R.B. 9/OUT/18 "Contrariando as apostas dos analistas políticos tupiniquins"



"Contrariando as apostas dos analistas políticos tupiniquins"

São Paulo, 9 de outubro de 2018 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, rumo aos 90.000pts, beneficiada pela valorização das commodities e novamente impulsionada pelo cenário eleitoral, desta vez diante de “rumores” sobre nomes que podem compor o governo Bolsonaro, como Amoedo no ministério do desenvolvimento e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, mesmo após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 8/AGO/18, novamente acompanhando a esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e desta vez também seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 4,6%, desprezando o recuo das commodities e das principais bolsas mundiais, com excelente volume de negócios (R$ 29,1bi), impulsionada pelas estatais, como Petrobrás (10,1%) e Banco do Brasil (9,3%), e com os investidores, internos e externos, comemorando o resultado do primeiro turno das eleições tupiniquins, que ao que tudo indica reduziram bastante a força de partidos socialistas e/ou corruptos e (2) o DÓLAR caiu -2,3% à R$ 3,77, influenciado pelo mesmo motivo que animou a bolsa tupiniquim e também à espera do aumento do fluxo positivo de recursos externos oriundos de captações e destinados à investimentos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão não operou devido à festividade do Dia Nacional da Saúde e China -3,7%, se ajustando às perdas das demais bolsas mundiais e a intensificação da guerra comercial com os EUA após 1 semana de feriado, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,2%, França -1,1% e Alemanha -1,4%, prejudicadas pelo aumento das preocupações dos investidores com uma desaceleração da economia chinesa e com o orçamento na Itália e (3) dos EUA, com baixo volume de negócios por conta do feriado do Dia de Colombo no país, S&P -0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ -0,7%, divididas entre perdas das ações do setor de tecnologia, como Amazon (-1,3%) e Microsoft (-1,1%), e o bom desempenho das ações de bancos, como Wells Fargo (0,9%) e JPMorgan (0,6%).

Diferentemente de Haddad, que caso eleito precisa empregar companheiros em cargos com fórum privilegiado para evitar que eles sejam presos, Bolsonaro, que só tem rabo preso com seus eleitores, está reunindo apoio do setor privado para levar executivos de grandes empresas, como Bank of America, TIM e Bozano, ao governo seu futuro governo, o que explica porque a bolsa sobe e o dólar dispara quando suas chances de vitória nas eleições aumentam.

Ascendendo mais 2 alertas amarelos, provavelmente pautada pela imprensa socialista tupiniquim, somente ontem (1) a agência de classificação de risco Moody's, anunciou ontem que o resultado do primeiro turno da eleição presidencial no Brasil sinaliza "polarização política", o que amplia os desafios do próximo governo em relação à aprovação das reformas e (2) o FMI anunciou a redução, de 1,8% para 1,4%, de suas “apostas” para o crescimento do PIB brasileiro neste ano, citando como motivos a terrorista greve dos caminhoneiros e as condições financeiras mais difíceis no exterior.

Ainda sem a influência do resultado do primeiro turno das eleições presidenciais, o “mercado” (1) elevou, desta vez de 4,30% para 4,40%, suas “apostas” para a inflação medida pelo IPCA neste ano, se aproximando assim do centro da meta, e (2) reduziu, agora de 1,35% para 1,34%, suas projeções para o crescimento da economia tupiniquim em 2018.

Sofrendo concorrência desleal em um país cujas autoridades constituídas adoram monopólios, o número de encerramentos de empresas ligadas aos setores de óleo, gás, energia e saneamento cresceu 115% no acumulado dos últimos 12 meses até AGO/18.

Aproveitando para ampliar sua influência no Brasil enquanto Bolsonaro não assume a presidência e volta o foco para os EUA, ontem a gigante chinesa de internet Tencent anunciou que vai investir US$ 200 milhões  na startup brasileira Nubank, em uma operação que avalia a fintech brasileira em cerca de US$ 4bi.

Como o CADE ainda é comandado por pessoas que não se preocupam com monopólios, ontem a operadora tupiniquim de planos de saúde SulAmérica anunciou que assinou contrato para comprar 100% da empresa de assistência odontológica Prodent, também tupiniquim, pelo preço base de R$ 145,7mi.

 -    A Petrobras disparou 10,1% e o Banco do Brasil avançou 9,3%, diante das “apostas” de que, livres das garras dos bandidos do PT, do PMDB, do DEM, do PSDB, do PP e dos demais velhos partidos, estas estatais possam desenvolver todo seu potencial e quiçá serem privatizadas.

Política:

Contrariando as apostas dos analistas políticos tupiniquins”, a taxa de renovação na Câmara Federal atingiu 52% nas eleições deste ano, o que representa o maior índice desde a eleição de 1994, com apenas 246 dos 513 parlamentares reeleitos, e o que aliás deveria ser a regra e não a exceção, já que políticos, como as fraudas, devem ser trocados com o tempo.

O NOVO, que não usa dinheiro público e é mantido de forma voluntária pelo filiados, teve um excelente resultado, (1) Amoêdo, que é cotado para ser ministro do desenvolvimento de Bolsonaro, ficou em quinto lugar na disputa presidencial, na frente de políticos conhecidos como Meirelles, Álvaro Dias e Marina, (2) o partido elegeu 8 deputados federais, 11 estaduais e 1 distrital, (3) Romeu Zema, até outro dia um ilustre desconhecido, foi para o 2º turno de Minas Gerais e (4) o partido passou com facilidade a cláusula de barreira.

Como não passa de um poste, ontem, assim que acordou, Haddad pegou o jatinho, emprestado por algum “empresário amigo”, e viajou para Curitiba, onde foi pedir instruções para Lula de como agir durante o segundo turno das eleições presidenciais.

Apesar de ainda não estar definido o NOVO apoiará oficialmente a candidatura de Bolsonaro, ontem circularam no “mercado rumores” de que Amoedo será convidado para ser ministro do desenvolvimento de um eventual governo do candidato do PSL.

Indicando que, mesmo antes de ser eleito governador de SP, Doria já se considera o novo “dono do PSDB”, ontem o referido lobista e ex-prefeito de SP determinou a expulsão de Alberto Goldman e Saulo de Castro do diretório municipal do partido em SP, alegando que ambos, aliados históricos de Serra, traíram os tucanos.

Confirmando que quem conhece Haddad não vota nele, o referido ex-prefeito de SP, que deixou o cargo com uma aprovação pior que a de Pitta e obviamente não se reelegeu, obteve ontem na eleição presidencial apenas 6,88% na zona eleitoral que vota, no Planalto Paulista, ficando atrás de Bolsonaro, com 53,9%, de Ciro, de Geraldo e até do Amoêdo.

Provando de forma insofismável que o fundo eleitoral é um roubo, pois não se precisa de milhões de reais para uma campanha eleitoral, (1) em MG Zema, candidato do NOVO ao governo que ficou em primeiro lugar no primeiro turno, gastou 14 vezes menos do que o tucano Anastasia, (2) Alckmin, com menos de 5% dos votos, torrou R$ 44 milhões de dinheiro público na campanha, Haddad, com 29% dos votos, torrou R$ 31,5 milhões do fundo eleitoral, já Bolsonaro, que liderou a disputa com mais de 46%, gastou apenas R$ 1,2 milhão e (3) Janaina Paschoal, deputada estadual eleita com o maior número de votos da história, gastou apenas R$ 44mil de recursos próprios em sua campanha.

Com os tucanos rachados, como de costume, Doria, oportunista como todo lobista que se preza, anunciou as 17:01 do domingo que apoiaria Bolsonaro na esfera presidencial, porem FHC, coerente com sua mentalidade socialista e com seu amor platônico à Lula, anunciou na tarde de ontem que ficará neutro nestas eleições, ressaltando que nenhum dos candidatos explicitam compromisso com o que ele pensa.

Após surpreender quem acredita em pesquisas e terminar o primeiro turno na frente na corrida para o governo do RJ, superando o bandido democrata Eduardo Paes, o juiz federal Wilson Witzel, candidato do PSC que nunca ocupou um cargo na administração pública, afirmou que que levará sua campanha para o interior do estado, que tem um passado limpo e que tem propostas concretas para a segurança pública.

Ostentando a moral de ser a deputada estadual mais votada da história do pais, Janaina Paschoal, que se elegeu pelo PSL, “avisou” que se Bolsonaro se mostrar autoritário ela deixa de apoia-lo, porem ressaltou que quem gosta de ditadura é o PT.

Mostrando o jeito NOVO de fazer política, ontem Vinicius Poit, recém eleito deputado federal por SP pelo partido NOVO, postou seu primeiro vídeo após as eleições denunciando que já existe um lobby na Câmara para aumentar em 16% os salários dos parlamentares e se comprometendo a reduzir no mínimo em -50% os gastos de seu futuro gabinete.

Canalha, que conta com apoio entusiasmado e ativista de boa parte da imprensa socialista e terrorista tupiniquim, o PT fará surgir novamente um movimento contrário ao Bolsonaro alegando que ele não é democrático, é homofônico e machista. 

Crítica:

Petralhas acusam Bolsonaro de ser machista, mas ter mais de 30 processos nas costas, como o Haddad, não é um problema para eles, acham escandalizador liberar a posse de armas, mas não ligam que o PT financiou ditaduras com nosso dinheiro, se apavoram quando escutam sobre reformular o Bolsa Família, mas não acham ruim implantar o socialismo e reformular constituição, como está no plano de governo petista, e por fim os Petralhas acham que apoiar um nome novo, como o Bolsonaro, confiando numa melhora, é insanidade, mas não se importam em apoiar o partido mais corrupto do Brasil, e o seu, e votar no Haddad, que foi considerado o pior prefeito de SP.

“Canetinha de aluguel” de quem pagar mais, Alberto Carlos Almeida, cientista político notório por ter aconselhado Lula a fugir da Justiça para um ministério, caprichou nas previsões erradas nesta eleição, já que em seu livro “O voto do brasileiro”, lançado em MAI/18, ele apostou que o segundo turno da eleição de 2018 seria entre PT e PSDB e 1 semana atrás, escreveu no seu Twitter que Haddad seria o primeiro colocado no primeiro turno.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário