R.B. 17/AGO/17 "Elevando a necessidade e a importância da assessoria independente de investimento"



"Elevando a necessidade e a importância da assessoria independente de investimento"

São Paulo, 17 de agosto de 2017 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros após 4 pregões consecutivos de alta, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais, influenciada pelo recuo das commodities e pressionada pela constatação de que as agências de classificação de risco estão erradas ao não reduzirem a nota do Brasil e (2) o DÓLAR pode subir, retornando à sua trajetória de alta, seguindo o movimento internacional da moeda norte-americana e impulsionado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa tupiniquim.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,3%, com o “mercado” assimilando bem a elevação da meta do déficit das contas públicas tupiniquins e também impulsionada pela valorização das commodities e acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR -0,9% à R$ 3,14, rompendo facilmente o “suporte” dos R$ 3,15, influenciado pelos mesmos motivos que animaram a bolsa brasileira.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,1% e China -0,2%, prejudicadas pelo anúncio de que em JUL/17 os empréstimos liberados pelos bancos chineses foram bem menores do que o esperado, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,7%, França 0,7% e Alemanha 0,7%, ainda refletindo uma percepção de menor cautela com a geopolítica e impulsionadas pela divulgação de dados econômicos positivos, como o crescimento acima do esperado do PIB da zona do euro e a redução do desemprego no Reino Unido e (3) dos EUA, com o DJ retomando o patamar dos 22.000pts, S&P 0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,2%, beneficiadas pela avaliação de que a ata do FED (“BC” local) indicou que pode não ocorrer mais um aumento dos juros este ano.

Indicando que “foi muito bem paga”, a agencia de classificação de risco S&P anunciou que a sinalização do governo Temer de que está comprometido em resolver seu desequilíbrio fiscal foi um dos fatores que pesaram na sua decisão de retirar da “nota” do Brasil a observação negativa, ressaltando também que vê um cenário de estabilidade política no país.

Como um investidor ignorante que não entende o que é juros real, pois prefere ganhar 20% ao ano em um país de inflação de 18% do que ganhar 8% ao ano em um pais com inflação de 3%, o presidente Temer disse que a queda da inflação criou um problema que contribuiu para o aumento do déficit nas contas do governo.

Sem medo da palavra privatização e desagradando apenas a Infraero, a equipe econômica do presidente Temer, que é comandada por Meirelles, decidiu privatizar o aeroporto de Congonhas, em SP, para reforçar o caixa da União em cerca de R$ 4bi no próximo ano e assim tentar cumprir a meta de déficit proposta de R$ -159bi.

Surpreendendo positivamente, já que se esperava 0,6%, em JUN/17 o setor de serviços brasileiro registrou um crescimento de 1,3% na comparação com MAR/17, fechando assim o segundo trimestre no azul depois de 9 trimestres seguidos de perdas.

Ampliando ainda mais a concentração no setor bancário tupiniquim, o que é péssimo para o país e para os consumidores, e “elevando a necessidade e a importância da assessoria independente de investimento”, o CADE aprovou, por unanimidade, a compra das operações de varejo do Citibank no Brasil pelo Itaú Unibanco.

Com a “casa arrumada por Pedro Parente”, a Petrobrás, recuperando a credibilidade junto aos investidores, anunciou ontem, após o fechamento do pregão, que obteve uma demanda de R$ 5bi para emissão de debêntures anunciada no final de JUL/17, ressaltando que usará estes recursos para pagar financiamentos com vencimento mais curtos, dentro de um esforço para alongar os prazos de pagamento de suas dívidas.

Política:

Como se estivesse na oposição, o que em tese não é verdade já que o partido tem 4 ministérios, o PSDB divulgará hoje, em seu programa de rádio e TV, um vídeo no qual chama o atual modelo de governo de "presidencialismo de cooptação" e ressalta que o país atravessa a "pior crise da história da República".

Acreditando, com uma boa dose de razão, que “todo cordeirinho é idiota e fácil de manipular”, o bloco evangélico da Câmara, que em 1994 tinha 21 membros e atualmente tem cerca de 85, “aposta” que a com a aprovação do "distritão" chegará a 130 parlamentares nas eleições de 2018.

Em uma matéria “plantada” pelos aliados de Alckmin, a folha de SP, ao relatar o entupimento de uma galeria de esgoto na cidade de SP, alertou que no mesmo momento que isto ocorria o prefeito Dória estava a 1.700 km dando entrevista para uma emissora de TV em Palmas, no Tocantins.

Tentando reagir às criticas, espalhadas por Alckmin, de que abandonou a prefeitura de SP para se dedicar à campanha presidencial, Dória afirmou que cobro seus secretários através do celular, ressaltando que é assim que as “pessoas modernas” fazem à frente de suas empresas e de seus negócios.

“Apostando”, com bastante percentual de êxito, que terá mais “carinho e atenção” com a “amiga de Temer”, Palocci, ex-queridinho dos banqueiros do Itaim Bibi, decidiu que só apresentará sua proposta de delação premiada quando Raquel Dodge assumir o lugar de Rodrigo Janot na Procuradoria Geral da República.

Mesmo com menos de 5% de intenções de voto nas últimas pesquisas, Alckmin acha que vai ter o apoio de toda a cúpula do PSDB, com quem Doria se indispôs em diversos momentos, para assegurar que será o escolhido pelo partido para disputar a Presidência no ano que vem.

Trabalhando para ajudar Lula a escapar da cadeia e se eleger presidente em 2018, o Supremo Tribunal Federal caminha, à passos largos, para recuar da decisão tomada no ano passado a favor da prisão em segunda instância.

Sem consenso e diante de muita polêmica, o plenário da Câmara dos Deputados adiou na noite de ontem a votação do texto-base de parte da reforma política, o que é um indicativo de risco de que nada seja aprovado pelo Congresso até SET/17, tempo limite para valer nas eleições de 2018.

Crítica:

Em uma decisão já esperada, pois é notório que nossos políticos “são os chefões do tráfico e recebem milhões das nefastas indústrias farmacêuticas”, o governo Temer decidiu encaminhar ao Supremo Tribunal Federal um parecer contrário à liberação da maconha para fins medicinais e terapêuticos.

Preocupados apenas com seus problemas, uma comissão de representantes de funcionários do Tesouro Nacional, órgão responsável pela administração das contas públicas, produziu um documento os cortes de despesas com pessoal, como o adiamento dos reajustes previstos dos servidores de 2018 para 2019, a reestruturação de carreira dos servidores do Executivo e as reduções de gastos com ajuda de custo.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário