R.B. 2/MAR/18 "Quem tem dinheiro e juízo"



"Quem tem dinheiro e juízo"

São Paulo, 2 de março de 2018 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais, prejudicada pelo recuo das commodities e influenciada negativamente pela análise mais aprofundada dos dados do PIB tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, rumo aos R$ 3,30, impulsionado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa tupiniquim e também pelo aumento das “apostas” de elevação mais intensa dos juros nos EUA e de mais um corte dos juros no Brasil.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, após um pregão marcado pela volatilidade, no qual tentou, sem muito sucesso, recuperar uma parte das perdas dos 2 últimos dias (-2,6%), sustentada por bons resultados corporativos positivos, como o da Ambev, porem prejudicada pelo desempenho negativo das bolsas de NY e pela queda das commodities e (2) o DÓLAR subiu 0,3% à R$ 3,25, em um movimento mais uma vez determinado pela influência da valorização internacional da moeda norte-americana, principalmente por conta do aumento das “apostas” de que os juros dos EUA subirá com mais intensidade.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -1,6%, seguindo as perdas das bolsas de NY no dia anterior e China 0,4%, diante das expectativas positivas para a reunião legislativa anual em Pequim e da divulgação de indicador de manufatura que ficou acima do esperado, (2) da EUROPA, mesmo com a divulgação de indicadores econômicos positivos da região, como a taxa de desemprego no menor patamar desde DEZ/08, Inglaterra -0,8%, França -1,1% e Alemanha -2,0%, com destaques de queda para as ações dos bancos, como Deutsche (-1,9%), Commerzbank (-1,5%) e Lloyds (-0,7%) e (3) dos EUA, com o DJ zerando os ganhos acumulados neste ano, S&P -1,3%, DJ -1,7% e NASDAQ -1,3%, prejudicadas pela decisão de Trump de impor tarifas de 25% sobre a importação de aço e de 10% sobre a de alumínio, já que isto pode pressionar a inflação do país e exigir aumentos mais intensos na taxa de juros local e também desencadear uma guerra comercial com países como a China.

Comemorado por puxa-sacos do presidente Temer, porem aquém do esperado pelo “mercado” (1,1%), o PIB tupiniquim do ano passado, com uma base de comparação bastante fraca, cresceu 1,0%, impulsionado quase que totalmente pelo desempenho do agronegócio, que cresceu 13,0% e foi o maior da história.

Mostrando “porque não se deve comemorar o resultado do PIB tupiniquim” em 2017, (1) a taxa de investimento recuou ao mais baixo patamar desde 1996, (2) a economia está no mesmo patamar do primeiro semestre de 2011 e, se tudo der muito certo, só vai recupera-se totalmente da crise em 2022, (3) a indústria, responsável por cerca de 70% do PIB, fechou o ano passado com 0% de crescimento, (4) a construção recuou -5,0% e (5) o setor de serviços, responsável pela maior parcela na geração de empregos, avançou apenas 0,2%.

“Dono da credibilidade” do governo Temer junto ao “mercado”, Meireles, ministro da Fazenda, afirmou que planeja formalizar, dentro do projeto de lei que institui a autonomia do BC, a determinação de que os diretores da instituição devem perseguir o intervalo de tolerância previsto na meta de inflação.

Dando mais um motivo para, “quem tem dinheiro e juízo”, retirar a maioria seus investimentos do Brasil, ontem, buscando novas fontes de recursos para sustentar o “paquiderme estatal tupiniquim”, o governo Temer decidiu, por decreto, elevar de 0,38% para 1,1% o IOF de remessas de uma conta bancária no Brasil para outra de mesma titularidade no exterior.

Preocupando cada dia mais os monopolistas bancões tupiniquins, que para resolver o “problema” logo mais compram a empresa, o Nubank, emissor de cartões de crédito que recentemente criou também um inovador sistema de conta corrente, levantou US$ 150 milhões em nova rodada de investimento, elevando para US$ 330 milhões o total captado desde que a empresa foi fundada, em 2013.

Após o CADE, com toda a razão, decidir vetar a venda da Liquigás para a Ultragaz, evitando assim a formação de mais um monopólio tupiniquim, a Petrobrás, que dentem 100% do capital da companhia, “avisou”, com todo o direito, que estuda vender a empresa de maneira pulverizada na Bolsa de Valores.

Segundo o jornal Washington Post, a provável resposta da China ao aumento das tarifas norte-americanas de importação de aço e alumínio será elevar a tarifa sobre a soja que importa dos EUA, o que se ocorrer beneficiará bastante o Brasil.

-    A empresa de publicidade WPP caiu -8,2% na bolsa de Londres, após anunciar fracas vendas em 2017.
-    A Peugeot subi 4,5% na bolsa de Paris, após a divulgação de um lucro líquido no ano passado 12% maior que no anterior.
-    A CSN caiu -4,4% e a Usiminas recuou -4,2%, prejudicadas pelo anúncio de que os EUA pode impor tarifas à importação de aço e alumínio, respectivamente de 25% e de 10%.

Política:

Após Renata Campos, viúva de Eduardo Campos, ser aplaudida de pé e depois dos seus correligionários cantarem várias vezes “fora Temer”, Carlos Siqueira, presidente do PSB, afirmou, no congresso nacional do seu partido, que Bolsonaro é um “Trump piorado”.

Com Lula cada dia mais próximo da cadeia, Ciro Gomes criando atrito com petistas, Jaques Wagner quase preso pela Polícia Federal e Haddad escalado para tentar a prefeitura de SP, Celso Amorim pode ser o “plano Z” do PT para candidatura presidencial deste ano.

Indicando que estão próximos de escolher seu candidato à presidente, os comandantes do PP, Ciro Nogueira, e do Solidariedade, Paulinho da Força, confirmaram presença na convenção do Democratas, que deve marcar o lançamento da candidatura de Rodrigo Maia ao Planalto.

Em meio aos rumores sobre eventual candidatura de Temer, aliados do presidente começaram a sondar os caciques do PP e do Solidariedade para saber quão firme é a disposição deles de apoiar o DEM.

Por uma margem bem estreita de votos, ontem, para o bem do Brasil, o Supremo Tribunal Federal manteve a aplicação do alcance da Lei da Ficha Limpa, a agora oficialmente vale para políticos condenados por abuso de poder econômico ou político antes de 2010.

Afastando cada dia mais a possibilidade de receber apoio do PT, Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência pelo PDT, afirmou que Lula (1) alimenta a polarização no país entre direita e esquerda sem debater questões importantes para o Brasil e (2) parece não estar percebendo corretamente o que está acontecendo no país.

Crítica:

Mostrando, pela enésima vez, a urgência do Brasil privatizar todas as empresas públicas, a estatal mineira Codemig, que foi dividida em duas, criou um mecanismo para pagar remuneração dupla para seus diretores e conselheiros, que são indicados pelo governador petista de MG Fernando Pimentel.

Bancado com dinheiro do crime e com dinheiro do Estado, o Carnaval do RJ, que vende para o mundo a imagem de que o Brasil é o país da prostituição, decidiu, por 10 votos a 2, rasgar suas próprias regras e cancelar o rebaixamento das 2 piores escolas de samba.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário