R.B. 21/MAI/18 "Se o PSDB tiver um pouco de juízo"



"Se o PSDB tiver um pouco de juízo"

São Paulo, 21 de maio de 2018 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, ensaiando um movimento de recuperação de perdas recentes, com bom volume de negócios por conta do vencimento de opções e impulsionada pela melhora do "humor" nas principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode cair, em um "ajuste técnico" após fechar o pregão de sexta-feira no maior patamar desde 13/MAR/16, "aliviado" com a decisão do BC de aumentar substancialmente sua atuação na ponta vendedora com a ampliação da oferta de swap cambial.

Sexta-feira no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,6%, para fechar a semana registrando uma baixa de "apenas" -2,5%, acompanhando as perdas das principais bolsas mundiais e pressionada principalmente pela nova "delação bomba" de Palocci, que deixa em pânico e pode atingir mais da metade do mercado financeiro tupiniquim e (2) o DÓLAR subiu 1,0% à R$ 3,74, para fechar a semana acumulando uma valorização de 3,8%, seguindo a esperada piora do "humor" na bolsa tupiniquim e a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,4%, impulsionada por ações dos setores de energia e de seguros e encerrando sua oitava semana seguida de valorização e China 1,2%, acumulando ganhos pela quarta semana consecutiva, na sequência mais longa desde JAN/18, diante do avanço das negociações comerciais com Washington, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,1%, França -0,1% e Alemanha -0,3%, em um movimento de cautela com os desdobramentos políticos na Itália, que derrubou principalmente as ações dos bancos, como Deutsche Bank (-1,9%), Commerzbank (-1,8%) e Société Générale (-0,5%) e (3) dos EUA, S&P -0,3%, DJ 0,0% e NASDAQ -0,3%, em um movimento de cautela diante das incertezas com o comércio global, do aumento das tensões geopolíticas e dos sinais de elevação da inflação norte-americana.

Podendo acalmar os mercados globais, ontem Steven Mnuchi, secretário do Tesouro norte-americano, afirmou que a "guerra comercial" dos EUA com a China está "em suspenso" após os países terem concordado em abandonar suas ameaças tarifárias enquanto trabalham em um acordo comercial mais abrangente.

Desprezando as inúmeras denúncias de corrupção contra o presidente Temer, a péssima situação da economia tupiniquim e a falta de perspectiva de vitória de um candidato descente nas eleições presidenciais deste ano, Eduardo Guardia, ministro brasileiro da Fazenda, afirmou que o movimento de valorização do dólar é global e que os emergentes, evidentemente, são os mais afetados.

Apesar da retórica otimista e mentirosa do governo Temer, ao analisar as 8 piores recessões tupiniquins desde 1980, fica claro que atualmente o Brasil vive o mais lento ciclo de retomada econômica de sua história, já que, passados quatro trimestres desde o fim da recessão, a economia está apenas 2,2% acima do vale verificado no quarto trimestre de 2016.

Segundo Silvia Matos, economista do IBRE/FGV, o "mercado" acreditava que uma candidatura reformista de centro acabaria vencendo as eleições presidenciais tupiniquins, mas está cada dia mais claro que isto pode não se concretizar e esta possibilidade ainda não está totalmente na conta dos investidores.

Após alertar que as projeções do seu banco apontam para 4 altas de juros norte-americanos neste ano e 4 em 2019, Alberto Ramos, economista-chefe para América Latina do Goldman Sachs, ressaltou que (1) a valorização de quase 9% do dólar frente ao real em cerca de 1 mês não é uma reação exagerada do mercado, (2) a decisão do BC brasileiro de manter juros foi acertada e (3) é cada vez maior a possibilidade de que a eleição presidencial tupiniquim tenha um resultado "não amigável ao mercado".

Estimulando o consumo desnecessário com dinheiro que o trabalhador deveria economizar para a aposentadoria, o governo Temer quer reduzir os juros do crédito consignado para trabalhadores do setor privado com a utilização do saldo no FGTS como garantia destes empréstimos.

Queimando reservas para tentar conter a alta do dólar, o BC tupiniquim anunciou na sexta-feira, após o fechamento do pregão, que nesta segunda-feira reforçará sua atuação no câmbio, ofertando 15 mil contratos adicionais de swap cambial no leilão de venda que será realizado entre 9h30 e 9h40.

Como, diante dos crescentes temores com a economia, com a justiça e com a política tupiniquim, o mercado de juros apresentou bastante volatilidade, a Bolsa brasileira, que é monopolista, ineficiente, cara e agora também "espertinha", decidiu na sexta-feira suspender os negócios no Tesouro Direto para evitar correr risco de ter prejuízo.

-    A Glencore recuou -4,4% na bolsa de Londres, diante da notícia de que pode ser alvo de uma investigação britânica centrada em negócios da mineradora no Congo.

Política:

Mostrando que, "se o PSDB tiver um pouco de juízo", a candidatura presidencial de Alckmin deve ser imediatamente abortada, o referido ex-governador de SP está apresentado até o momento o pior desempenho de um candidato tucano ao Planalto em pesquisas eleitorais desde 1994, superando apenas Covas, que obteve 6% no primeiro turno das eleições de 1989.

Como "é babaca mas não é idiota", Doria, líder das pesquisas de intenção de votos para o governo de SP, não aceita mais substituir Alckmin como candidato tucano à presidente e, neste cenário, a opção do PSDB seria colocar Antonio Anastasia, amigão de Aécio, para disputar o Palácio do Planalto.

Complicando cada dia mais a candidatura presidencial de Alckmin, que ao que tudo indica se não tiver fórum privilegiado pode acabar na cadeia em JAN/19, a CCR admitiu o pagamento ilegal de R$ 5mi para a campanha do referido ex-governador de SP e confirmou que o pagamento foi feito para Adhemar Ribeiro, seu cunhado.

Finalmente entendendo que suas chances são nulas, provavelmente amanhã o presidente Temer deve anunciar oficialmente a desistência de uma candidatura à reeleição e ao mesmo tempo comunicar seu apoio ao ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles como o nome do PMDB para disputar o Palácio do Planalto em OUT/18.

Cada dia mais próximo de fechar alianças com PSB e com o PT, este último em troca de soltar Lula caso seja eleito, hoje Ciro Gomes, candidato do PDT à presidente do Brasil, será sabatinado por UOL, Folha e SBT.

Com críticas contundentes aos políticos tradicionais, chamados de "corja", e à corrupção, o Partido Novo lançou no sábado a pré-candidatura do empresário Rogério Chequer, fundados do Vem Pra Rua, ao governo paulista.

Bandido, oportunista e vagabundo, Jair Bolsonaro, candidato do PSL à presidente, vai hoje se juntar aos caminhoneiros que fazem greve, paralisando parte do país, contra o que chamam de "indústria das multas" e reclamando das condições das estradas.

Apesar de ainda estar com cerca de 1% das intenções de voto, João Amoedo, candidato do partido NOVO à presidente do Brasil, é o líder das arrecadações on-line 4 dias após o TSE autorizar este tipo de operação.

Contrário à liberdade de expressão, Carlos Marun, capanga, comparta se ministro Secretaria de Governo do presidente Temer, recorreu à Polícia Federal para abrir um inquérito e provocar a intimação e o depoimento de um jornalista e blogueiro no Mato Grosso do Sul que o acusou de receber mesada de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara e atualmente presidiário.

Crítica:

Trabalhando em benefício de vagabundas, que como se fossem de uma castra diferenciada vivem às custas do Estado, Edson Fachin, Ministro do Supremo Tribunal Federal, anulou decisão do Tribunal de Contas da União que mandava cortar pensões por morte de até 19.520 filhas de servidores públicos civis, maiores de 21 anos.

Dando mais uma ideia estúpida e socialista, o economista Rodrigo Zeidan, professor da Fundação Dom Cabral, afirmou que, para diminuir a diferença salarial entre homens e mulheres, o Estado deveria aprovar uma lei dando licença paternidade de 4 meses.

Criada em 2012 por Dilma principalmente para comandar a construção do Trem-Bala entre SP e RJ, a estatal EPL, que atualmente finge que desenvolve estudos e projetos de transporte, custará aos cofres públicos R$ 69 mi apenas este ano, sendo que metade disto será para pagamento de salários.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário