R.B. 19/FEV/18 "A suposta recuperação da economia tupiniquim é bastante frágil"



"A suposta recuperação da economia tupiniquim é bastante frágil"

San Francisco, 19 de fevereiro de 2018 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros após subir 4,5% na semana passada e acumular alta de 10,6% no ano, com bom volume de negócios por conta do vencimento de opções, pressionada pela piora do cenário político tupiniquim, que certamente levará a redução da “nota” do país pelas agências de classificação de risco e (2) o DÓLAR pode subir, retornando à sua trajetória de alta, com “boas chances” de fechar a semana acima dos R$ 3,30, impulsionado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa brasileira.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,3%, dividida entre as boas perspectivas dos investidores com relação ao crescimento global e o impacto inevitavelmente negativo da intervenção federal no estado do RJ e (2) o DÓLAR caiu -0,1% à R$ 3,22, para fechar a semana acumulando uma baixa de -2,1%, após um pregão com alguma volatilidade (máxima de 0,6% e mínima de -0,8%), com as cotações bastante sensíveis aos movimentos de entrada e saída de recursos do País.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,2%, em alta pelo segundo dia consecutivo, beneficiada pela divulgação de bons balanços corporativos e China permaneceu fechada por conta do feriado de ano novo lunar, (2) da EUROPA, acumulando os maiores ganhos semanais desde DEZ/16, Inglaterra 0,8%, França 1,1% e Alemanha 0,9%, seguindo o desempenho positivo das bolsas de NY e com destaques de alta para as ações das empresas do setor de energia e (3) dos EUA, próximas da estabilidade e sem uma tendência única, S&P 0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ -0,2%, à medida que os investidores aumentam a cautela antes do feriado do Dia do Presidente e após um semana marcada por uma forte recuperação dos índices, respectivamente de 4,3%, de 4,2% e de 5,3%.

Nos EUA, como os dados de inflação aceleraram em janeiro, mas não assustam diante da queda inesperada nas vendas no varejo e na produção industrial, parece afastada, por ora, a suspeita de superaquecimento da economia norte-americana, que poderia fazer com que o FED (“BC” local) tenha de ser mais ousado no aperto monetário em curso.

Apesar do “mercado” já ter Precificado” a não aprovação das novas regras de aposentadorias do país, há um receio de que, sem a reforma, outras duas agências de classificação de risco, a Fitch e Moody´s, também rebaixem a nota de crédito do país a exemplo do que já fez a S&P em JAN/18, o que certamente vai “azedar o humor” dos investidores com o Brasil.

Frustrando cada dia mais o “mercado”, temer, que assumiu o governo tupiniquim tendo as reformas, a redução da máquina pública e o controle de gastos entre as suas principais bandeiras, (1) não aprovar a reforma da Previdência, (2) decidiu criar um Ministério da Segurança Nacional e (3) concedeu aumento ao funcionalismo público e a elevação do número de cargos em comissão.

Indicando mais uma vez que “a suposta recuperação da economia tupiniquim é bastante frágil”, no ano passado o volume de serviços prestados no país recuou -2,8% na comparação com o ano anterior, com destaque para os serviços profissionais, administrativos e complementares, que caíram -7,3% na mesma base de comparação.

Vagamundos destinados à extinção, o Sindicato dos Bancários de SP, Osasco e região anunciou na sexta-feira passada que vai suspender suas atividades, provavelmente com quase ninguém sentindo a falta deles, na próxima segunda-feira, aderindo assim à paralisação convocada por centrais sindicais contra a reforma da Previdência.

Dando mais uma amostra da enorme dificuldade de se empreender no Brasil, o Supremo Tribunal Federal já recebeu 18 ações diretas de inconstitucionalidade contra a reforma trabalhista, destes 13 pedem a volta da criminosa obrigatoriedade do imposto sindical.

Com potencial para prejudicar bastante o Brasil, um relatório do Departamento de Comércio dos EUA, divulgado na sexta-feira, propôs a imposição de tarifas, que podem superar os 50%, às importações norte-americanas de aço e alumínio, com o objetivo de ampliar e estimular a produção local.

-    A Vale subiu 0,2% e, após o fechamento do pregão a empresa anunciou que o ano passado sua produção de minério de ferro cresceu 5,1% na comparação com 2016 e atingiu um recorde histórico de 366,5 milhões de toneladas.
-    A EDF avançou 4,6% na bolsa de Paris, após registrar lucro líquido de 3,17bi de euros no ano passado, patamar bem acima dos 2,8bi de euros no ano anterior,
-    A Renault subiu 2,1% na bolsa de Paris, após informar que no ano passado sua receita subiu 15% na comparação com 2016.
-    A Vopak disparou 14,1% na bolsa de Amsterdam, após anunciar que seu resultado de 2017 surpreendeu depois de um desempenho acima do esperado nos três últimos meses do ano.

Política:

Reduzindo ainda mais as chances de aprovação da reforma da reforma da Previdência, que já eram mesmo remotas, porem aproveitando a oportunidade para mudar de assunto, o presidente Temer, corrupto e peemedebista, decidiu decretar intervenção federal no RJ, governado pelo também peemedebista e corrupto Pezão.

Atendando seriamente contra a soberania nacional, está pronta para ser votada uma Proposta de Emenda Constitucional, de autoria do ministro tucano Aloísio Nunes, que também é ex-terrorista, que estabelece o direito a participação nas eleições municipais aos estrangeiros com residência permanente no país.

Rodrigo Maia, presidente da Câmara, afirmou no sábado que, em razão da intervenção federal no RJ, não colocaria a reforma da Previdência em votação, marcada para amanhã, sem uma consulta prévia ao STF, embora interprete que ambas são legalmente conciliáveis.

Assim como acontece com Luciano Huck no cenário nacional, o técnico de vôlei Bernardinho, que já é filiado ao partido NOVO, precisa superar a resistência da família se quiser disputar as próximas eleições para governador do RJ contra políticos deploráveis como Eduardo Paes, do PMDB, Índio da Costa, do PSD, e Garotinho, atualmente sem partido.

Confirmando, pela enésima vez, sua total fata de escrúpulos, o PT fará uma reunião no dia 23/FEV/18 para dar início às negociações para a eleição deste ano nos Estados e a direção do referido grupo criminoso já definiu que os 5 governadores do partido terão total liberdade para fechar alianças com qualquer partido, principalmente o “golpista” PMDB.

Colocando Serra cada dia mais perto da cadeia, ex-executivos da OAS e da Andrade Gutierrez contaram à Polícia Federal que, em troca de contratos de obras do Rodoanel, fizeram repasses para a campanha do referido tucano ao governo de São Paulo, em 2006.

Crítica:

“Vagabunda, bandida e mau-caráter”, Gleisi Hoffmann, que também é senadora e presidenta do PT, divulgou em seu Facebook uma fotomontagem de Sergio Moro, como se fosse imagem real, para tentar atingir a reputação do juiz.

Inovando para se preparar para um mercado que vai mudar muito nos próximos anões, a Volkswagen está observando produtos da Apple ao criar sua nova geração de carros elétricos que serão lançados a partir de 2020.

Enquanto nos bancões se “empurra” previdência, capitalização e seguros de forma indiscriminada e “sem dó e sem nenhuma fiscalização”, a CVM decidiu fazer o maior estardalhaço, divulgado “com gosto” pelos meios de comunicação tupiniquim, porque encontrou falhas em 7 de 48 ordens auditadas da corretora XP Investimentos, sendo que não houve nenhuma reclamação ou prejuízo por parte dos clientes.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário