R.B. 6/MAR/18 "Resolvendo o problema da segurança em SP, ao menos para os ex-prefeitos"



"Resolvendo o problema da segurança em SP, ao menos para os ex-prefeitos"

São Paulo, 6 de março de 2018 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, novamente acompanhando a melhora do “humor” das principais bolsas mundiais, porem deve-se ressaltar que o patamar é bastante interessante para vendas, diante da provável e inevitável piora da economia e da política no Brasil e (2) o DÓLAR pode cair, também influenciado pela trajetória internacional da moeda norte-americana, entretanto o patamar é interessante para compra diante da expectativa de alta dos juros nos EUA e de queda dos juros no Brasil.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,3%, recuperando as perdas da abertura, beneficiada pela valorização do petróleo, que impulsionou as ações da Petrobrás (2,8%), e seguindo a melhora do “humor” nas bolsas de NY e (2) o DÓLAR caiu -0,1% à R$ 3,25, após um pregão com baixa volatilidade e liquidez reduzida, com os investidores à espera de eventos e indicadores aguardados para os próximos dias.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,7%, com as exportadoras prejudicadas pela valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar e China 0,1%, sustentada pelo otimismo com a abertura da reunião legislativa anual do país, (2) da EUROPA, apesar do resultado inconclusivo da eleição parlamentar na Itália e das recentes manobras comerciais dos EUA, Inglaterra 0,6%, França 0,6% e Alemanha 1,5%, com os investidores animados com a formação do governo alemão liderado pela chanceler Angela Merkel após ela receber o apoio do SPD e (3) dos EUA, encerrando uma série de 5 perdas consecutivas, S&P 1,1%, DJ 1,4% e NASDAQ 1,0%, diante da redução dos temores de uma guerra comercial por causa dos planos de tarifação de Trump e da “caça por barganhas” principalmente em ações de grandes indústrias e dos bancos.

Influenciado pela confirmação de que a economia brasileira cresceu 1% no ano passado e pela divulgação de indicadores de inflação abaixo do esperado, o “mercado”, já dando como “quase certo” mais um corte da Selic na próxima reunião do Copom, também (1) elevou, de 2,89% para 2,90%, suas “apostas” para o crescimento do PIB brasileiro este ano e (2) reduziu, de 3,73% para 3,70%, suas projeções para o IPCA deste ano.

Como mais de 90% dos brasileiros não sabem que é permitido abrir conta corrente no exterior e fazer remessa para turismo no câmbio comercial, cujo spread é de cerca de 1%, as casas de câmbio brasileiras estão vendendo no cambio turismo o rublo, moeda da Rússia, com spreads de até 35%.

Registrando o primeiro resultado positivo desde 2014, em 2017 as vendas do varejo paulista, se aproveitando de uma base de comparação bastante fraca, cresceram 2,5% segundo a ACSP (associação comercial do estado).

Enquanto as vendas seguem em queda, em FEV/18 o custo básico da construção civil em SP cresceu pelo décimo mês seguido, com uma variação mensal foi de 0,28% na comparação com JAN/18 e uma alta acumulada de 3,23% nos últimos 12 meses.

Indicando que pode novamente cortar a taxa básica de juros, atualmente em 6,75%, para 6,50% na próxima reunião do Copom, Ilan Goldfajn, presidente do BC tupiniquim, afirmou ontem que a inflação surpreendeu recentemente, vindo abaixo do esperado.

Contidamente “animados” com a segunda alta seguida de exportações de cachaça (de 4,35% em volume no ano passado), os grandes produtores tupiniquins da bebida projetam para este ano novamente ampliar a venda ao exterior, que ainda representa menos de 5% de sua receita.

Ajudando no controle da inflação e estimulando mais um corte da taxa básica de juros, a Petrobras anunciou que reduzirá em -4,2% o preço do gás de cozinha vendido em grandes vasilhames ou a granel, mais usados por clientes comerciais e industriais.

Segundo Antonio Neto, mestre em comércio internacional e ex-diretor-executivo do Brazil Industries Coalition, sem modernizar sua estratégia de ação em Washington, as empresas brasileiras perderão cada dia mais mercado no novo mundo da política comercial norte-americana e o aço é só o começo do que vem pela frente.

-    A BRF despencou -19,7%, já que a empresa foi alvo da nova fase da operação Carne Fraca, deflagrada pela Política Federal, e a Comissão Europeia já alertou que pode haver medidas restritivas contra os produtos brasileiros.
-    A CSN e Usiminas recuaram respectivamente -1,4% e -1,8%, com os investidores imprimindo sentimento de cautela na semana na qual está sendo esperado o anúncio oficial pelo governo dos EUA da sobretaxa para a importação de aço e alumínio.

Política:

“Resolvendo o problema da segurança em SP, ao menos para os ex-prefeitos”, Doria, atual prefeito da cidade, publicou ontem um decreto de lei que estende a ex-prefeitos paulistas os serviços de segurança pessoal prestados pela PM ao chefe do Executivo da cidade.

Como já era de se esperar, principalmente por quem conhece o enorme ego do ministro da Fazenda, ontem Meirelles negou que esteja conversando com o PSDB para ser vice na chapa de Alckmin, ressaltando que eles estão em “projetos diferentes”.

Colocando Lula cada dia mais próximo da cadeia, hoje, se tudo ocorrer como esperado, os ministros da quinta turma do Superior Tribunal de Justiça devem rejeitar o pedido de concessão de liminar (decisão provisória) apresentado pela defesa do referido ex-presidente para evitar a prisão dele.

Defensor dos latifundiários, dos escravocratas, dos desmatadores e dos fraudadores, Blairo Maggi, que também é ministro da Agricultura do governo Temer, “garantiu” que a 3ª da Operação Carne Fraca não tem relação com o momento atual e que não há risco para a população brasileira de consumir carnes.

Tentando se distanciar do “radioativo presidente Temer”, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, vai usar o discurso de quinta-feira na convenção de seu partido, o DEM, para marcar um distanciamento do governo peemedebista e apontar para a necessidade de uma renovação da política.

Zombando da lei, o presidente Temer faz vistas grossas a uma resolução da Comissão de Ética Pública, que é vinculada e escolhida pela própria Presidência, e não divulga em agenda pública os assuntos tratados nas audiências.

Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal indicado por Dilma, decidiu ontem, em um fato inédito da história tupiniquim, quebrar o sigilo bancário do presidente Temer, no período entre 1º de janeiro de 2013 e 30 de junho de 2017, no inquérito que investiga o Decreto dos Portos.

Ganhando por WO, já que aniquilou antecipadamente todos seus concorrentes, Alckmin foi o único inscrito nas prévias que definiriam o candidato do PSDB à Presidência e deve deixar o cargo de governador para se dedicar à campanha até o final de ABR/18.

Afrontando a lei, na quinta-feira passada, 6 parlamentares petistas, comandadas por Gleisi e acompanhadas por Ricardo Lewandowski, invadiram o gabinete de Cármen Lúcia para reivindicar o habeas corpus de Lula.

Crítica:

Se esbaldando na impunidade tupiniquim, que permite que empresas corruptas sigam no mercado, os 3 laboratórios pegos ontem pela Polícia Federal na Operação Trapaça são os mesmos flagrados em fraudes em MAR/17 na primeira fase da Carne Fraca.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário