R.B. 24/SET/19 "Obrigados a correr mais risco"



"Obrigados a correr mais risco"

São Paulo, 24 de setembro de 2019 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, ampliando os ganhos acumulados no ano (19,1%), beneficiada pelas perspectivas positivas para a economia tupiniquim, com aumento do lucro das empresas, controle da inflação e juros cada vez menores e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo uma pequena parte da alta acumulada no ano (7,5%), influenciado pelos leilões de venda do BC e pelo fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,2%, devolvendo uma pequena parte dos ganhos auferidos na semana passada (1,3%), acompanhando o movimento descendente das bolsas europeias e a instabilidade das bolsas de NY e prejudicada pelo recuo das commodities, em um pregão com baixo volume de negócios (R$ 11,0bi) e (2) o DÓLAR subiu 0,4% à R$ 4,17, para fechar o pregão no maior patamar em 20 dias, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelo “humor negativo” na bolsa tupiniquim.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão não houve negócios nesta segunda devido a um feriado nacional e China -1,0%, com investidores assumindo postura cautelosa em meio às novas incertezas da disputa comercial entre as 2 maiores economias do mundo, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,3%, França -1,0% e Alemanha -1,0%, prejudicadas pela divulgação dos índices de gerentes de compras da zona do euro e da economia alemã, que apresentaram resultados fracos e aquém do esperado e (3) dos EUA, recuperando quase todas as perdas da abertura, para fecharem próximas da estabilidade, S&P -0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ -0,1%, divididas os sinais negativos da economia europeia e declarações de dirigente do FED (“BC” local) favoráveis ao aumento dos estímulos econômicos.

Contrariando o que diz a nefasta imprensa socialista tupiniquim, o prestigiado banco de investimentos Goldman Sachs divulgou um relatório ressaltando que, por conta da eleição de Bolsonaro, este é o momento de comprar ações no Brasil para ainda aproveitar o rali criado pelo ambiente de cortes de juros no país.

“Apostando” no Brasil, o também prestigiado banco de investimentos Morgan Stanley ressaltou que a revisão dos lucros das empresas brasileiras apresentou vasta melhora e que isto aumenta o otimismo em torno da atividade econômica doméstica tupiniquim.

Calando os eco-chatos, Ewout Steenbergen, vice-presidente executivo da agencia de classificação de riscos S&P Global, afirmou que a suposta crise ambiental da Amazônia é um caso isolado e não afastará investimentos externos do Brasil.

Hoje serão divulgados a ata do Copom e o IPCA-15 de SET/19, que devem corroborar com o quadro de inflação comportada e abrir espaço para mais cortes da taxa básica de juros da economia tupiniquim.

Usando metáforas da dança para dizer que “é preciso acertar o passo”, Paulo Guedes, ministro da Economia, “avisou” que o governo deve apresentar sua proposta para a reforma tributária na próxima semana ao Congresso Nacional.

Confirmando a urgência da reforma tributária, o deputado Aguinaldo Ribeiro afirmou que temos no Brasil um sistema tributário que é um monstro com 390 mil normal que atrapalha a competitividade do país e ainda carrega resquícios do período de hiperinflação.

Ao invés de ser privatizado, o Banco do Brasil confirmou ontem a assinatura de um memorando de entendimento com o suíço UBS para formação de uma parceria das instituições na área de banco de investimento e corretora de valores no Brasil e outros países da América do Sul.

Entrando na “briga” pelos Agentes Autônomos de Investimentos, que por conta de uma inexplicável legislação tupiniquim são obrigados a trabalharem com apenas uma corretora, a Porto Seguro anunciou que lançará no mercado a primeira plataforma digital com soluções integradas em investimentos, seguros e crédito.

Ciente de que, com a taxa básica de juros no menor patamar da história (5,5% ao ano), os investidores tupiniquins serão praticamente “obrigados a correr mais risco”, Reinaldo Le Grazie, ex-diretor de política monetária do BC, se uniu à gestora de recursos Panamby Capital para lançar um novo fundo multimercado com foco em inovação.

-    A Mastercard e Visa já subiram no ano respectivamente 30% e 45% na bolsa de NY, mostrando ser uma excelente aposta para seus investidores, apesar de todas as preocupações com o crescimento mundial, as guerras comerciais e a volatilidade nos mercados.

Política:

Sem medo de bater de frente com socialistas e eco-chatos, Bolsonaro, no discurso que fará hoje na abertura da Assembleia Geral ONU, dirá que sua eleição frustrou a expectativa internacional por mais demarcações no Brasil.

Hoje, com a matéria dando seus últimos passos no Congresso Nacional, haverá a votação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e amanhã a votação será no plenário da Casa.

Senadores do grupo “Muda, Senado”, que claramente não tem “rabo preso”, convocaram manifestação para amanhã, na Praça dos Três Poderes, principalmente pela instalação da CPI da Lava Toga e pela análise dos pedidos de impeachment de ministros do STF.

Obviamente sem citar as inúmeras vezes que ele exaltou terroristas, assassinos e ditadores como Fidel Castro, Che Guevara e Muamar Kadafi, ontem Lula, o maior bandido da história do Brasil, afirmou, em mais uma entrevista para seus canetinhas de aluguel, que “ninguém gosta de lambe-botas”, ao comentar a relação de Bolsonaro com Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo.

Com potencial para anular uma boa parte das condenações da Lava Jato, Dias Toffoli, presidente do STF e ex-advogado do PT, pautou para amanhã a discussão sobre as chamadas alegações finais, que é a última fase de um processo antes da sentença.

Confirmando que, em nome dos seus ideais, faz aliança até com socialistas, o NOVO se uniu com a REDE e o PSL para tentar barra, Assembleia de SP, o projeto do governador, lobista e tucano João Doria, que dá 25% desconto no ICMS para montadoras que invistam R$ 1bi e criarem 400 empregos no estado.

Mostrando que o presidente só perde ao se aliar com os bandidos do MDB, a Polícia Federal informou ao ministro Luís Roberto Barroso, do STF, que encontrou no gabinete do líder do governo de Jair Bolsonaro no Senado, o emedebista Fernando Bezerra Coelho, dados relacionados aos fatos investigados na Operação Desintegração, deflagrada na última quinta-feira.

Sem cansar de se aliar a bandidos e assim decepcionar seus eleitores, o presidente Bolsonaro condecorou Rodrigo Maia, o nefasto presidente da Câmara que é conhecido como Botafogo nas planilhas de propina da Odebrecht, com a Ordem de Mérito Aeronáutico.

Quem defende bandido é idiota ou cúmplice, e é fácil ter certeza que o Congresso Nacional é lotado de cúmplices, já que lá não tem idiota, após uma reportagem de um canetinha de aluguel da organização criminosa petista revelar que 40 gabinetes dos deputados em Brasília têm cartazes dizendo “Lula Livre”.

Crítica:

A nefasta imprensa socialista que no Brasil usa a morte de uma criança para atacar o pacote anticrime de Sergio Moro, é a mesma que nos EUA usa uma criança desequilibrada para propagar a mentira de que o homem interfere no clima da terra.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário