R.B. 6/SET/17 "Não tem bandido de estimação"



"Não tem bandido de estimação"

São Paulo, 6 de setembro de 2017 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando uma fração dos lucros acumulados no ano (19,8%) e nos últimos 30 dias (7,9%), acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e pressionada pela nova piora do cenário político tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, em um “ajuste técnico” após fechar o pregão anterior no menor patamar em mais de 1 mês, influenciada pela esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e pela expectativa de corte de -1,0% na taxa básica de juros na reunião do Copom que termina hoje.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, devolvendo quase todos os ganhos da abertura, quando na máxima avançou 1,5%, em um pregão com boa volatilidade, já que na mínima recuou -0,4%, e bom volume de negócios (R$ 11,0bi), no qual ficou dividida entre a queda das bolsas de NY e a avaliação, provavelmente errada, de fortalecimento do presidente Temer diante do revés na delação da JBS e (2) o DÓLAR caiu -0,6% à R$ 3,11, rompendo o importante patamar dos R$ 3,12 e assim refletindo a melhora da percepção em relação ao cenário político e não apenas ao quadro econômico.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,6%, no vermelho pelo segundo pregão consecutivo, com as exportadoras prejudicas pela valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar e China 0,1%, sustentada pela divulgação de dados positivos do setor de serviços do país, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,5%, França -0,3% e Alemanha -0,1%, prejudicadas pelo anúncio de que em AGO/17 o índice de gerentes de compras composto da zona do euro ficou aquém do esperado e novamente com destaques de queda para as ações dos bancos, como Barclays (-1,2%) e BNP (-1,9%) e (3) dos EUA, retornando do feriado, S&P -0,8%, DJ -1,1% e NASDAQ -0,9%, novamente pressionadas pelo acirramento das tensões geopolíticas entre o País e a Coreia do Norte, que testou uma bomba de hidrogênio, e desta vez também influenciadas negativamente pela aproximação de outro poderoso furacão.

Após ser criticado pelo editorial do Financial Times, Meirelles, ministro brasileiro da Fazenda, deu entrevista ao concorrente Wall Street Journal na qual “garantiu” que o Congresso aprovará reformas até o fim de 2018 e que no ano que vem os brasileiros elegerão alguém que queira prosseguir com as reformas, porque o populismo "fracassou miseravelmente".

Hoje, após o fechamento do pregão, termina a reunião do Copom e, com a inflação bem abaixo do centro da meta e a economia capenga, cerca de 99% do “mercado aposta” que a autoridade monetária cortará a taxa básica de juros da economia em -1,0%, dos atuais 9,25% para 8,25% ao ano.

Pagando a conta da corrupção e da irresponsabilidade, ontem, apesar das críticas corretas do Tesouro Nacional, o governo Federal assinou um acordo de recuperação fiscal com o RJ que permitirá que o referido Estado, governado por bandidos, tome empréstimos de R$ 11,1bi com aval da União, obtendo assim recursos para pagar salários atrasados e fornecedores.

Dando mais um “tímido” sinal positivo da economia brasileira, em JUL/17, surpreendendo positivamente o “mercado”, que esperava respectivamente 0,4% e 1,58%, a produção industrial tupiniquim cresceu 0,8% na comparação com JUN/17 e 2,5% na comparação com JUL/16, registrando assim o quarto mês seguido no azul, algo que não ocorria desde 2012, e impulsionada principalmente pelo bom desempenho dos bens de consumo.

Atualmente, a média dos dividendos dos 20 melhores Fundos de Investimento Imobiliários negociados na Bovespa resulta em um rendimento de 0,80% ao mês e, por outro lado, segundo o índice FipeZap, a taxa média mensal de aluguel no Brasil como proporção do valor do imóvel é de 0,34%, provando assim que “é possível pagar o aluguel de seu imóvel com um investimento de menos da metade do valor do próprio imóvel”.

Dando uma péssima notícia para os sojicultores brasileiros, segundo projeções da Agroconsul, por conta do excesso de oferta e consequente queda do preço, a rentabilidade por hectare poderá cair -52% na próxima safra.

-    A JBS despencou -8,3%, e se o Brasil tivesse uma população séria ninguém consumia nada da empresa, após Rodrigo Janot ameaçar rescindir o acordo de delação premiada de Joesley Batista, o bandido que comanda a gang, por considerar que houve omissão de informações.

Política:

Ex-ministro de Lula, Dilma e Temer, de quem também é “amigão”, o peemedebista Geddel Vieira Lima, que também tem a “simpatia” do judiciário que lhe concedeu habeas corpus em JUL/17, foi alvo ontem de uma operação de Polícia Federal que descobriu que ele tinha um "bunker" em Salvador no qual estavam guardados mais de R$ 51 milhões oriundos de fraudes em liberações de empréstimos na Caixa, o que representou a maior apreensão de dinheiro em espécie da história.

Ciente de que os deputados não querem discutir medidas impopulares às vésperas de ano eleitoral, Rodrigo Maia, presidente da República em exercício e presidente da Câmara, afirmou, obviamente sem nenhuma convicção do que falou, que a aprovação da reforma da Previdência "não vai tirar voto de ninguém".

Como querem seguir com suas tramoias e manter os cabides de emprego para vagabundos e corruptos, todos os 9 governadores dos Estados do Nordeste divulgaram ontem uma carta endereçada ao presidente Temer em que pedem ao governo, sem nenhuma justificativa séria, para excluir a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) do plano de privatização da Eletrobras.

Dando aval para o aumento do rombo das contas públicas e facilitando a vida de Temer, que terá mais dinheiro para comprar parlamentares, ontem o Plenário do Congresso Nacional concluiu a votação da proposta de revisão da meta fiscal para 2017, que eleva a previsão de déficit fiscal deste ano de R$ -139bi para R$ -159bi.

Provando que “não tem bandido de estimação”, ontem Rodrigo Janot, Procurador Geral da República, denunciou formalmente Lula, Dilma, Palocci e Mantega e vários outros caciques petistas por participarem de uma organização criminosa para desviar dinheiro da Petrobras.

Sem ideologia, algo que é comum e bastante aceito pelo acéfalo eleitorado tupiniquim, o senador Fernando Bezerra Coelho, que estava no PSB e foi alvo de uma disputa que envolveu o presidente Temer (do PMDB) e o presidente da Câmara Rodrigo Maia (do DEM), anunciou ontem que vai se filiar ao PMDB, já que supostamente recebeu a garantia de que seu filho, o ministro Fernando Coelho Filho (Minas e Energia), poderá disputar o governo do Estado em 2018.

Em sentido oposto ao discurso adotado por aliados de Temer, deputados de oposição dizem acreditar que o presidente da República não terá céu de brigadeiro na análise, pela Câmara, de uma possível segunda denúncia assinada pela Procuradoria-Geral da República.

Diretamente de Paris, onde passeia gastando dinheiro público, Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal, afirmou que não está preocupado com seu nome ter sido citado nas novas gravações feitas pelo empresário Joesley Batista e o lobista Ricardo Saud, e ressaltou que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, quer sua cabeça.

Apesar de saber que alguns de seus colegas são picaretas e nunca ter feito nada para combater esta questão, Carmen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, informou na noite de ontem que pediu à Polícia Federal e à Procuradoria-Geral da República uma investigação imediata para apurar a revelação de que os delatores da JBS tentaram manipular o Judiciário em conversa gravada acidentalmente.

Crítica:

Coberto de razão, Trump, presidente dos EUA, decidiu, assim como também faria o governo brasileiro e o governo da Suíça, acabar com o programa de proteção a jovens imigrantes ilegais, que assim como os adultos entraram de forma clandestina nos EUA e lá permaneceram sem autorização legal.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário