R.B. 25/ABR/18 "Nobres picaretas do STF"



"Nobres picaretas do STF"

São Paulo, 25 de abril de 2018 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, rumo aos 70.000pts, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e prejudicada principalmente pelas decisões dos “nobres picaretas do STF” que podem tirar Lula da cadeia e permitir sua candidatura presidencial e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, para fechar em território positivo pelo quinto pregão consecutivo, impulsionado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa tupiniquim e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,2%, devolvendo os ganhos da abertura, quando na máxima avançou 1,1%, prejudicada pelas fortes perdas das bolsas de NY e pelo recuo internacional dos preços das commodities e (2) o DÓLAR subiu 0,6% à R$ 3,47, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também influenciado pelas expectativas de estreitamento do diferencial entre os juros no Brasil e nos EUA.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, recuperando perdas recentes, Japão 0,9% e China 2,0%, com destaques de alta para as empresas do setor financeiro e também beneficiadas por promessas de que Pequim aprofundará suas reformas econômicas, (2) da EUROPA, sem uma tendência única e próximas da estabilidade, Inglaterra 0,2%, França 0,1% e Alemanha -0,2%, com as atenções divididas entre o mercado de títulos públicos dos EUA, a valorização do dólar frente ao euro e a libra e a alta do petróleo e (3) dos EUA, S&P -1,3%, DJ -1,5% e NASDAQ -1,7%, pressionado pelo aumento das tensões geopolíticas do país com o Irã, por balanços corporativos negativos e pela ampliação das “apostas” de que o FED (“BC” local) elevará os juros de forma mais rápida do que o esperado.

Acreditando, como todo socialista, que acabando com os ricos se ajuda os pobres, a Federação que reúne sindicatos de servidores públicos da área fiscal vai apresentar hoje para os deputados federais uma proposta de redução dos tributos sobre o consumo e elevação daqueles sobre a renda, inclusive com a elevação da alíquota máxima de 27,5% do IR.

Dando novos sinais negativos da economia tupiniquim, (1) em ABR/18 o índice de confiança do consumidor brasileiro caiu 2,6 pontos na comparação com MAR/18 e (2) a taxa de vacância de imóveis comerciais de alto padrão em SP subiu de 20,8% no quarto trimestre de 2017 para 21,5% no primeiro trimestre de 2018.

Influenciada por fatores não recorrentes, principalmente as receitas oriundas do Refis, em MAR/18 a arrecadação de tributos pelo governo brasileiro ficou em R$ 105,7bi, valor 3,95% maior que o auferido em MAR/17.

Como “o cobertor é curto” e o presidente Temer quer seguir torrando dinheiro público para comprar parlamentares e fazer propaganda, o governo federal planeja deixar descoberta uma parte dos gastos com a Previdência no Orçamento de 2019, fazendo assim uma “gambiarra” para cumprir a regra de ouro, que é a determinação que proíbe tomar empréstimos para bancar despesas do dia a dia.

Obviamente com o objetivo de manter o dinheiro, e consequentemente o poder, em suas mãos, Henrique Marra de Souza, superintendente nacional do programa Minha Casa, Minha Vida da Caixa Econômica Federal, “alertou” que se os quatro projetos que tramitam no Congresso com novas regras para o saque do FGTS fossem aprovados, o rombo no fundo poderia chegar a R$ -40bi.

Ontem, no mesmo dia em que a Febraban teve a “cara de pau” de dizer que a concentração bancária no Brasil é “meia verdade”, o Santander Brasil, se esbaldando no monopólio bancário tupiniquim, anunciou que seu lucro líquido recorrente (que exclui efeitos de receitas e despesas extraordinárias) no primeiro semestre deste ano (R$ 2,9bi) foi 25,4% maior que no mesmo período de 2017.

-    A Vale subiu 1,7%, beneficiada (1) pela expectativa positiva em torno da divulgação do seu balanço e (2) por relatório do Credit Suisse, que elevou o preço-alvo para o papel.

Política:

Com o claro objetivo de acabar com a Lava Jato, ontem, de forma criminosa, a Segunda Turma do STF retirou das mãos do juiz Sergio Moro os trechos da delação da Odebrecht que citam Lula, abrindo assim uma larga avenida para (1) que as 2 ações penais a que o petista responde perante o juiz de Curitiba migrem para a Justiça de SP e (2) que o referido ex-presidente consiga ser o candidato petista à presidente nestas eleições.

Para o desespero dos tucanos, segundo uma pesquisa de intenções de voto para presidente feita somente em SP, quando Lula é retirado da disputa Bolsonaro tem 16%, Alckmin tem 15%, Marina Silva tem 11%, Joaquim Barbosa tem 9%, Ciro tem 4% e Haddad tem 3%.

Como Alckmin não consegue liderar as pesquisas de intenção de voto para presidente nem em SP, cresce, com o apoio entusiasmado do presidente Temer, a pressão para que Dória, aí com o apoio do PMDB, seja o candidato tucano à presidente, facilitando a eleição do peemedebista Paulo Skaf ao governo de SP.

Animados com as pesquisas, dirigentes do PSB querem convencer Joaquim Barbosa a lançar sua pré-candidatura até JUN/18, na tentativa de impulsionar a costura de alianças, como a aventada com Mariana Silva, do REDE.

Segundo uma pesquisa Ibope de intenção de votos para governador de SP divulgada ontem, Doria, do PSDB, aparece à frente com 24% das intenções de voto, seguido por Skaf, do PMDB, com 19% das menções, pelo petista Luiz Marinho, com 4% e por Márcio França, do PSB, com 3%.

Azeredo e Aécio, 2 ex-presidentes do PSDB, estão caminhando à passos largos rumo à cadeia e o partido, agindo exatamente igual ao PT, não se importa em manter suas filiações e também em defende-los publicamente, envergonhando até seus eleitores mais fiéis.

A ex-operária, Vera Lúcia Salgado, que é pré-candidata à Presidência pelo PSTU, afirmou que, se eleita, desapropriará cerca de 100 empresas privadas e que o modelo mais próximo do ideal seria o dos 5 primeiros anos após a Revolução Russa, em 1917.

Flavio Rocha, que alugou o partido da Igreja Universal (PRB) para tentar realizar seu sonho de ser presidente do Brasil e que se diz um entusiasta da maior operação anticorrupção do país, doou R$ 585 nas ultimas 4 eleições, quando era “apenas um empresário”, dinheiro para candidatos que foram parar na mira da Lava Jato, como Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Rodrigo da Rocha Loures (PMDB-PR), José Agripino Maia (DEM-RN) e Paulo Skaf (PMDB-SP).

Pivô de operação da Polícia Federal contra o senador Ciro Nogueira, do PP do Piaui, o ex-assessor parlamentar José Expedito Rodrigues Almeida contou em depoimento à Polícia Federal que carregava bolsas de dinheiro para os congressistas.

Crítica:

Com enorme potencial para revolucionar o setor automotivo e reduzir a poluição e o transito nas grandes cidades, a empresa chinesa Polymaker apresentou no Salão do Automóvel de Pequim o primeiro carro feito em larga escala por impressoras 3D e que (1) tem 57 peças, (2) pesa 450 quilos, (3) é elétrico, (4) tem 2 lugares, (5) pode rodar até 150 quilômetros com uma carga completa, (6) tem velocidade máxima de 70 km/h e (7) custará cerca de R$ 25mil.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário