R.B. 8/AGO/19 "Lula permanecerá confortavelmente detido na cela VIP de Curitiba"



"Lula permanecerá confortavelmente detido na cela VIP de Curitiba"

São Paulo, 8 de agosto de 2019 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, beneficiada pela redução das tensões externas, pela valorização das commodities e pela aprovação final da reforma da Previdência na Câmara, com uma economia de R$ 933bi em 10 anos e (2) o DÓLAR pode cair, respeitando a “resistência” dos R$ 4,00, seguindo a esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pelos leilões de venda anunciados pelo BC.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,6%, recuperando as perdas da abertura, quando na mínima recuou -1,7%, acompanhando a melhora do “humor” nas principais bolsas mundiais, beneficiada pelo bom desempenho das ações dos bancos e impulsionada pelas expectativas, confirmadas após o fechamento do pregão, de aprovação final da reforma da Previdência em segundo turno na Câmara e (2) o DÓLAR subiu 0,5% à R$ 3,97, se descolando da melhora do “humor” na bolsa tupiniquim, para fechar no maior patamar desde 30/MAI/19, diante de renovadas preocupações de recessão na economia mundial, após indicadores fracos da indústria na Alemanha e 3 BCs asiáticos cortarem juros, alguns deles de forma inesperada.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,3% e China -0,3%, prejudicadas principalmente pelas perdas entre as ações das empresas exportadoras, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,4%, França 0,6% e Alemanha 0,7%, recuperando parte das fortes perdas desde a semana passada, beneficiadas pela divulgação de bons resultados corporativos e (3) dos EUA, sem uma tendência única, S&P 0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ 0,4%, divididas entre a percepção de agravamento das tensões comerciais entre Pequim e Washington e expectativa de novos estímulos monetários por parte dos principais BCs mundiais

“Jogando para a torcida”, Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, voltou a atacar o FED (“BC” norte-americano), taxando a autoridade monetária do seu país como "incompetente" por manter, em sua percepção, os juros mais elevados do que deveriam.

Em meio à nova e rápida escalada das tensões comerciais e aos temores de desaceleração da economia global, o BC da Reserva da Nova Zelândia e o BC da Índia cortaram ontem as suas taxas básicas de juros, para respectivamente 1,0% e 5,40% ao ano.

Destaque de qualidade entre grandes bancos internacionais, o Credit Suisse recomenda a venda de moedas emergentes e o Brown Brothers Harriman vê as divisas da região permanecendo "sob severa pressão".

“Apostando” na recuperação da economia tupiniquim, o grupo chinês CR20 anunciou ontem que tem interesse em 3 obras prioritárias do governo de SP, que somadas têm custo total de pelo menos R$ 22bi.

Embora tenha participado de um acordo para que só um projeto de reforma tributária tramite no Congresso, o Ministério da Economia não vai mudar a estratégia de apresentar proposta própria para reestruturar a arrecadação e distribuição de impostos, com a manutenção de uma espécie de CPMF ampliada.

Dando um ainda tímido sinal de recuperação, em JUN/19 o volume de vendas do varejo brasileiro cresceu 0,1% na comparação com MAI/19, acumulando com isto uma elevação de 1,1% nos últimos 12 meses.

-    O Itaú subiu 3,7% e o Santander ganhou 2,9%, devido à elevação da recomendação de compra para as ações dos referidos bancos feita pelo Morgan Stanley.
-    A Walt Disney recuou -4,9% na bolsa de NY, após a companhia registrar queda significativa no lucro no terceiro trimestre fiscal.

Política:

Ontem, com o apoio de Rodrigo Maia, o nefasto presidente da Câmara, que inclusive foi elogiado pela organização criminosa petista, e a escabrosa interferência do STF, que de forma irregular atuou como vara de execuções penais, foi decidido que “Lula permanecerá confortavelmente detido na cela VIP de Curitiba”, contrariando uma decisão da juíza do caso.

Dando uma importante vitória para o governo Bolsonaro e principalmente para o Brasil, ontem a Câmara dos deputados concluiu a votação em segundo turno da reforma da Previdência que, com a rejeição das mudanças no texto, trará uma economia de R$ 933bi em 10 anos e agora será encaminhada para análise do Senado.

Recebendo o apoio e a simpatia de pastores picaretas, como Edir Macedo, Silas Malafaia, R.R. Soares e Estevam Hernandes, Bolsonaro, em mais um aceno à igreja evangélica, descartou a criação de novas taxas e defendeu maior simplificação na prestação de contas de templos religiosos.

Ciente de que existe muita sujeira embaixo do tapete, o senador Jorge Kajuru, do PSB de Goiás, conseguiu apoio de 50 colegas para apresentar um requerimento de criação de uma CPI para investigar o Comitê Olímpico Brasileiro e a Confederação Brasileira de Futebol.

Socialista de carteirinha, que agora finge ser de direita, Augusto Aras se isolou na bolsa de apostas sobre a indicação do presidente Bolsonaro para o próximo comandante da Procuradoria Geral da República.

Obviamente preocupando a organização criminosa petista, Eike Batista, que já foi considerado por Lula o “Ronaldinho dos negócios”, foi novamente preso hoje em um desdobramento da Operação Lava Jato no RJ.

Após ser chamado, por um bandido do PT, de “office-boy desse modelo de desenvolvimento que quer destruir os recursos naturais”, Ricardo Salles, brilhante ministro do Meio Ambiente, rebateu na mesma moeda citando o assassinato de Celso Daniel e, coberto de razão, abandonou a audiência pública que participava na Câmara.

Crítica:

Muito competente em defender bandidos, Gilmar Mendes, o mais nefasto ministro do STF, concedeu ontem medida cautelar que impede que autoridades investiguem Glenn Greenwald, canetinha de aluguel da organização criminosa petista, pela divulgação de mensagens roubadas por hackers no seu site The Intercept Brasil.

A decisão do nefasto STF de barrar a ida de Lula para a cadeia prova que no Brasil os criminosos são tratados conforme o status social e a graduação profissional, já que políticos poderosos ou qualquer cidadão com canudo universitário vão para uma prisão especial, enquanto que um jovem da periferia que é flagrado com uma pequena quantidade de maconha é enfiado numa cela superlotada.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário