R.B. 15/AGO/19 "Populista travestido de liberal"



"Populista travestido de liberal"

São Paulo, 15 de agosto de 2019 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, para perder o “suporte” dos 100.000pts, novamente acompanhando o “humor negativo” das principais bolsas mundiais, desta vez diante da ameaça chinesa de retalhar comercialmente os EUA e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, ampliando a alta acumulada no mês (5,7%) e apesar da decisão do BC de vender 1% das reservas cambiais.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -2,9%, influenciada negativamente pelo recuo das commodities, como o petróleo (-5,1%), e pela forte piora do “humor” nas principais bolsas mundiais, diante da divulgação de indicadores econômicos fracos da China e da Europa e pela inversão da curva de juros nos EUA, que é um claro indicador de risco de recessão e (2) o DÓLAR subiu 1,8% à R$ 4,04, para superar facilmente a “resistência” dos R$ 4,00 e fechar o dia com a maior alta percentual desde 27/MAR/19, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,0% e China 0,4%, seguindo a leve melhora do “humor” nas bolsas de NY no dia anterior e aliviadas com a decisão do governo Trump de remover alguns produtos da lista de bens chineses que passarão a pagar tarifas maiores a partir de 1/SET/19, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,4%, França -2,1% e Alemanha -2,2%, prejudicadas pela divulgação de dados negativos da economia da região e também acompanhando a forte piora do “humor” nas bolsas de NY e (3) dos EUA, com o NASDAQ e o DJ registrando os piores fechamentos desde o início de JUN/19 e perdendo as marcas psicológicas de 8 mil e 26 mil pontos, respectivamente, S&P -2,9%, DJ -3,1% e NASDAQ –3,0%, com destaques negativos para as ações das empresas dos setores de energia e financeiro, como ExxonMobil (-4,0%), Chevron (-3,8%), Citi (-5,3%) e JPMorgan (-4,1%).

Ontem os juros pagos pelos títulos públicos norte-americanos de curto prazo ficaram maiores do que os juros pagos pelos mesmos títulos no longo prazo, o que é visto como um risco de recessão à frente e contribuiu para o quadro de cautela nos mercados financeiros globais.

Ascendendo novos sinais de alerta sobre o desempenho das principais economias globais, (1) em JUL/19 a produção industrial chinesa teve expansão anual de “apenas” 4,8%, patamar bem menor do que o aumento de 5,9% previsto por analistas, enquanto as vendas no varejo subiram 7,6% no mesmo período, ante expectativa de alta de 8,5% e (2) em JUN/19 a produção industrial da zona do euro recuou -1,6% ante MAI/19, patamar pior que o esperado (-1,2%).

Populista travestido de liberal”, Macri, presidente da Argentina que pode ser derrotado pela organização criminosa comanda por Cristina Kirchner, anunciou ontem o congelamento dos preços combustíveis, e depois voltou atrás, e o aumento de 25% do salário mínimo do país.

Animado com os avanços no legislativo, diante da aprovação da reforma da Previdência e da MP da liberdade econômica, Paulo Guedes, ministro da Economia, afirmou que o Congresso Nacional está começando a “entender a música que está chegando", ressaltando que as mudanças para tornar o Brasil um país mais liberal estão “apenas começando”.

Com o objetivo de conter a disparada do dólar, que pode puxar a inflação, após o fechamento do pregão de ontem o BC tupiniquim anunciou que decidiu, pela primeira vez desde 3/FEV/09, vender a moeda norte-americana no mercado à vista (US$ 500mi por dia e US$ 3,8bi no total)), reduzindo assim as reservas internacionais tupiniquins, atualmente em “confortáveis” US$ 388bi, para acalmar os investidores.

Alheio à crise, o mercado de tecnologia da informação cresceu 9,8% no Brasil em 2018, atingindo a cifra de US$ 47,7bi nas áreas de software, hardware, serviços e exportações, patamar acima da média global (6,7%).

Com um ar de preocupação, Mansueto Almeida, secretário do Tesouro Nacional, reconheceu a pressão por flexibilização da regra do teto de gastos, mas alertou que eventual permissão para mais gastos implicaria alongamento da sequência de déficits primários, o que pode ser perigoso se o cenário de juros mudar.

Política:

Ainda fiel ao partido, mas sem perder a independência de pensamento, Janaína Paschoal, brilhante deputada estadual do PSL, afirmou que é “um mau precedente” expulsar Alexandre Frota pelo que ele pensa.

Endossando a proposta apresentada pelo seu colega Alvaro Dias, do Podemos, o senador Randolfe Rodrigues, da Rede, apresentará amanhã um relatório favorável ao projeto que exige que apenas diplomatas de carreira possam ser indicados ao cargo de embaixador.

Jogando mais merda no ventilador, Palocci, ex-ministro de Dilma e Lula, afirmou, em delação premiada, que (1) Luis Cláudio, filho de Lula, recebeu propina da Qualicorp, (2) Gleisi Hoffmann, presidenta do PT, recebeu de três empreiteiras diferentes a quantia de R$ 3,8mi, (3) os petistas Fernando Pimentel (ex-governador de MG) e Tião Viana (ex-governador do AC) receberam repasses milionários, na forma de doações oficiais e via caixa dois, (4) o PT recebeu, apenas em campanhas eleitorais, R$ 270,5mi em troca de favores e (5) Dilma e Lula receberam propina de empresas em troca de desonerações tributárias, linhas de crédito do BNDES, auxílio em fusões e apoio da base governistas a medidas que tramitavam no Congresso.

Mostrando que a ideologia e os princípios não são levados em consideração por boa parte dos brasileiros ao se filiarem a um partido político, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, dos 271 mil filiados do PSL, cerca de 10,6 mil (4%) já estiveram em siglas identificadas com a esquerda, como PT, PDT, PSB, PSOL, PC do B, PCB, PSTU e PCO.

Em manifesto público do grupo batizado “Muda, Senado”, senadores incomodados com Davi Alcolumbre fazem 3 exigências ao presidente da Casa, que ajudaram a eleger, (1) votação do requerimento de abertura da CPI da Lava Toga no plenário do Senado, (2) tramitação de todos os processos de pedidos de impeachment de ministros do STF e (3) tramitação acelerada da PEC da Reforma do Judiciário.

Confirmando o perigoso alinhamento da mais alta corte tupiniquim com o presidente do país, Ricardo Lewandowski, nefasto ministro do STF, arquivou o pedido do Cidadania para barrar a indicação de Eduardo Bolsonaro para a Embaixada do Brasil em Washington.

Achando, assim como os nefastos ministros do STF, que é “um cidadão especial”, Bolsonaro, em tom de reclamação, afirmou que a Receita Federal fez uma “devassa” na vida financeira de seus familiares.

Com votos favoráveis da organização criminosa petista e do PSL, partido de Bolsonaro, ontem a Câmara Federal tupiniquim aprovou um projeto de lei, de autoria dos nefastos senadores Renan Calheiros e Roberto Requião, que tem o objetivo de enfraquecer a Lava Jato e facilitar a vida dos bandidos, endurecendo as punições por abuso de autoridade de agentes públicos, incluindo juízes, promotores e policiais.

Crítica:

Chocando vagabundos socialistas e seus canetinhas de aluguel da imprensa tupiniquim, Paulo Uebel, que é o secretário especial de desburocratização do Ministério da Economia, afirmou que, com 13 milhões de desocupados no país, as pessoas vão preferir trabalhar aos domingos, como autorizado pela MP da Liberdade Econômica, a ficar desempregadas.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário