R.B. 6/OUT/17 "Matar no nascedouro"



"Matar no nascedouro"

São Paulo, 6 de outubro de 2017 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros recentes, influenciada negativamente pela piora do cenário político tupiniquim e pela retração internacional dos preços das commodities e (2) o DÓLAR pode voltar a subir, recuperando mais uma parte da baixa ainda acumulada no ano (-3,1%), acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, devolvendo quase que 100% dos ganhos da parte da manhã, quando na máxima avançou 1,9% e alcançou a marca histórica dos 78.024pts, dividida entre o entusiasmo com sinais de evolução da economia e as preocupações com a governabilidade do presidente Temer e (2) o DÓLAR subiu 0,5% à R$ 3,15, em um movimento de recuperação após 5 pregões seguidos de queda, acompanhando o fortalecimento generalizando da moeda norte-americana no exterior em meio à expectativa com dados de empregos nos EUA.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, ainda com baixo volume de negócios por conta do feriado semanal na China, Japão 0,1%, apenas sustentada pelo bom desempenho das bolsas de NY no dia anterior, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,5%, França 0,3% e Alemanha 0,1%, com destaques de alta para as exportadoras, beneficiadas pela valorização do dólar frente ao euro, e para os bancos, que recuperaram perdas recentes, e (3) dos EUA, registrando novamente os maiores patamares da história, S&P 0,6%, DJ 0,5% e NASDAQ 0,8%, impulsionadas principalmente pelos papéis de tecnologia e de instituições financeiras, que aceleraram os ganhos do início do pregão após a aprovação do orçamento para 2018 na Câmara dos Representantes do país.

Diante do baixo patamar da taxa de utilização da capacidade produtiva da indústria, da recuperação ainda instável da economia e principalmente da forte queda da inflação, que está (2,46%) bem abaixo do piso da meta do BC (3,5%), o Itaú anunciou que reduziu, de 7,0% para 6,5%, sua “aposta” para o patamar da taxa Selic, que hoje está em 8,25%, no final do atual ciclo de reduções.

Como descaradamente os “nobres parlamentares” foram “generosos demais” com os caloteiros, o Ministério da Fazenda anunciou que avalia recomendar o veto a alguns pontos do Refis que foram incluídos durante a votação no Congresso Nacional e que fizeram as projeções de receita com o referido programa de parcelamento de dívidas caírem de R$ 9,6bi para no máximo R$ 7bi.

Corruptos e ineficientes, os diretores responsáveis pela quase falecia do Postalis, que é o fundo de previdência dos funcionários dos Correios, tiveram a cara de paus de entrar com um recurso para reverter a decisão da Superintendência Nacional de Previdência Complementar de remove-los do cargo e decretar a intervenção no referido fundo alegando descumprimento de regras de contabilização das reservas técnicas e de aplicação de recursos.

Dando mais um “tímido sinal” de recuperação da economia brasileira, a Anfavea, que é a associação que representa as montadoras instaladas no Brasil, anunciou que em SET/17 foram produzidos 236,9 mil veículos no país, o que representa uma alta de 27,0% sobre o mesmo período de 2016 e uma retração de -9,2% na comparação com AGO/17.

-    A Netflix saltou 5,4% na bolsa dos EUA, após ter aumentado os preços de seus serviços de streaming, em um esforço para aumentar a receita em meio ao aumento dos custos do conteúdo.
-    A Apple subiu 1,2% na bolsa dos EUA, após ter lançado uma atualização de software que conserta alguns problemas de conectividade de seu novo smartwatch.
-    A Vivendi caiu -0,6% na bolsa da França, após a polícia ter invadido a sede da empresa em Paris como parte de uma investigação sobre uma suposta manipulação de mercado na época da compra de uma participação da empresa na Mediaset, ocorrida no ano passado.

Política:

Vendo seus eleitores tradicionais, cada dia mais decepcionados, deixando e criticando o partido, a cúpula do PSDB decidiu destituir o deputado Bonifácio de Andrada, de MG e aliado/lacaio/comparsa de Aécio, da sua vaga na Comissão de Constituição e Justiça com o objetivo de se desvencilhar da relatoria da denúncia contra Temer.

Como quem discretamente “avisa que o gato subiu no telhado”, Meirelles, ressaltando que o foco atual é a denúncia oferecida contra o presidente Temer, postergou de OUT/17 para NOV/17 suas expectativas para aprovação da Reforma da Previdência.

A recuperação da economia tupiniquim continua em marcha lenta, mas, para se manter no poder e ao mesmo tempo se livrar da cadeia, o presidente Temer liberou R$ 13bi de recursos, que estavam reservados para a meta fiscal, para emendas de deputados.

Mais uma vez “na calada da noite”, foi aprovada no Congresso uma emenda parlamentar que obrigará sites como o Facebook a suspender, sem decisão judicial, a publicação de conteúdo denunciado como “discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato”.

Inspirando-se no “companheiro Maluf”, que aliás é cada dia mais aliado do PT, embora a percepção geral dos petistas seja a de que o TRF-4 deve confirmar a condenação de Lula, as lideranças do partido, como a senadora Gleisi Hoffmann, dizem que a legenda vai insistir na candidatura de Lula.

Esquecendo-se dos mais de R$ 10bi surrupiados dos cofres públicos nos últimos anos pelas quadrilhas que tomaram o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional, a capa da revista Veja desta semana “alerta” que Bolsonaro é “a maior ameaça que o Brasil já enfrentou no atual ciclo democrático”.

O deputado democrata Rodrigo Maia, atual presidente da Câmara e primeiro na linha sucessória da presidência do Brasil, tenta “matar no nascedouro” os rumores de que estaria alinhado à oposição para deteriorar a já frágil situação de Temer, o que obviamente é verdade.

No PSDB, cada dia mais pressionado por suas bases eleitorais, além dos 14 deputados do partido que optaram pelo afastamento de Temer na primeira denúncia, desta vez mais 10 parlamentares tucanos dizem que podem debandar para a oposição.

Mostrando que está disposto até a ascender vela para o Capeta para ser eleito presidente do Brasil, Dória, que no começo da semana participou do Círio de Nazaré, participará domingo de um evento no qual será homenageado pelo médium Divaldo Franco e pelo guru Sri Prem Baba.

Crítica:

Finalmente fazendo justiça, o terrorista e assassino italiano Cesare Battisti, que foi tratado como refugiado político durante os governos do PT, foi preso tentando sair do Brasil com dinheiro não declarado e agora será deportado para a Itália, onde cumprirá pena de 30 anos de prisão.

Em uma jaula próxima à de Sergio Cabral, Carlos Arthur Nuzman, que nos últimos 30 anos foi presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, está preso por intermediar a compra de votos para a escolha do RJ como sede das Olimpíadas de 2016.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário