialista e ruim quanto Cuba e Venezuela"



"Um país tão deplorável, socialista e ruim quanto Cuba e Venezuela"

São Paulo, 2 de abril de 2020 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, tentando iniciar um movimento de recuperação após 2 pregões seguidos de queda, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, diante da divulgação de novas medidas para combater a retração econômica causada pelo coronavírus e (2) o DÓLAR pode cair, em um “ajuste técnico” após fechar o pregão anterior no maior patamar da história, influenciado pela esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim, pela trajetória internacional da moeda norte-americana e pelos leilões de venda do BC.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -2,8%, influenciada pelas fortes perdas das principais bolsas mundiais, pelo recuo das commodities e pelo surgimento e fortalecimento de ideias socialistas, estatizantes e até anarquistas para se combater a crise econômica causada pelo coronavírus e (2) o DÓLAR subiu 1,3% à R$ 5,26, ampliando os ganhos acumulados no ano (30,7%), diante da manutenção do “humor negativo” na bolsa tupiniquim e da trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -4,5% e China -0,6%, com a crise do coronavírus se sobrepondo à divulgação de dados auspiciosos do setor industrial chinês, (2) da EUROPA, Inglaterra -3,8%, França -4,3% e Alemanha -3,9%, com destaques de queda para as ações dos bancos, Lloyds (-11,7%), Barclays (-11,9%), Deutsche Bank (-6,2%), Crédit Agricole (-5,2%) e BBVA (-6,5%), diante de orientações de autoridades da região para que estas instituições não paguem dividendos e (3) dos EUA, S&P -4,4%, DJ -4,4% e NASDAQ -4,4%, prejudicadas pela piora das perspectivas de recessão do pais diante das projeções de que mais de 200.000 norte-americanos podem morrer de coronavírus nas próximas semanas.

“Alimentando as teorias conspiratórias”, o índice de gerentes de compras industrial chinês subiu de 40,3pts em FEV/20 para 50,1pts em MAR/20, indicando que a manufatura da segunda maior economia do mundo já retomou a expansão após o país se livrar rapidamente do coronavírus.

Bastante pessimista, Eric Rosenfren, presidente da distrital do FED (“BC” norte-americano) de Boston, afirmou que, devido aos impactos da pandemia do coronavírus, a economia dos EUA deve ter 2 trimestres de contração e a recessão global pode ser muito forte, com retração dos preços das commodities.

Com o objetivo de estimular a manutenção de emprego e da renda durante a pandemia do coronavírus, o governo Bolsonaro já (1) sancionou o projeto de lei que cria um auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores autônomos e informais, (2) criou uma linha de crédito para financiar a folha de pagamento de pequenas e médias e empresas com juros de 3,75% ao ano, (3) flexibilizou regras trabalhistas na concessão de férias e banco de horas e (4) autorizou, pelos próximos 3 meses, o adiamento do pagamento do FGTS, a diminuição da jornada de trabalho, a redução dos salários em até -70% e a suspensão dos contratos de trabalho.

Fazendo um importante alerta, a agencia de classificação de risco Fitch “avisou” que a concentração do sistema financeiro nos 5 maiores bancos do país (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander) vai aumentar, já que eles serão responsáveis pela maior parte de distribuição dos recursos vindos do governo como forma de incentivar a economia e combater a crise do coronavírus.

Bastante prejudicadas pela crise do coronavírus, as vendas de veículos novos no Brasil caíram -18,6% em MAR/20 na comparação com FEV/20 e, segundo projeções das concessionárias, que em sua grande maiores estão fechadas, ABR/20 deve ser ainda pior.

Animado com o aumento das vendas internas, Lorival Luz, presidente-executivo e CEO da BRF, afirmou que as pessoas podem deixar de comprar carro, roupas ou televisão por um mês ou mais, mas ninguém pode passar um dia sem comer.

Com as fronteiras e portos do mundo todo se fechando, em MAR/20 as exportações tupiniquins de carne de frango, de carne suína e de carne bovina recuaram respectivamente -14%, -11% e -7% na comparação com FEV/20.

Caminhando rapidamente para se tornar, moralmente, ideologicamente e economicamente, “um país tão deplorável, socialista e ruim quanto Cuba e Venezuela”, a Argentina, governada pela organização criminosa Kirchner, anunciou ontem a proibição das demissões sem justa causa pelos próximos 60 dias.

Política:

Ontem, em entrevista por telefone ao apresentador Datena, o presidente Bolsonaro afirmou que o Brasil pode entrar em depressão econômica, que é bem pior que recessão, se o país ficar parado por mais de 3 meses.

Representante da ala bolsonarista, o deputado federal Carlos Jordy, do PSL, cobrou de Rodrigo Maia, nefasto presidente da Câmara, uma posição sobre os inúmeros projetos que propõe a destinação do fundo eleitoral deste ano para o enfrentamento ao coronavírus.

Espertalhão, Luciano Huck, apresentador de TV e virtual candidato à sucessão de Bolsonaro em 2022, tem se mantido alheio aos debates políticos, cuja temperatura cresce junto com a curva de mortos e contaminados pelo coronavírus.

Com os parlamentares tupiniquins mostrando o mínimo de racionalidade, foi retirada da pauta a proposta esdrúxula e socialista do nefasto Dias Toffoli, presidente do STF e ex-advogado da organização criminosa petista, de suspender o pagamento de aluguel dos trabalhadores demitidos ou que sofrem cortes de salários por conta do coronavírus.

Ibaneis, governador do DF, decidiu, claramente de maneira precipitada, política e populista, prorrogar por mais 2 meses o regime de quarentena, ato que pode ser seguido por outros governadores do país.

Crítica:

Com medo de que os dispensários sejam fechados, além de papel higiênico e comida, produtos de maconha têm entrado na lista de itens estocados pelos norte-americanos durante a quarentena do coronavírus.

Mostrando coragem para negar a prisão domiciliar de bandidos, o brilhante desembargador Alberto Anderson Filho, do Tribunal de Justiça de SP, afirmou que apenas os ocupantes de estação espacial internacional não estão sujeitos à contaminação pelo coronavírus.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário