R.B. 14/FEV/19 "Fã de monopólios"



"Fã de monopólios"

São Paulo, 14 de fevereiro de 2019 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, recuperando as perdas do pregão anterior, beneficiada pela divulgação de bons resultados corporativos, como o do Banco do Brasil, impulsionada pela valorização das commodities e aliviada com o retorno de Bolsonaro à Brasília e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo uma parte da forte alta registrada ontem, acompanhando o fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,3%, devolvendo os ganhos da abertura e na descolada do movimento ascendente das bolsas de NY, para reduzir os ganhos acumulados no ano (9,1%), pressionada principalmente pelas ações das empresas do setor de consumo, que sofreram com os dados dos fracos do varejo e (2) o DÓLAR subiu 1,0% à R$ 3,75, também revertendo o sinal da abertura, seguindo o fortalecimento da moeda norte-americana no exterior e à espera dos rumos da reforma da Previdência.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,3% e China 1,8%, com os investidores cada dia mais “apostando” que norte-americanos e chineses avançarão em suas discussões comerciais e que o governo Trump conseguirá evitar uma nova paralisação parcial, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,8%, França 0,3% e Alemanha 0,4%, seguindo a melhora do “humor” nas bolsas de NY, beneficiadas pela desaceleração da inflação no Reino Unido e impulsionadas pela valorização das commodities e (3) dos EUA, S&P 0,3%, DJ 0,5% e NASDAQ 0,1%, influenciadas positivamente pela redução dos temores de desaceleração econômica e pelos sinais de que a inflação está controlada e com destaques de alta para as ações dos bancos, como JPMorgan (0,5%), Citigroup (0,6%) e Goldman Sachs (1,1%).

Segundo a agência de classificação de risco Moody's, Bolsonaro conseguirá aprovar "algum tipo de reforma" no Congresso, que gere economia fiscal na casa dos R$ 600 bilhões a R$ 800 bilhões em 10 anos, mas não antes do terceiro trimestre.

Apesar da imprensa socialista tupiniquim vender a ideia de que o governo Bolsonaro já está em crise, a agencia de classificação de risco S&P divulgou ontem um relatório alertando que continua “apostando” na aprovação da reforma da Previdência.

Cobertos de razão, os estrategistas da gestora inglesa Ashmore avaliam que as deterioradas contas fiscais brasileiras, pela falta de uma reforma da Previdência, permanecem como maior obstáculo para uma volta firme dos investimentos estrangeiros no Brasil.

Fã de monopólios”, o CADE, que deveria combater a concentração e incentivar a concorrência, aprovou ontem, por unanimidade, a criação de uma joint venture entre a nefasta estatal Correios e a empresa privada Azul para a entrega de cargas.

Dando um recado direto à vagabundos e picaretas como Eike Batista, Joesley e Luiza Trajano, Paulo Guedes, ministro da economia, afirmou ontem que aqueles que vêm a Brasília em busca de subsídios do governo quebraram o Brasil, ressaltando que, antes de fazer qualquer pedido de ajuda à União, é preciso mostrar o que pode ser oferecido ao país.

De certa forma decepcionando, no ano passado as vendas do varejo tupiniquim, apesar de apresentarem o melhor resultado desde 2013, cresceram “apenas” 2,3% na comparação com 2017 e ainda estão -7,0% abaixo do ponto mais elevado atingido em 2014.

Segundo o jornalista Fernando Canzian, vencedor de 2 prêmios Esso, a boa notícia para o Brasil é que a maré está subindo rapidamente de novo para os emergentes depois que os EUA indicaram estabilidade em sua taxa de juros e isso estimulará investidores a procurarem mais rentabilidade em outros países e fora da segurança dos títulos do Tesouro norte-americano.

Mostrando que em países desenvolvidos dinheiro não está à frente da ética, a holandesa Robeco, que é uma gestora multibilionária de fundos, proibiu investimentos Vale, ressaltando que a nefasta empresa tupiniquim tem um “comportamento controverso”.

-    A Vale subiu 2,7%, já que os investidores receberam bem as declarações do secretário especial de Desestatização e Desinvestimento do Ministério da Economia, Salim Mattar, sobre a necessidade de se "reprivatizar" a empresa, com venda das participações dos fundos de pensão estatais na companhia.
-   A BRF caiu -3,2%, após a empresa anunciar que vai recolher 464 toneladas de carne de frango do mercado por suspeita de presença de salmonela.

Política:

Explicando a situação de forma didática e correta, Mourão, vice-presidente tupiniquim, afirmou que o atual sistema previdenciário é uma "pirâmide financeira" e defendeu a aprovação de uma reforma que afete a todos, para que o país consiga recuperar a sua capacidade de investimento.

Provando que este governo “não está para brincadeira”, Onyx Lorenzi, chefe da Casa Civil, “garantiu” que a proposta de reforma da Previdência será apresentada pelo governo Bolsonaro ao Congresso Nacional antes do Carnaval, possivelmente já na próxima terça-feira (19/FEV/19).

Diferentemente do que ocorria nos governos do PT, onde qualquer idiota desqualificado, como a presidenta Dilma, assumia postos importantes em empresas públicas, Carlos Nagem, amigo pessoal do presidente Bolsonaro, foi reprovado na avaliação para assumir a gerência-executiva de Inteligência e Segurança Corporativa da Petrobras.

Cumprindo mais uma promessa de campanha, Bolsonaro, após mandar a Polícia Federal investigar a denúncia de uso de candidatura laranjas pelo PSL, já decidiu demitir Gustavo Bebianno, presidente do seu partido e ministro da Secretaria-Geral, e provavelmente apenas espera o momento mais oportuno para fazer o anuncio.

Com foco total na organização criminosa petista, e também em suas alinhas auxiliares PSOL e PCdoB, o Senado está prestes a criar uma CPI para investigar a concessão de milionárias “reparações econômicas” aos anistiados políticos pela Comissão de Anistia.

Ao atacarem, sem rapo preso, o "ativismo judicial" e criticarem a proteção recíproca entre ministros do Supremo e políticos tradicionais enrolados com a Justiça, deputados e senadores bolsonaristas que promovem uma ofensiva contra o Supremo Tribunal Federal tentam dar uma demonstração de força da base ao Poder Judiciário e também ao que chamam de velha política no Congresso.

Na tentativa de organizar a base antes de votação da Previdência, Onyx Lorenzi, ministro da Casa Civil, disse a deputados que foram ao Planalto que estava esperando “o capitão voltar” para rediscutir com Bolsonaro a articulação política do Planalto.

Com potencial para ajudar o Brasil a se livrar do nefasto senador Renan Calheiros, a corregedoria do Senado trabalha com 6 suspeitos de fraude na eleição para a Presidência do Senado.

Crítica:

Deixando cada dia mais claro que a indústria automotiva passará pela sua mais profunda transformação na história, a Amazon e General Motors estão em conversas para investirem juntas cerca de US$ 2bi na Rivian Automotive, que é uma fabricante de picapes elétricas dos EUA.

Com a evolução tecnológica global dando mais um passo para trás, ontem a Airbus anunciou que vai parar de produzir o superjumbo A380, o maior avião de passageiros do mundo, menos de 12 anos após a entrega da primeira aeronave deste tipo.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário