R.B. 1/NOV/19 "Mais burro que uma porta"



"Mais burro que uma porta"

São Paulo, 1 de novembro de 2019 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, ampliando a valorização acumulada no ano (22,0%), beneficiada pela valorização das commodities, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e impulsionada pela crescente entrada de novos investidores, principalmente internos, na bolsa tupiniquim por conta do baixo patamar da taxa básica de juros e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, após recuar -3,5% em OUT/19, influenciado pelo “humor positivo” na bolsa tupiniquim e pela expectativa de elevação do fluxo de recursos externos oriundos de captações e destinados ao megaleilão do pré-sal.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,1%, realizando lucros recentes, após sucessivos recordes históricos de alta, acompanhando o viés negativo das bolsas de NY, prejudicada pelo recuo das commodities e pelas declarações estúpidas de deputado Eduardo Bolsonaro e (2) o DÓLAR subiu 0,5% à R$ 4,01, em um “ajuste técnico” após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 13/AGO/19, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também influenciado pela expectativa de redução ainda maior do diferencial entre os juros tupiniquim e dos EUA.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 0,4%, com as exportadoras beneficiadas pela desvalorização da moeda local (iene) frente ao dólar e as varejistas impulsionadas pelo anuncio do BC local de que pode tomar medidas de relaxamento adicionais e China -0,3%, prejudicada pela divulgação do índice de gerentes de compras do setor industrial, que de 49,8pts em SET/19 para 49,3pts em OUT/19, ficando abaixo da marca de 50 que indica contração pelo sexto mês consecutivo, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,1%, França -0,6% e Alemanha %, influenciadas negativamente pela divulgação de resultados corporativos piores do que o esperado, como do BNP Paribas (-1,2%) e da Shell (-4,1%), e pelo recuo das commodities e (3) dos EUA, realizando lucros após o S&P fechar o pregão anterior no maior patamar da história, S&P -0,3%, DJ -0,5% e NASDAQ -0,1%, pressionadas pela cautela sobre a possibilidade de um acordo comercial abrangente entre Pequim e Whashigton e pela redução do o índice de atividade industrial de Chicago, de 47,1pts em SET/19 para 43,2pts em OUT/19, tingindo a mínima desde DEZ/15 e contrariando a previsão de alta para 48,5pts.

Para tirar as dúvidas sobre o andamento das discussões entre Washington e Pequim após o Chile cancelar evento da Apec que estava marcado para meados de NOV/19, o Ministério do Comércio da China anunciou que dará continuidade a negociações comerciais de alto escalão com os EUA, ressaltando que tudo segue como originalmente planejado.

Dando continuidade à sua estratégia de promover um ajuste fiscal para reequilibrar as contas do governo e permitir uma redução da dívida do país, Paulo Guedes, brilhante ministro da Economia, vai propor ao Congresso Nacional a liberação de R$ 220bi que estão sendo subutilizados em fundos públicos.

Com a taxa básica de juros da economia tupiniquim em 5,0%, o que representa o menor patamar da história, a poupança, que rende 70% da Selic, o que atualmente dá 3,5% ao ano, deve passar a perder da inflação e assim ter juro real negativo a partir de NOV/19.

Apresentando mais um sinal positivo da economia tupiniquim, no terceiro trimestre de 2019, mesmo com mais pessoas em busca de trabalho, a taxa de desemprego do país ficou em 11,8%, patamar inferior ao auferido no segundo trimestre (12,0%) e também menor que o resultado do mesmo período de 2018 (11,9%).

Ontem, 1 dia após anunciar que lucrou R$ 6,5bi no terceiro trimestre de 2019, o Bradesco “avisou” que, com o objetivo de reduzir custos operacionais, vai fechar 300 agencias em 2020, o que representa cerca de 10% dos seus atuais pontos de atendimento.

Começando a impulsionar o preço do açúcar, que atualmente está valendo cerca de 1/2 do que valia em 2016 e 1/3 do que valia em 2010, a Índia anunciou que passará a adicionar uma mistura de 10% de álcool à gasolina até 2023.

-    A Vale perdeu -2,9%, repercutindo a queda nos preços do minério de ferro no mercado chinês e alguma cautela do investidor ante o acionamento preventivo do protocolo de emergência na barragem de Forquilha IV, em Ouro Preto.
-    A Fiat subiu 8,2% na Bolsa de Milão, após o anúncio uma fusão com o grupo PSA, fabricante das marcas Peugeot, cujas ações despencaram -12,9% em Paris.
-    A Apple subiu 2,3% e o Facebook ganhou 1,8%, ambas na bolsa de NY, depois que as duas divulgaram números melhores que o esperado em seus balanços.

Política:

“Mais burro que uma porta”, o deputado Federal Eduardo Bolsonaro, cuja grande realização própria na vida foi ter aprendido a fritar hambúrguer nos EUA, defendeu a possibilidade de adoção de uma espécie de AI-5 pelo governo, na hipótese de ocorrer uma radicalização da esquerda, o que obviamente foi contestado, criticado e repudiado por cerca de 99% da população tupiniquim, inclusive seu pai, o presidente Jair Bolsonaro.

Cedendo às pressões políticas e assim desagradando a maioria dos seus filiados, o partido NOVO decidiu, através de sua Comissão de Ética, suspender a filiação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, alegando que sua conduta à frente da pasta é contrária à agenda do partido na área ambiental.

Como já era de se esperar, Gilmar Mendes, ministro do STF e amigo de 99,9% dos corruptos do país, mandou soltar o casal Garotinho, mesmo diante do relato de uma testemunha que diz ter sido ameaçada.

Sem disposição para cortar privilégios, mas também sem moral para conseguir novas mordomias, ontem a CCJ da Câmara cancelou a instalação de uma subcomissão para debater a reforma política.

Em uma guerra cada vez mais aberta contra a nefasta imprensa socialista tupiniquim, ontem Bolsonaro (1) afirmou que a TV Globo faz um jornalismo canalha e sem escrúpulos e (2) determinou que todo governo Federal cancele assinaturas do jornal Folha de SP.

Comprovando, pela enésima vez, a necessidade de se reduzir o tamanho da máquina pública tupiniquim, segundo um estudo feito pela Firjan, em 35% dos municípios brasileiros a receita arrecadada com impostos não paga as contas da prefeitura e dos vereadores.

Crítica:

Apesar do poste de Cristina Kirchner ter visitado Lula na cadeia e ter pedido sua soltura no seu discurso de vitória, Macri, o babaca que perdeu as eleições presidenciais da Argentina, criticou os comentários de Bolsonaro contra Alberto Fernández, presidente eleito, alegando que eles foram “inapropriados”.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário