R.B. 3/OUT/19 "Como se fosse melhor atirar na testa"



"Como se fosse melhor atirar na testa"

São Paulo, 3 de outubro de 2019 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, acompanhando a melhora do “humor” nas principais bolsas mundiais, beneficiada pela recuperação dos preços das commodities e em um “ajusta técnico” após recuar -3,6% nos 2 primeiros pregões de OUT/19 e (2) o DÓLAR pode cair, influenciado pela manutenção dos leilões de venda do BC e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -2,9%, para fechar o pregão registrando a maior baixa diária desde 14/AGO/19, com bom volume de negócios (R$ 17bi), influenciada negativamente para manutenção da trajetória descendente das principais bolsas mundiais, em meio ao aumento dos temores de desaceleração mais forte da economia global, e prejudicada pela desidratação, de cerca de -10%, da reforma da Previdência aprovada ontem à noite em primeiro turno no Senado e (2) o DÓLAR caiu -0,7% à R$ 4,13, revertendo os ganhos da abertura, quando na máxima atingiu R$ 4,18, diante dos fortes e intensos leilões de venda promovidos pelo BC.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, China permaneceu fechada por conta dos feriados da "semana dourada", que se estenderá até dia 7/OUT/19 e Japão -0,5%, influenciada por temores renovados de desaceleração da economia global, (2) da EUROPA, Inglaterra -3,2%, França -3,1% e Alemanha -2,8%, prejudicadas pela divulgação do índice de gerentes de compras da construção britânica, que caiu de 45,0pts em AGO/19 para 43,3pts em SET/19, atingindo a mínima desde ABR/09, e pela redução, de 0,8% para 0,5%, das “apostas” de crescimento do PIB alemão neste ano e (3) dos EUA, S&P -1,8%, DJ -1,9% e NASDAQ -1,6%, pressionadas pelo índice das condições empresariais de NY, que recuou a 42,8pts em SET/19 e assim atingiu o menor patamar em mais de 40 meses, e pelo anúncio de que a Organização Mundial do Comércio autorizou o país a retaliar a União Europeia por subsídios à Airbus.

Destacando a privatização das estatais, o refinanciamento das dívidas das empresas a taxas menores, o ainda baixo patamar atual da bolsa tupiniquim quando dolarizada (-43% aquém do topo atingido em 2008) e o andamento das reformas, o economista Daniel Shevach afirmou que, apesar de ser arriscado, é possível vislumbrar uma ótima oportunidade de investimento nos ativos brasileiros.

Mostrando bastante otimismo com o futuro do país, o setor de distribuição de veículos do Brasil elevou, de 17,6% para 34,0%, suas projeções para o crescimento das vendas de caminhões novos em 2019.

Com a Petrobrás cada dia mais livre das garras da organização criminosa petista, ontem a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis anunciou que em AGO/19 a produção nacional de petróleo no Brasil chegou a 2,989 milhões de barris por dia, o que representa o maior patamar da história e um crescimento de 7,7% na comparação com o mês anterior.

Viciado por caminhões e automóveis, que são ineficientes e caros, o Brasil, segundo um estudo feito pela Confederação Nacional do Transporte, usa apenas 30,9% de sua malha fluvial potencialmente navegável, desperdiçando 44 mil quilômetros de rios que poderiam ser utilizados para navegação comercial.

Política:

Criando dificuldades para vender facilidades, Davi Alcolumbre, presidente do Senado, está mudando o discurso e agora diz que a votação da reforma da Previdência, em segundo turno, pode ficar para a segunda quinzena do mês.

Confirmando mais uma vez que Bolsonaro não se importa em trabalhar com pilantras, o porta-voz do presidente “avisou” ontem que o senador emedebista Fernando Bezerra Coelho, que é alvo de investigações da Polícia Federal, será mantido como líder do governo no Senado.

Seguro de que a população tupiniquim se comportará como cordeiros ao caminho do abate, Dias Toffoli, presidente do STF, ex-advogado do PT e agora amigo de Bolsonaro, deve pautar já na próxima semana o julgamento do fim da prisão depois de condenação em segunda instância e da suspeição de Sergio Moro nos processos de Lula.

Sem nenhuma vergonha em sua cara de pau, Dias Toffoli afirmou, em um claro recado aos heróis da operação Lava Jato, que sem o STF não haveria combate à corrupção no Brasil.

Dando mais um sinal de que foi feito um “acordão” para livrar bandidos, na festa dada ontem à noite por Augusto Aras, para comemorar sua posse como novo PGR, estavam presentes Dias Toffoli, presidente do STF, e Frederick Wassef, o advogado de Flávio Bolsonaro.

Crítica:

Como se fosse melhor atirar na testa”, Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, foi duramente criticado pela nefasta imprensa socialista global, e obviamente também tupiniquim, ao recomendar que a polícia norte-americana atire nas pernas dos imigrantes ilegais que tentarem fugir ao serem pegos cruzando a fronteira do seu país com o México.

Rasgando dinheiro público, existem 289 imóveis que o governo federal mantém em Brasília sem que ninguém esteja morando ou fazendo uso.

Canetinha de aluguel da organização criminosa petista, a cientista política Maria Hermínia Tavares de Almeida decretou, em sua coluna da Folha de SP, que “a Lava Jato naufragou” sob o peso de atitudes de procuradores justiceiros, de um juiz vaidoso e politicamente comprometido e de um ex-procurador-geral destemperado.

Como fruto do trabalho competente do ministro Moro, o Brasil registra uma queda de -22,6% nas mortes violentas nos primeiros 7 meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2018.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário