R.B. 13/MAI/19 "Fruto amargo"



"fruto amargo"

São Paulo, 13 de maio de 2019 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, ampliando as perdas acumuladas no mês (-2,2%), acompanhando a nova piora do “humor” nas bolsas de NY e prejudicada pela intensificação dos problemas políticos no Brasil e (2) o DÓLAR pode subir, com “boas chances” de fechar o dia acima dos R$ 4,00, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela expectativa de redução do fluxo positivo de recursos externos.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,6%, contrariando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, para fechar em território negativo pela quarta vez na semana, diante da falta de novidades sobre a reforma da Previdência e de uma declaração de Bolsonaro falando que seu governo passará por um “tsunami” e (2) o DÓLAR caiu -0,2% à R$ 3,94, devolvendo os ganhos da abertura, quando na máxima atingiu R$ 3,97, para fechar o dia seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,3%, com as exportadoras prejudicadas pela valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar e China 3,1%, recuperando perdas recentes, diante das “apostas” de que as 2 maiores economias do mundo entrarão em acordo para reduzir a “guerra comercial”, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,1%, França 0,3% e Alemanha 0,7%, beneficiadas pela divulgação de dados econômicos positivos, como o crescimento de 1,9% do PIB do Reino Unido no primeiro trimestre e o aumento de 1,3% da produção industrial alemã em MAR/19, ambas na comparação anual e (3) dos EUA, recuperando as perdas da abertura, para retomar sua trajetória de alta, S&P 0,4%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,1%, após Trump, presidente do país e CPT do mundo, dizer que as conversas comerciais com a China foram "francas e construtivas" e que sua relação com o presidente chinês, Xi Jinping, "continua forte".

Após criticar, com toda a razão, a “nefasta política de campeões nacionais” adotada quando o governo tupiniquim era comandado pela organização criminosa petista, Paulo Guedes, atual e brilhante ministro da economia brasileira, afirmou que (1) pretende fazer um corte gradual de 10% nas tarifas de importação com o objetivo de abrir a economia brasileira, (2) o BNDES deve concentrar seus esforços em projetos na área de saneamento básico e (3) está otimista, e que não está sozinho, na aprovação da nova Previdência.

Apesar de cortar sua previsão de crescimento do PIB tupiniquim deste ano de 1,9% para 1,1%, Fernando Honorato, economista-chefe do Bradesco, afirmou que o cenário é positivo, que os ruídos políticos são secundários e que só será possível dizer que o ano de 2019 na economia terá sido ruim se a aceleração prevista para os próximos meses não se confirmar.

Substituindo um socialista ligado ao ex-governador Marcio França, do PSB, o empresário Wilson Poit, novo diretor-superintendente do Sebrae de SP, afirmou que o impulso a micro e pequenas empresas vai contribuir para a redução do desemprego.

Dando uma ótima notícia para o brasileiro que trabalha e paga seus impostos, o presidente Bolsonaro “avisou” que seu governo vai corrigir pela inflação a tabela do Imposto de Renda em 2020, quando serão apurados os rendimentos dos brasileiros neste ano.

Após reafirmar que “não tem ingerência” na política de preços da Petrobras, Bolsonaro disse que os usineiros deveriam vender etanol diretamente para os postos de gasolina, sem a necessidade de intermediação de uma distribuidora.

Dando mais um importante sinal positivo da economia tupiniquim, em MAR/19 as vendas de imóveis novos na cidade de SP foram 14,3% maiores que em MAR/18, de acordo com pesquisa do Sindicato da Habitação (Secovi-SP).

Como “fruto amargo” de uma economia baseada em princípios socialistas e protecionistas, segundo estudo da consultoria PwC apresentado pela Anfavea, produzir um veículo no México custa -18% a menos do que fazê-lo nas fábricas brasileiras.

Abaixo do esperado pelo “mercado” (0,63%) e também aquém o registrado no mês anterior (0,75%), em ABR/19 a inflação medida pelo IPCA ficou em 0,57%, acumulando com isto uma alta de 2,09% nos 4 primeiros meses do ano e de 4,94% nos últimos 12 meses.

-    A Uber caiu -7,6% no seu primeiro dia de negociações na bolsa de NY, com os investidores duvidando da viabilidade da empresa, que aliás nunca deu lucro.

Política:

Pensando, e agindo, 24 horas por dia para ser eleito presidente do Brasil em 2022, Doria, governador tucano de SP, (1) gastou com publicidade oficial, no primeiro semestre de 2018 (quando ainda era prefeito de SP), 122% mais do que o permitido pela legislação e (2) anunciou, nos 4 primeiros meses à frente do governo do Estado, programas de redução de ICMS para 3 setores (querosene de aviação, automotivo e frutas e verduras embaladas).

Tomando a decisão mais importante para o futuro do Brasil desde que assumiu a presidência do País, Bolsonaro “avisou” que indicará o brilhante ministro Sergio Moro para o STF, na vaga de Celso de Mello, que vai se aposentar em 2020.

Segundo Fernando Gabeira o Congresso Nacional tupiniquim vai preenchendo o vazio de poder não para oferecer uma alternativa mais sensata à sociedade, mas para garantir um retrocesso no aparato de controle da corrupção.

De forma no mínimo suspeita, há mais de 1 mês o Supremo vem adiando a decisão que poderá tornar réus por organização criminosa os deputados Aguinaldo Ribeiro, Arthur Lira e Eduardo da Fonte e o senador Ciro Nogueira, todos do PP.

Reagindo à nobre pretensão de Bolsonaro de indicar seu brilhante ministro Sergio Moro para a primeira vaga que for aberta no Supremo, os bandidos do Congresso Nacional já articulam uma nova revisão da chamada PEC da Bengala, elevando a idade de aposentadoria obrigatória de ministros da corte de 75 para 80 anos.

Depois de o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, dizer, coberto de razão, que o Congresso está colocando uma “mordaça” no órgão, Felipe Santa Cruz, que é bandido, comparsa de Lula e presidente da OAB, afirmou que “setores jacobinos tentam desinformar e subverter” o debate sobre a aprovação da emenda que limita as atividades de auditores.

Depois de convidar oficialmente o apresentador José Luiz Datena para se filiar ao PSL, dirigentes do partido, com vistas às próximas eleições municipais, sonham em ter seus quadros Danilo Gentili e até o dono do SBT, Silvio Santos.

Segundo um levantamento feito pela Estadão, desde 1995, quando foi criada a Lei dos Partidos, a cada 1,2 ano o nefasto Congresso Nacional tupiniquim muda a lei para ajudar as legendas.

Crítica:

Linha auxiliar da organização criminosa petista, a corrupta e nefasta UNE, que é comandada por supostos estudantes que não estudam, quer fazer uma manifestação nacional na próxima quarta-feira (15/MAI/19) contra o contingenciamento de verbas das universidades federais e contra a nova Previdência.

Usando e abusando das boquinhas livres que seu imenso poder garantem, Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal, não trabalhou na sexta-feira passada já que foi para Fernando de Noronha, obviamente com tudo pago, proferir a palestra de encerramento no “1º Ciclo de Debates sobre Direito, Sustentabilidade e Cidadania”.

Como os bandidos, que não são bobos, perceberam que o atual presidente do país não tem pena de vagabundo, na comparação entre os 3 primeiros meses deste ano e o mesmo período de 2018 o Brasil teve uma queda de -24% no número de mortes violentas, poupando 3,2 mil vidas.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário