R.B. 22/MAR/18 "A democracia tupiniquim na marca do pênalti"



"A democracia tupiniquim na marca do pênalti"

São Paulo, 22 de março de 2018 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, prejudicada pelas expectativas cada dia mais negativas para a política, para a economia e hoje especialmente para a democracia tupiniquim, diante do esdruxulo julgamento do habeas corpos de Lula no plenário do STF e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando o patamar dos R$ 3,30, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e a expectativa de redução do fluxo positivo de recursos oriundos de captações, exportações e investimentos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,0%, pela segunda vez consecutiva recuperando perdas recentes, beneficiada pela valorização das commodities e com bom volume de negócios (R$ 11,1bi) e (2) o DÓLAR caiu -1,3% à R$ 3,27, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e também influenciado pela melhora do “humor” na bolsa tupiniquim.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão não teve pregão por conta de feriado local e China -0,3%, com destaques negativos para as seguradoras, (2) da EUROPA, sem direção única, com poucos negócios e baixa volatilidade, Inglaterra -0,3%, França -0,2% e Alemanha 0,1%, com os investidores à espera da decisão de política monetária do BC norte-americano e (3) dos EUA, sem forças para recuperas todas as perdas da abertura, S&P -0,2%, DJ -0,2% e NASDAQ -0,2%, com “boas chances” de recuperar o patamar dos R$ 3,3º, diante dos sinais de incertezas quanto ao ritmo de aperto dos pais em 2018

Conforme esperado, ontem, (1) durante o pregão, o FED anunciou a elevação de 0,25% da taxa básica de juros norte-americana, indicando que o ciclo de aperto monetário será mais longo do que o esperado e (2) após o fechamento do pregão, o Copom cortou a taxa básica de juros de economia brasileira em -0,25%, para o menor patamar da história (6,5%), indicando que, por conta do péssimo desempenho da economia e do controle da inflação, podem ocorrer novas reduções na próxima reunião.

Ressaltando a "solidez de suas finanças externas" e o seu "histórico de crescimento estável e inflação baixa", a agência de classificação de risco Fitch reafirmou o rating A+ da China, com perspectiva estável.

Indicando que Trump pode estar “mordendo para depois assoprar”, Robert Lighthizer, representante comercial dos EUA, ”avisou” que vários aliados e parceiros comerciais de Washington não devem enfrentar tarifas de aço e de alumínio até que as negociações sobre possíveis isenções terminem no próximo mês.

Acostumados a terem uma boa rentabilidade mesmo correndo riscos baixos, agora, com a taxa básica de juros a 6,5%, os investidores tupiniquins terão que correr riscos maiores para auferirem resultados melhores e isto pode estimular a entrada de novos investidores na bolsa, tanto nacional, que tem menos de 2% do volume global, quanto internacional, cujas oportunidades obviamente são bem maiores e melhores.

Escancarando mais uma vez a precariedade da infraestrutura tupiniquim, por conta de uma falha na linha de transmissão da usina de Belo Monte, no Pará, ontem 22,5% do fornecimento de energia no Brasil foi interrompido temporariamente.

Irresponsável e populista, o presidente Temer anunciou ontem que os EUA iriam suspender as sobretaxas sobre o aço brasileiro, porém o governo norte-americano ainda não fez uma confirmação oficial disto, como já fez com México e Canadá.

Beneficiando diretamente o Brasil, uma forte seca castigou as principais áreas de produção da Argentina, e a safra de soja do país vizinho, que chegou a 58 milhões de toneladas em 2017, deverá ficar em pouco mais de 40 milhões neste ano.

Em 2017, que foi um ano marcado pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que mirou os maiores frigoríficos do Brasil, o abate de bovinos cresceu 3,8% na comparação com 2016.

Política:

Como que colocando “a democracia tupiniquim na marca do pênalti”, para seus colegas de toga chutarem-na para o espaço, Carmen Lucia, ministra e presidente do STF, marcou para hoje o julgamento de mérito do habeas corpus do ex-presidente Lula.

Ajudando o governo Temer a reduzir o rombo das contas públicas, ontem o plenário da Câmara dos Deputados aprovou a votação acelerada do projeto de reoneração da folha de pagamentos, retirando o benefício, criado por Dilma em 2011, que isentava empresas de 56 setores selecionados de recolher a contribuição previdenciária de 20% sobre a folha de pagamentos.

Como um jogador de poker que blefa sem ter ao menos um par na mão, o PSDB decidiu destinar R$ 70mi dos recursos que recebeu do tesouro nacional, o que representa 1/3 do total, para a candidatura de Alckmin à Presidência.

Segundo o tesoureiro do partido, deputado Silvio Torres (SP), foi estipulado nesta semana que, dos R$ 210 milhões disponíveis no PSDB para campanhas eleitorais, R$ 70 milhões serão usados em candidaturas a governos estaduais e ao Senado. Os restantes R$ 70 milhões custearão campanhas dos deputados federais e estaduais.

Zombando cada dia mais da cara dos brasileiros, a Presidência da República, que custa aos cofres públicos tupiniquins mais do que a família real custa ao governo Britânico, lançou ontem edital que prevê gastos de até R$ 308.495 para o fornecimento e a manutenção de arranjos de flores nobres, tropicais, de campo e de Natal.

Atacando quem quer fazer justiça no país, com o claro objetivo de intimidar, a Corregedoria Nacional do Conselho Nacional do Ministério Público instaurou processo administrativo disciplinar contra o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, por conta de uma postagem dele no Facebook criticando o presidente temer.

Em mais um encontro suspeito fora da agenda, ontem o presidente Temer recebeu Samantha Meyer, ex-mulher de Gilmar Mendes e nomeada conselheira de Itaipu em DEZ/17 e o tema da reunião não foi revelado.

Enquanto o Brasil segue vidrado no destino de Lula, o novo presidente assumirá em 2019 com “a corda no pescoço” e à sombra da sina de Dilma caso o Congresso não engula seu nome, comportamento e programa de governo.

Ao marcar o julgamento do habeas corpus que pode livrar o ex-presidente Lula da prisão, a presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, criou desconforto na corte, já que seus colegas de toga terão que expor sua opinião sobre o referido líder da organização criminosa petista.

Crítica:

Envergonhando cada dia mais o Brasil, ontem Gilmar Mendes, que foi indicado para o cargo pelo safado do FHC, bateu boca com Barroso, que foi indicado pela terrorista da Dilma, no Plenário do Supremo Tribunal Federal, como se fossem 2 delinquentes em uma escola, mas com o agravante de que a professora em questão também não tem nem força e nem moral para expulsa-los da sala de aula.

Apesar das desculpas formais de Mark Zuckerberg e do escândalo feito pela mídia Monika Bickert, vice-presidente global de Políticas Públicas do Facebook, afirmou, com toda a razão, que não se deve falar em "vazamento de dados", já que que entra na rede social, que aliás é gratuita e não obrigatória, concorda em ceder seus dados.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário