R.B. 11/ABR/18 "Todos são comparsas na atual política tupiniquim"



"Todos são comparsas na atual política tupiniquim"

São Paulo, 11 de abril de 2018 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, na contramão das demais bolsas mundiais, beneficiada pela valorização das commodities e principalmente pelo adiamento do julgamento da prisão em segunda instância pelo STF e (2) o DÓLAR pode cair, influenciado pela esperada manutenção do “humor positivo” na bolsa brasileira e também reduzindo mais uma parte da valorização acumulada no ano (2,8%) e nos últimos 12 meses (8,6%).

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,4%, beneficiada pela decisão da Moody´s de levar, de negativa para estável, sua perspectiva para a “nota” do Brasil e desta vez também acompanhando o desempenho ascendente das commodities e das demais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR caiu -0,3% à R$ 3,42, devolvendo uma pequena parte dos ganhos do pregão anterior e seguindo a melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,5% e China 1,7%, animadas com o discurso do presidente chinês, Xi Jinping, que citou planos de abrir ainda mais a economia chinesa, (2) da EUROPA, Inglaterra 1,0%, França 0,8% e Alemanha 1,1%, beneficiadas pela redução as tensões entre China e EUA e impulsionadas pelo desempenho positivo das ações ligadas a commodities, como Glencore (2,2%), Rio Tinto (3,1%), Anglo American (5,1%) e Total (1,1%) e (3) dos EUA, beneficiadas pelos mesmos motivos que impulsionaram as demais bolsas mundiais, S&P 1,7%, DJ 1,8% e NASDAQ 2,1%, recuperando perdas recentes e com destaques de alta para as ações do setor de tecnologia, diante do “sucesso” do discurso de Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, no Senado do país.

Como que se curvando aos desejos do presidente dos EUA, que logra êxito na sua política de “bater e assoprar”, Xi Jinping, o presidente da China, prometeu ampliar de forma significativa o acesso externo ao mercado chinês este ano.

Após disser que a inflação está em patamar benigno, em torno de 3%, e que o câmbio no patamar dos R$ 3,40 não é preocupante para a inflação, o economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, alertou que a incerteza eleitoral não está sendo dirimida, segue muito alta e está preocupando cada dia mais os agentes do mercado, já que, com Lula fora da disputa, cresce a chance de um segundo turno entre Bolsonaro e Ciro Gomes.

Falando muito mais o que a discrição do seu cargo exige, Ilan Goldfajn, presidente do BC tupiniquim, afirmou que, mesmo diante do baixo índice de inflação registrado em MAR/18, a taxa básica de juros, atualmente em 6,5% ao ano, deve sofrer mais um corte de -0,25% na próxima reunião do Copom e, depois, a trajetória de queda deve ser interrompida.

Com a demanda ainda bem fraca, o IPCA de MAR/18 registrou inflação de apenas 0,09%, patamar abaixo do auferido em FEV/18 (0,32%), menor do que o registrado em FEV/17 (0,25%) e aquém do esperado pelo “mercado” (0,12%), acumulando com isto uma alta 2,68% nos últimos 12 meses o que (1) está abaixo do piso da meta inflacionário para este ano (3,0%), (2) é o menor patamar da história desde a implantação do Plano Real em 1994 e (3) praticamente “força” o Copom a cortar a taxa básica de juros, atualmente em 6,5%, na sua próxima reunião.

Apesar das bravatas dos corretores de imóveis, segundo uma pesquisa feita com 340 construtoras, incorporadoras, bancos de fomento, consultorias e advogados do setor imobiliário no Brasil, Chile, México, Peru, Argentina e Colômbia, os empresários brasileiros são os mais pessimistas do grupo.

-    A Bayer disparou 4,7% na bolsa da Alemanha, em meio a notícias positivas para o andamento da bilionária aquisição da Monsanto.
-    A Embraer subiu 6,7%, após o ministro interino da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, afirmar que o “namoro” da empresa com a Boeing vai em breve virar “casamento”.

Política:

Indicando que “todos são comparsas na atual política tupiniquim”, Milton Leite, vereador do DEM e presidente da Câmara Municipal de SP, que já tinha sancionando uma lei batizando um viaduto da cidade com o nome de Marisa Letícia, ontem decidiu permitir que deputados petistas colocassem o nome Lula no meio de seus nomes no painel eletrônico da Casa.

Trabalhando em benefício de um dos maiores bandidos da história do RJ, ontem, por 3 votos a 1, a macabra Segunda Turma do Supremo, que é comandada pelo nefasto ministro Gilmar Mendes, determinou que Sérgio Cabral volte à prisão no seu estado, de onde fora transferido para Curitiba devido às regalias recebidas.

Como o nanico PEN pediu prazo para estudar os autos, o ministro Marco Aurélio, relator no Supremo Tribunal Federal de uma ação que discute as prisões após condenação em segunda instância, foi praticamente obrigado a suspendê-la por pelo menos mais 5 dias.

Mostrando coragem para dizer o que pensa, Flávio Rocha, pré-candidato do PRB, partido da Igreja Universal, à Presidência do Brasil, afirmou que (1) não tem medo de defender o direito de a população se armar, (2) é favorável a redução da maioridade penal e (3) que o MTS é um grupo terrorista.

Colocando mais um tucano no caminho da cadeia, obviamente se Gilmar Mendes não conseguir impedir, o Supremo Tribunal Federal marcou para o dia 17/ABR/18 o julgamento do recebimento de uma denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o senador Aécio Neves, acusado de corrupção passiva e obstrução à Justiça em uma investigação derivada da delação da JBS.

Se o Supremo Tribunal Federal não der oxigênio ao plano inicial petista de levar a campanha do inelegível Lula ao último recurso, mudando seu entendimento sobre prisões de segunda instância e castrando quimicamente a Lava Jato, o PT precisará fazer escolhas rapidamente caso queria se manter “vivo” após as eleições de 2018.

Com potencial para complicar ainda mais a vida do maior bandido da história do Brasil, hoje Marcelo Odebrecht, que está com sede de vingança, vai prestar depoimento ao juiz Sergio Moro sobre a propina paga pela empreiteira na compra do prédio do Instituto Lula, explicando detalhadamente sobre os novos e-mails que foram anexados ao processo.

Complicando a vida do presidente do atual Brasil, a denúncia apresentada ontem à Justiça Federal pela Procuradoria da República em Brasília acusa José Yunes e João Baptista Lima Filho, o coronel Lima, de arrecadarem propina para Temer.

Sedenta por sangue tucano, a força-tarefa da Lava Jato em SP solicitou a Luciano Mariz Maia, o vice-PGR, o envio do inquérito que investiga Alckmin, acusado de receber R$ 10,3mi em propina da Odebrecht, “com a maior brevidade possível”.

Crítica:

Segundo as “mas línguas” se preparando para ser candidato à presidente dos EUA pelo partido democrata, Mark Zuckerberg, fundador e CPT do Facebook, defendeu, em depoimento ao Senado norte-americano, o modelo de negócios da companhia e, mesmo assim, pediu desculpas pelo uso inadequado de dados de usuários da plataforma.

Indicando que “hoje é dia de bater”, Trump, presidente do EUA, ameaçou na manhã desta quarta-feira atacar a Síria com mísseis e criticou a Rússia por ser aliada do regime de Bashar al-Assad, acusado nos últimos dias de responsabilidade em um ataque com armas químicas contra civis sírios.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário