R.B. 5/SET/17 "Monopolistas, caros e ineficientes"



"Monopolistas, caros e ineficientes"

São Paulo, 5 de setembro de 2017 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, mesmo após fechar o pregão anterior acima dos 72.000pts e no maior patamar desde 8/NOV/10 (aos 72.128pts), influenciado pela valorização das commodities e pela redução dos “temores” de apresentação de uma nova denúncia contra Temer e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, novamente seguindo a esperada melhora do “humor” na bolsa brasileira, porem deve-se ressaltar que o patamar é interessante para compras, principalmente diante das “apostas” de corte da taxa básica de juros na reunião do Copom desta semana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,3%, recuperando no final do pregão as perdas da abertura, quando na mínima recuou -0,4%, com baixo volume de negócios (R$ 5,4bi) por conta do feriado em NY e destaques de alta para Petrobrás (1,1%) e Vale (1,2%) e (2) o DÓLAR caiu -0,2% à R$ 3,13, acompanhando a ligeira melhora do “humor” na bolsa brasileira e influenciado principalmente por exportadores, que resolveram atuar no mercado se antecipando ao feriado do dia 7/SET/17.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,9%, interrompendo uma sequência de 3 pregões positivos, com investidores buscando segurança por conta de mais um teste nuclear realizado pela Coreia do Norte e China 0,4%, beneficiada pela divulgação de dados positivos da economia local, (2) da EUROPA, devolvendo parte dos ganhos de sexta-feira, Inglaterra -0,4%, França -0,4% e Alemanha -0,3%, prejudicadas pelo aumento da tensão global após o ditador da Coreia do Norte realizar o sexto e maior teste nuclear no domingo e após o governo chinês ressaltar que nunca permitirá o caos nem guerra na Península Coreana e com destaques de queda para as ações dos bancos, como Barclays (-1,0%) e Commerzbank (-0,8%) e (3) dos EUA, S&P, DJ e NASDAQ permaneceram fechas por conta do feriado do dia do trabalho.

Amanhã tem reunião do Copom e, com a inflação bem abaixo do centro da meta, a economia tentando começar a reagir e o governo precisando de boas novas, quase 100% do “mercado aposta” em um corte de -1,0% na taxa básica de juros, dos atuais 9,25% para 8,25%, o que reduzirá ainda mais a atratividade dos investimentos em renda fixa e atrairá mais recursos para o setor produtivo.

Mostrando um aumento de confiança na economia, o “mercado” elevou, desta vez de 0,39% para 0,50%, suas “apostas” para o crescimento do PIB brasileiro este ano e reduziu, agora de 3,45% para 3,38%, suas projeções para a inflação de 2017.

Ontem a Bovespa, a monopolista bolsa brasileira, divulgou a carteira do Ibovespa que vai vigorar até 28/DEZ/17 e que, com 59 ações de 56 empresas, tem como os 5 papéis com maior peso Itaú (10,8%), Vale (9,0%), Bradesco (8,5%), Ambev (7,0%) e Petrobras (4,9%).

Tentando resolver uma pendenga que se arrasta desde o milênio passado, esta semana chega à reta final a costura de um acordo entre bancos e poupadores sobre as perdas provocadas por planos econômicos nas décadas de 1980 e 1990, já que hoje os representantes dos 2 lados se reúnem para selar os termos finais da negociação, conduzida pela ministra Grace Mendonça, da Advocacia-Geral da União.

“Monopolistas, caros e ineficientes”, os bancos brasileiros agora querem “inventar a roda”, já que buscam ludibriar os clientes de alta renda fingindo que são capazes de oferecer para eles o mesmo atendimento que somente os assessores de investimento independentes conseguem entregar para eles, como aliás acontece a décadas nos países desenvolvidos.

Inda com muito medo de tomarem calote, os 4 maiores bancos brasileiros encerraram o primeiro semestre com um saldo de financiamento de R$ 714bo, valor que é cerca de -20% inferior, em termos reais, ao de 2 anos atrás.

Ressaltando que que a prática constitui arrecadação ilegal de fundos, ontem a China proibiu que pessoas e organizações de levantarem recursos por meio de ofertas iniciais de moedas digitais (ICO, na sigla em inglês).

-    A Usiminas disparou 7,9% e A Gerdau AVANÇOU 2,5%, impulsionadas (1) pelas expectativas positivas quanto à economia chinesa, (2) pelo aquecimento da economia nacional e (3) pela melhora nas recomendações de compra.

Política:

Rendendo-se à realidade dos fatos, Rodrigo Maia, presidente da Câmara que ocupa a presidência do país de forma interina enquanto Temer está na China, afirmou que a expectativa de uma nova denúncia contra o presidente debilita sua força no Congresso e inviabiliza a votação da reforma da previdência.

Ressaltando que vai investigar fortes indícios de omissão de informações sobre práticas de crimes no acordo da JBS, Rodrigo Janot, Procurador Geral da República, ameaçou cancelar o acordo de delação premiada de Joesley Batista, porem ressaltou que as provas apresentadas não serão invalidadas.

Fazendo uma denúncia gravíssima, porem trazendo pouca surpresa, a Veja informou que 4 ministros do Supremo Tribunal Federal foram citados na gravação de Ricardo Saud, executivo da JBS, e seu patrão Joesley Batista.

Com cifras que superam R$ 1bi, a Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira a Operação Unfair Play com objetivo de prender o empresário Arthur Menezes de Soares, conhecido como "Rei Arthur", e Eliane Cavalcante, sócios de empresas de fornecimento de mão-de-obra para o governo do RJ, acusados de comprarem de votos de membros do Comitê Olímpico Internacional para a escolha do RJ como sede da Olimpíada de 2016.

Abrindo uma brecha para a impunidade, os políticos que foram alvo da delação da JBS partirão para a tese de que os flagrantes obtidos pela PGR foram armados em parceria com os irmãos Batista, o que poderia anular o acordo.

Em meio ao embate com o afilhado João Doria, que está fazendo política em Paris, o governador tucano Geraldo Alckmin, de SP, será recebido hoje em Brasília para um jantar na casa do presidente em exercício, o democrata Rodrigo Maia.

Conforme já se esperava, ontem Marcelo Odebrecht afirmou, em depoimento que prestou ao juiz Sergio Moro, que o ex-presidente Lula foi beneficiário de pagamentos em espécie da empreiteira e que o petista sabia da existência de uma planilha com uma "conta" que a empresa possuía com o PT.

PMDB e DEM, que são os principais aliados do PSDB para a corrida presidencial de 2018, ameaçam retirar o apoio à sigla e lançar seus próprios candidatos ao Palácio do Planalto caso os tucanos escolham o governador paulista, Alckmin, para a disputa.

Crítica:

Mostrando que também existem idiotas na nação mais civilizada da América Latina, ontem os taxistas chilenos decidiram bloquear o acesso ao aeroporto internacional Arturo Merino Benítez, que é o principal do país, para exigir à Câmara de Deputados que regule o uso de aplicativos de transporte de passageiros, como Uber e Cabify.

Como mentiu e obviamente dispõem de recursos para fugir do Brasil, Joesley Batista, até por uma questão de isonomia em relação a outros detidos pela Lava Jato e congêneres, deveria ter a prisão preventiva decretada imediatamente.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário