R.B. 4/JAN/18 "Uma nação nanica"



"Uma nação nanica"

São Paulo, 4 de janeiro de 2018 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, “finalmente” realizando lucros após 8 pregões consecutivos de alta, influenciada pelo recuo das commodities e prejudicada principalmente pela piora do cenário político tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, em um “ajuste técnico”, após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 7/DEZ/17, acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, para fechar em um novo recorde histórico (aos 77.995pts), com bom volume de negócios (R$ 8,5bi), beneficiada pela valorização das commodities, como o petróleo (2,1%), e pelo bom desempenho das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR caiu -0,5% à R$ 3,24, testando o “suporte” dos R$ 3,25, influenciado pela manutenção do “humor positivo” na bolsa brasileira, pelo fluxo positivo de recursos externos e pelo recuo do risco-brasil para o menor patamar desde NOV/14.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão ainda estava fechada por conta de feriado nacional e China 0,8%, seguindo o avanço dos mercados de ações norte-americanos na véspera, beneficiadas pela diminuição da tensão geopolítica entre as 2 Coreias e impulsionadas pelo bom desempenho das ações do setor de tecnologia, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,3%, França 0,8% e Alemanha 0,8%, com destaques de alta para as varejistas, beneficiadas pela divulgação de que as vendas do Natal foram positivas e (3) dos EUA, novamente nos maiores patamares da história, S&P 0,6%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,8%, impulsionadas pela divulgação de dados indicando que os investidores estão otimistas com as perspectivas para a economia do país, que segundo as “apostas do mercado” pode crescer até 2,9% neste ano.

Apesar de revelar novamente uma falta de consenso em relação ao futuro da economia norte-americana, o que causa um certo um mal-estar no “mercado”, a ata da reunião do FED (“BC” dos EUA), divulgada na tarde de ontem, reforçou a visão de que as taxas de juros da maior economia do mundo devem continuar subindo gradualmente.

“Otimista de aluguel”, Ilan Goldfajn, presidente do BC tupiniquim, afirmou que os dados da economia brasileira em 2017 confirmam a percepção da retomada, mas sem pressão inflacionária uma vez que os índices de preços estão bem comportados e podem assegurar novas quedas da taxa básica de juros.

Preocupado em comprar congressistas para se manter no poder e longe da cadeia, o presidente Temer decidiu que em 2018 reduzirá o gasto médio do governo com investimento e custeio da máquina pública a R$ 1.157 por brasileiro, o que representa o menor nível desde 2009.

Destruindo a “velha ladainha” de que imóvel sempre é um bom investimento, entre 2014 e 2017 o preço médio dos imóveis no Brasil já recuou -16,0% em termos reais (quando se desconta a inflação) e, com uma população endividada e a economia tupiniquim ainda engatinhando para sair da maior crise da sua história, nada indica que em 2018 as coisas vão melhorar para o setor.

Com a segunda maior economia do mundo conquistando cada dia mais espaço no Brasil, a chinesa Didi Chuxing, plataforma de transporte por aplicativo, confirmou ontem que comprou a brasileira 99, dona de aplicativo para chamar carros particulares e táxis, segundo “rumores” por US$ 1bi.

Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) em 2017 as vendas de caminhões cresceram 2,7% na comparação com 2016
Positivo, porem -6,3% menor do que o auferido em 2016 (R$ 14,3bi), segundo a Bovespa no ano passado, quando o principal índice subiu 26,8%, o saldo de recursos estrangeiros no mercado local de ações fechou positivo em R$ 13,4bi.

Apesar do Brasil estar geograficamente bem localizado, ter um imenso litoral, possuir a maior área cultivável do globo e ser dono do o quinto maior território do mundo, no comercio exterior o país continua sendo “uma nação nanica”, já que atualmente a economia tupiniquim participa de cerca de 1,3% das transações globais.

-    A CSN subiu 3,7% e, após o fechamento do pregão, a empresa anunciou que vai aumentar em 23% preço de aço para montadoras de veículos.
-    A Petrobras subiu 1,7%, após anunciar que, pagando a conta das safadezas e rapinagens na empresa durante os governos Lula e Dilma, fechou um acordo de US$ 2,95bi com investidores que moveram ação coletiva contra a empresa.
-    A Netflix subiu 2,0% na bolsa de NY e fechou novamente no maior patamar da história, diante do aumento das “apostas” de que, diante da aprovação da reforma tributária nos EUA, a Apple tem 40% de chance de comprar a empresa.

Política:

Fortalecendo mais uma “dinastia de bandidos”, Roberto Jefferson, bandido velho, condenado e preso no mensalão do PT e dono do PTB, conseguiu que o presidente Temer, seu atual comparsa, indicasse para o ministério do trabalho sua filha Cristiane Brasil, que segundo delação da Odebrecht recebeu R$ 200 mil de propina.

Causando a terceira baixa do governo Temer em menos de 1 mês, Marcos Pereira, dono do PRB, pediu ontem demissão do ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços afirmando estar deixando a pasta para poder se dedicar a questões pessoais e partidárias.

Com um currículo de comparsas da pior espécie, que passa por Maluf, Lula e agora está em Temer, Kassab, ex-prefeito de SP, dono do PSD e atualmente ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, afirmou que Meirelles é o "plano A" do partido para disputar a Presidência neste ano, porém “a porta está aberta” para um possível apoio ao governador Alckmin, do PSDB.

Pré-candidatos ao Planalto estudam uma forma de dizer ao MDB que, talvez, o ideal seja o partido lançar à presidência um candidato próprio para defender o presidente e apoiar, nos bastidores, um outro postulante, que se apresente como independente.

Depois de perder o terceiro ministro em menos de 1 mês, o presidente Temer orientou aliados a repetir o discurso de que o governo tem total controle sobre a troca das pastas, reafirmando diversas vezes que não há um desmonte, mas uma reforma ministerial em curso desde DEZ/17.

Acreditando, com uma boa dose de razão, que os meses que antecedem a disputa serão cruciais para candidatos que tem pouco tempo de TV, já que a campanha oficial terá apenas 45 dias, a Rede definirá a partir da próxima semana uma agenda pré-eleitoral para Marina Silva.

Em defesa de seu “bandido favorito”, integrantes da direção do PT se reúnem hoje em SP para definir as estratégias das mobilizações do dia 24/JAN/18, quando o recurso de Lula será julgado pelo TRF-4.

Com a mortadela acabando, secretários de finanças de 11 diretórios municipais do PT entregaram à presidente do partido, Gleisi Hoffmann, uma carta na qual relatam dificuldades financeiras e reclamam da distribuição do fundo partidário.

Apesar do esforço de deputados estaduais para alavancar a candidatura de João Doria ao governo paulista, nem todos os tucanos da Assembleia Legislativa apoiam o prefeito, que inclusive já cogita trocar de partido.

Crítica:

Logo após ameaçar os EUA dizendo que tem na sua mesa o botão da bomba atônica, Kim Jong-um, o ditador que governa a Coreia do Norte, enviou para a Coreia do Sul um sinal de que está disposto a abrir um canal de comunicação na fronteira com o objetivo inicial de buscar cooperação durante os Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang.

Centenas de anos à frente do Brasil, na Noruega, que é um dos países que mais produz e exporta petróleo para o mundo, em 2017 mais da metade dos automóveis vendidos eram elétricos ou híbridos.

João Amoêdo, candidato do NOVO à presidente que tem o apoio do R.B., afirmou ontem que seu partido é o único dos 35 existentes no Brasil que não utiliza dinheiro do fundo partidário, ressaltando também que defende Estado enxuto, privatizações gerais e livre mercado.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário