R.B. 22/OUT/18 "Campanha escrota, comprada e desesperada da socialista Folha de SP"



"Campanha escrota, comprada e desesperada da socialista Folha de SP"

São Paulo, 22 de outubro de 2018 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, com “boas chances” de superar os 90.000pts até o final deste mês, desta vez acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e diante da constatação de que os ataques desesperados contra Bolsonaro terão efeito inócuo no resultado das eleições presidenciais tupiniquins e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, acompanhando a esperada melhora do “humor” na bolsa brasileira, mesmo após a moeda norte-americana recuar -1,6% na semana passada e acumular uma baixa de -10,1% no mês, reduzindo assim a alta registrada no ano para 12,1%.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, com bom volume de negócios (R$ 11,9bi), beneficiada pela valorização das commodities e com os investidores e eleitores tupiniquins zombando da “crise do WhatsApp” inventada pela Folha de SP e (2) o DÓLAR caiu -0,2% à R$ 3,71, retornando à sua trajetória de baixa, influenciado pela melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e seguindo o movimento internacional da moeda norte-americana.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,4% e China 1,6%, com as autoridades de Pequim, como o vice-primeiro-ministro Liu He, se esforçando de maneira coordenada para tranquilizar investidores após a divulgação de números de crescimento econômico abaixo do esperado, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, após um pregão marcado pela volatilidade, Inglaterra 0,3%, sustentada pelo bom desempenho das ações do setor energia, como Frontera Resources (-7,2%) e BP (0,54%), que acompanharam a valorização do petróleo, porem França -0,3% e Alemanha -0,6%, pressionadas pelas ações dos bancos, como BNP (-1,2%) e Crédit Agricole (-1,9%), diante de novas dificuldades enfrentadas pela questão do orçamento da Itália e (3) dos EUA, em uma tenência única, S&P -0,1%, DJ 0,3% e NASDAQ -0,5%, influenciadas por resultados corporativos e em meio às informações de que agências de inteligência do país que levantam preocupações com tentativas de interferência da China, do Irã e da Rússia no processo eleitoral no país, entre eles o do Legislativo, que vai ocorrer em NOV/18.

Segundo estrategistas do banco norte-americano JPMorgan, a redução cada vez maior das chances de o PT seguir mandando e rapinando o Brasil está levando investidores estrangeiros a aumentarem a exposição ao real, já que o “mercado” está confiante que Bolsonaro vai implementar medidas de ajuste fiscal e reformas estruturais.

“Apostando” que a vitória de Bolsonaro colocará o Brasil novamente na rota de crescimento sustentável, o Atacadão, do Carrefour, anunciou que investirá R$ 1,4bi para abrir 20 lojas no país em 2019.

Faltando menos de 1 semana para o Brasil virar a página socialista da sua história, é cada vez maior o otimismo dos investidores e analistas estrangeiros com o futuro da economia tupiniquim e, com o liberal Paulo Guedes à frente da equipe econômica de Bolsonaro, a expectativa agora recai sobre medidas e nomes escolhidos na gestão do candidato do PSL, como quem será o ministro da Casa Civil e se Ilan Goldfajn permanecerá na presidência do BC.

A convicção do mercado financeiro com a vitória de Bolsonaro sobre o poste do presidiário petista retirou do radar de gestores o pior cenário para investimentos e com isto corretoras têm projetado que a Bolsa brasileira pode sair dos atuais 85 mil pontos para a faixa de 100 mil no curto prazo.

Com os empregadores defendendo seus funcionários dos bandidos sindicalistas, a cobrança compulsória de contribuição assistencial dos empregados de supermercados de SP tem gerado controvérsia entre a associação dos supermercados paulistas e o canalha sindicato dos comerciários.

Acreditando na manutenção do absurdo que é o Estado investir em ensino superior em um país com péssimas escolas públicas, que formam jovens que não sabem ler, escrever e fazer contas, as faculdades privadas querem que novo governo aumente Fies, fonte de enorme corrupção, em 10 vezes para que o país atinja a meta imbecil e inútil de ter 30% dos jovens entre 17 e 24 anos matriculados na faculdade até 2024.

Enquanto a monopolista bolsa tupiniquim, sem concorrência, continua comprando 0,30% ao ano mesmo sem fazer esforço nenhum de captação, a Caixa, que cobrava 0,40% ao ano, anunciou que também adotará a isenção da taxa de custódia para todos os seus clientes que aplicam no Tesouro Direto, programa do governo federal de compra e venda de títulos públicos.

Criadas na maioria das vezes para enriquecer os franqueadores e enganar franqueados inexperientes, que quase sempre estão desempregados e investem o dinheiro da rescisão, existem atualmente cerca de 135 microfranquias no Brasil (contra 445 no final do ano passado), que oferecem “facilidades” como trabalho em casa, capital inicial baixo, ausência de funcionários e ponto comercial, porem obviamente exigem a taxa do franqueador, que costuma ser responsável pelo treinamento inicial e por manuais de administração, receita essa que é uma formula perfeita para o fracasso.

Com o país finalmente seguindo o exemplo dos EUA e se libertando das amarras socialistas, burocráticas e improdutivas da OMC, n sexta-feira Brasil e Chile concluíram as discussões para um acordo de livre comércio, que contribuirá para impulsionar os fluxos de comércio e investimentos entre os 2 países nos setores tanto de bens quanto de serviços.

-    A Cesp subiu 16,1%, após a realização do seu leilão de venda de controle (privatização), que foi concluído depois de 4 tentativas frustradas nos últimos anos, reduzindo assim o peso de mais uma estatal sobre as costas do Estado.
-    A Petrobrás subiu 1,0%, recuperando perdas recentes e alinhada com a valorização dos preços do petróleo no mercado internacional.

Política:

Mostrando que é inócua a “campanha escrota, comprada e desesperada da socialista Folha de SP”, segundo uma pesquisa divulgada hoje pelo BTG, Bolsonaro subiu de 59% para 60% das intenções de voto e é rejeitado por 38%, já Haddad, com boas chances de ter menos voto no segundo turno do que no primeiro, caiu de 41% para 40% e apenas 17% dos seus eleitores acreditam que ele vencerá as eleições.

Na mesma linha da escrota Folha de SP, Haddad, em ato de campanha no Maranhão, onde tem o apoio da família Sarney, chamou seu adversário Jair Bolsonaro de “chefe de milícia”, ressaltando que ele não sabe conviver com a divergência.

Mostrando, pela enésima vez, que o segundo turno da eleição presidencial tupiniquim é polícia x bandido, Bolsonaro, discursando ontem por telefone celular para os milhões de manifestantes reunidos na avenida Paulista, “avisou” que ele for eleito “Lula vai apodrecer na cadeia”.

Praticamente ignorados pela grande imprensa, milhões de brasileiros saíram ontem às ruas de mais de 200 cidades e em quase todas as capitais do país para apoiarem a candidatura de Bolsonaro que, com medo de assassinato e de falar besteira, deve seguir recluso até o final das eleições.

Confirmando a urgência em se reduzir o tamanho do estado tupiniquim, se tudo continuar como está em 2022, último ano do mandato dos governadores eleitos nestas eleições, 16 estados e o Distrito Federal já estarão gastando acima de 80% das suas receitas somente com despesas de pessoal.

Metendo o bedelho no processo eleitoral, algo totalmente descabido para o cargo que ocupa, Celso de Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal, chamou Eduardo Bolsonaro de inconsequente, golpista e irresponsável por ele ter dito, de forma infeliz, que bastam um soldado e um cabo para fechar o STF.

Diretamente de Paris, que é o reduto VIP dos socialistas tupiniquins, Ciro, ao ser questionado por que não está no Brasil ajudando a campanha de Haddad, afirmou que que está cansado, que o país está doente e que ele seria o único capaz de derrotar Bolsonaro no segundo turno.

Mostrando como a esquerda se mantem no poder no Nordeste, Rui Costa, que pertence a organização criminosa petista e que é governador da Bahia, sugeriu aos prefeitos baianos que garantissem transporte gratuito para os eleitores no próximo domingo para reduzir o nível de abstenção nas urnas.

Crítica:

Acuados com a reportagem escrota, comprada e desesperada da socialista Folha de SP, que acusou sem provas Bolsonaro de usar caixa 2 para impulsionar mensagens por WhatsApp, empresários que vinham se expondo publicamente ao lado do candidato do PSL nos últimos meses agora decidiram adotar posição mais discreta.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário