R.B. 10/MAR/20 "Sem esconder a alegria"



"Sem esconder a alegria"

São Paulo, 10 de março de 2020 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, iniciando um movimento de recuperação das perdas acumuladas no ano (-25,6%) e no mês (-17,4%), acompanhando a melhora do “humor” nas demais bolsas mundiais e influenciada positivamente pelas medidas de estímulos adotadas para atenuar o impacto do coronavírus na economia e (2) o DÓLAR pode cair, em um “ajuste técnico” após avançar 17,8% no ano e 5,2% no mês, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e com exportadores, investidores e especuladores aproveitando o elevado patamar para vendas.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA despencou -12,2%, para fechar o pregão registrando a maior baixa diária desde 10/SET/98, acompanhando as fortes perdas das demais bolsas mundiais e das commodities, prejudicada pelo aumento da tensão política tupiniquim e influenciada negativamente pela crise que se instalou na XP investimentos, maior corretora do Brasil e (2) o DÓLAR subiu 2,0% à R$ 4,72, seguindo a piora do “humor” na bolsa tupiniquim e a trajetória internacional da moeda norte-americana, mesmo diante dos leilões de venda do BC.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -5,1% e China -3,1%, prejudicadas pela intensificação das tensões globais e pela revisão do PIB japonês, que sofreu contração anualizada de -7,1% entre OUT/19 e DEZ/19, maior do que a inicialmente estimada, (2) da EUROPA, com os investidores assustados pelo rápido avanço do coronavírus no velho continente, Inglaterra -7,7%, França -8,4% e Alemanha -7,9%, com destaques de queda para as ações de empresas de comodities, como as mineradoras Glencore (-12,3%) e BHP (-16,6%) e (3) dos EUA, registrando as maiores perdas diárias desde 2008, S&P -7,6%, DJ -7,8% e NASDAQ -7,3%, temendo os impactos do coronavírus na economia global e a guerra do petróleo entre Arábia Saudita e Rússia.

O petróleo despencou -24,1%, reagindo ao fracasso da reunião do cartel da OPEP, que pretendia cortar a produção, e ao choque de oferta de petróleo anunciado no fim de semana pela Arábia Saudita, em disputa com outro grande produtor, a Rússia.

Tomando uma atitude concreta para estimular a economia, nos EUA (1) Trump, presidente do país e CPT do mundo, foi à TV dizer que estão superdimensionando a letalidade do coronavírus e (2) o FED (“BC” norte-americano) anunciou um aumento de 50% do montante dos empréstimos de curtíssimo prazo que oferece aos mercados monetários.

Um pouco mais pessimista que na semana passada, o “mercado” (1) reduziu, desta vez de 2,17% para 1,99%, suas “apostas” para o crescimento da economia tupiniquim em 2019 e (2) elevou, agora de 3,19% para 3,20%, suas expectativas para a inflação medida pelo IPCA neste ano, patamar ainda bem abaixo do centro da meta do BC (4,0%).

Tentando acalmar os investidores, Bruno Serra, diretor de Política Monetária do BC, ressaltou que o câmbio tem tido comportamento "disfuncional" e prometeu que as intervenções no mercado cambial durarão o tempo "que for necessário" para funcionamento regular do mercado de câmbio.

Queridinho dos bandidos, Meirelles, ex-ministro dos governos da organização criminosa petista, afirmou, em uma entrevista animada pela canetinha de aluguel da Folha de SP,  que a venda de reservas cambiais só deve ser acionada para suprir escassez de dólares localizada, não para moderar a alta da moeda.

Sem esconder a alegria”, Luiz Barsi Junior, maior investidor pessoa física da bolsa tupiniquim, afirmou, com seu sorriso no canto do rosto, que quedas como as ocorridas ontem são grandes oportunidades para comprar barato ações de boas empresas.

-    A XP despencou -14,1% na bolsa de NY, fechando aos USD 26,64, patamar abaixo do seu IPO (USD 27,00), com os investidores assimilando de forma bastante negativa a denúncia de fraude contábil que a empresa é alvo, agora por 5 diferentes escritórios de advocacia dos EUA.

Política:

Apagando, como sempre, o fogo com gasolina, Bolsonaro afirmou ontem que em breve apresentará provas de que teve votos para vencer a eleição de 2018 em primeiro turno e que só foi levado a disputar o pleito diretamente com o petista Haddad por fraude nas urnas eletrônicas.

Faltando poucos dias para as manifestações convocadas em apoio ao seu governo e contra os bandidos do STF e do Congresso, Bolsonaro afirmou que a população não quer o Parlamento como "dono do destino de R$ 15bi" do Orçamento.

Criando seu primeiro atrito com sua nova secretária, ontem o Palácio do Planalto anulou a nomeação de Maria do Carmo Brant de Carvalho, escolhida por Regina Duarte para comandar a Secretaria da Diversidade Cultural.

Nanico eleitoral e gigante no lobby, Paulo Skaf, presidente da Fiesp, comunicou para as lideranças do MDB que está com um pé fora da legenda e, segundo rumores, seu destino mais provável dele é o Aliança, partido que Bolsonaro está criando.

Publicado na semana passada, o decreto de Bolsonaro com novas regras para uso de jatinhos da FAB garantiu o benefício ao vice-presidente da República, ministros de Estado, comandantes militares e presidentes do Senado, da Câmara e do STF.

Crítica:

Organização terrorista à serviço da organização criminosa petista, o MST levou cerca de 3 mil integrantes para ocupar e depredar uma área do Ministério da Agricultura, em Brasília, na manhã de ontem.

Heróis nacionais, os procuradores da força-tarefa de Curitiba concederão entrevista à imprensa na tarde de hoje para fazer um balanço de 6 anos da Lava Jato.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário