R.B. 16/JUN/17 "Perpetuar os mesmos vagabundos e corruptos no poder"



"Perpetuar os mesmos vagabundos e corruptos no poder"

São Paulo, 16 de junho de 2017 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, com baixo volume de negócios por conta do feriado de ontem, ajustando-se às baixas das principais bolsas mundiais no dia anterior e prejudicada pelo aumento constante das incertezas políticas tupiniquins e (2) o DÓLAR pode subir, recuperando o patamar dos R$ 3,30, acompanhando a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e influenciado pela redução do fluxo positivo de recursos externos.

Quarta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, com bom volume de negócios (R$ 22,1bi) por conta do vencimento dos contratos futuros de índice, novamente acompanhando a valorização das commodities e a alta das principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR caiu -0,8% à R$ 3,28, rompendo o “suporte” dos R$ 3,30, influenciado pelos leilões de venda do BC e também seguindo a esperada leve melhora do “humor” na bolsa brasileira.

Ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão -0,3%, com as exportadoras prejudicadas pela valorização da moeda loca (o iene) frente ao dólar e China 0,1%, sustentada pelo anúncio de uma injeção líquida de 90 bilhões de yuans no sistema bancário feita pelo Banco do Povo da China, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,7%, França -0,5% e Alemanha -0,9%, com destaques de queda para as mineradoras e para petrolíferas, diante da manutenção da tendência de queda das commodities e (3) dos EUA, S&P -0,2%, DJ -0,1% e NASDAQ -0,5%, novamente com destaques de queda para as ações do setor de tecnologia, diante do aumento das “apostas” de que a economia do país não parece muito aquecida no momento.

Indicando que “a locomotiva do mundo” está mais lenta do que o esperado, na quarta-feira, ao elevar a taxa básica de juros dos EUA em 0,25%, para 1,25% ao ano, o FED (“Copom” local) citou dificuldades para o país atingir um crescimento entre 1% e 2% no ano.

Agora comandado por um lacaio de Temer, que fará o que for possível para ajudar o referido presidente do Brasil a se manter no cargo, o BNDES anunciou que os governadores interessados em repactuar novas dívidas e que apresentarem garantias para a operação financeira, como a venda de empresas estatais, por exemplo, poderão acelerar a negociação que permitirá o alongamento do prazo de pagamento ao banco estatal.

Apresentando mais uma “luz no final do túnel” da economia tupiniquim, nos 4 primeiros meses deste ano o faturamento das empresas de serviços em São Paulo registrou um crescimento real, que já desconta a inflação, de 2,7% na comparação com o mesmo período de 2016.

Indicando que podem ser apenas fatos isolados os sinais de crescimento da economia brasileira, em MAI/17 a arrecadação federal caiu -3% na comparação com MAI/17, resultado que também coloca ainda mais dúvidas na possibilidade de cumprimento da meta fiscal deste ano.

Sem enfrentar nenhuma oposição, já que cada dia mais a população brasileira entende que as empresas públicas são péssimas para o país e se tornam antros de corrupção, o governo de SP anunciou que pretende realizar já em SET/17 o leilão de privatização da Cesp.

Ajudando no controle da inflação e assim certamente facilitando novos e cortes da taxa básica de juros, a Petrobrás anunciou que, por conta da queda dos preços internacionais do petróleo, reduziu, nas refinarias, em -2,3% no preço médio da gasolina e em -5,8% no valor do diesel.

-    O Bradesco subiu 4,0%, impulsionado (1) pela absolvição do presidente do banco, Luiz Trabuco, pelo Tribunal Regional Federal no âmbito da Operação Zelotes e (2) pelos “rumores” de que Palocci excluiu as instituições financeiras da sua vergonhosa proposta de delação premiada.

Política:

Formatada para “perpetuar os mesmos vagabundos e corruptos no poder”, a reforma política que está sendo gerida no Congresso Nacional pelo deputado petista Vicente Cândido pode se resumir, na essência, à criação de um fundo público de campanha de pelo menos R$ 3bi.

Como recebeu o que queria do presidente Temer, que foi o comando da Superintendência da Zona Franca de Manaus, o senador peemedebista Eduardo Braga, do Amazonas, passou a defender as reformas da previdência e trabalhista.

“Justificando” a facilidade com que Aécio conseguia arrancar dinheiro dos donos da Friboi, somente os benefícios fiscais concedidos a somente três unidades da JBS em MG entre 2011 e 2020 ultrapassam R$ 300mi.

Como já “combinou o jogo” com Lula e quer ser eleito em voto indireto no Congresso Nacional para um mandato tampão até 2018, FHC se prepara para anunciar em breve o desembarque do PSDB do governo Temer.

Encurralando cada dia mais o presidente do Brasil, anteontem, em depoimento prestado à Polícia Federal, Lúcio Funaro “reconheceu ter operado caixa dois do PMDB e “garantiu” que Temer tinha conhecimento de detalhes do financiamento da legenda.

Se preparando para receber “chumbo grosso”, a equipe do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, faz planos para impedir que o nefasto Temer consiga ganhar fôlego no Congresso após a apresentação da primeira denúncia contra o peemedebista, que ocorrerá na próxima semana, e para isto deve entregar também ao Supremo um segundo pedido de ação penal contra o presidente antes mesmo de a Câmara decidir pela aceitação ou não da queixa inicial.

Temer deverá ser acusado por corrupção passiva, organização criminosa, obstrução de justiça e lavagem de dinheiro, porem aliados do presidente no Congresso garantem que, hoje, ele teria ao menos 250 votos para barrar qualquer denúncia.

A defesa do “genial e picareta” Palocci, ex-ministro nos governos Lula e Dilma, disse que o “idiota e serviçal” Mantega, também ex-ministro de Lula e Dilma, foi o responsável pelos pagamentos ilegais feitos pela Odebrecht em contas dos marqueteiros petistas João Santana e Monica Moura, na Suíça.

Crítica:

Aproveitando-se das incertezas que rondam a previdência pública e olhando “além dos 10% do dízimo”, os pastores evangélicos, que já comandam cerca de 30% das ovelhinhas do Brasil, querem agora montar um fundo de previdência batizado de “BemPrev” e que tem a pretensão de ser o maior do país.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário