R.B. 30/NOV/16 "O Brasil é um país cada dia mais socialista"



"O Brasil é um país cada dia mais socialista"

Copenhagen, 30 de novembro de 2016 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, recuperando parte das perdas registradas no pregão anterior, acompanhando a alta das commodities e as “apostas” de redução da taxa básica de juros na reunião do Copom que termina hoje após o pregão e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, acompanhando a valorização internacional da moeda norte-americana e influenciado pela tendência de redução dos juros no Brasil e alta dos juros nos EUA.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu-3,0%, “finalmente” realizando lucros recentes, mesmo com o bom desempenho das bolsas de NY, acompanhando a retração das commodities, com os investidores cautelosos com o cenário político tupiniquim e em compasso de espera antes do resultado da reunião do Copom e (2) o DÓLAR subiu 0,2% à R$ 3,40, em um “ajuste técnico” após fechar o pregão anterior abaixo dos R$ 3,40 e influenciado pelos mesmos motivos que derrubaram a bolsa brasileira.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,3% e China -0,1%, com os investidores demonstrando cautela antes de uma reunião de cúpula da OPEP e de um referendo na Itália, (2) da EUROPA, revertendo uma abertura negativa, Inglaterra 0,2%, França 0,9% e Alemanha 0,4%, impulsionadas por ações de bancos, diante de “rumores” de que o BC agirá para evitar uma turbulência depois do referendo sobre uma reforma Constitucional na Itália, que poderá derrubar o primeiro-ministro Matteo Renzi e (3) dos EUA, S&P 0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,2%, beneficiadas pela revisão do PIB do pais no terceiro trimestre, que subiu de 2,9% para 3,2%, superando as expectativas de 3%, e pela elevação do índice de confiança do consumidor norte-americano para o nível mais alto mais de 9 anos.

Com cerca de 90% do “mercado apostando” que o Copom, cuja ultima reunião do ano termina hoje, manterá o conservadorismo e cortará a taxa básica de juros em -0,25%, dos atuais 14% ao ano para 13,75%, a referida autoridade monetária também estarpa correta se seguir o que pensa os outros 10% e derrubar a Selic em -0,5%, já que certamente a inflação seguirá controlada pela baixa demanda ao menos no final do ano a economia tupiniquim pode se animar um pouco mais.

Mostrando que o Copom, se não for “refém do mercado”, tem motivos para cortar a Selic em -0,5% na reunião que termina hoje, o IGP-M, após avançar apenas 0,23% em OUT/16, registrou deflação de -0,03% em NOV/16, patamar abaixo do esperado pelo “mercado” (0,06%), e com isto acumula uma alta de 7,12% nos últimos 12 meses.

Com o país colhendo os “frutos podres” da administração “acéfala” da ex-presidenta Dilma, segundo o IBGE, a taxa de desemprego no trimestre de AGO/16 até NOV/16 ficou em de 11,8%, a maior da atual pesquisa de emprego, iniciada em 2012, e patamar 33% superior ao auferido no mesmo período do ano passado (8,9%).

Finalmente agindo em defesa do consumidor e em prol da concorrência, o que aliás são suas funções, ontem a Superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica recomendou a impugnação da fusão pretendida entre BM&FBovespa e a Cetip, ressaltando que isto dificultará ainda mais a entrada de novos concorrentes no mercado bursátil tupiniquim.

Como “gato escaldado tem medo de água fria”, após consultar a Advocacia Geral da União, o BNDES decidiu que a liberação de recursos para obras no exterior de construtoras envolvidas no escândalo da Lava Jato dependerá também da avaliação do governo federal.

Mostrando a enorme atratividade do mercado de investimentos no Brasil, que é pouco explorado e tem penetração e participação irrisórias na economia, ontem o BTG, que até então era conhecido por fazer gestão de grandes fortunas, lançou uma plataforma digital que permitirá investimentos a partir de R$ 3 mil e não exigirá renda mínima para abrir uma conta.

-    A Petrobras despencou -5,7%, acompanhando a retração do preço internacional do petróleo (-3,9%), diante da redução da probabilidade de um acordo para limitar a produção na reunião do cartel da Opep.
-    A Vale desabou -5,9%, já que o minério de ferro na China, principal mercado da empresa, recuou -4,4%.

Política:

Ocupando os holofotes logo após Aécio chamar Fidel Castro de “grane líder”, Alckmin, governador de SP e atualmente o tucano mais próximo de ser o candidato do PSDB à presidência em 2018, afirmou que "é preciso ter cuidado" com acusações de que ele estaria envolvido na Operação Lava Jato, ressaltando que o episódio em que teria sido citado com o apelido de “santo” na planilha da Odebrecht não foi esclarecido e que defende as investigações em curso.

Acabando com mais uma insanidade do governo Lula, ontem o presidente Temer sancionou a lei que tira da Petrobras a obrigatoriedade de ser a operadora única do pré-sal, o que estava travando a realização de novos leilões de campos de petróleo nesta nova fronteira de óleo de gás no país.

“Partido para cima”, o que pode ser arriscado, o presidente Temer, lançará nesta semana uma ofensiva para fazer avançar suas reformas econômicas, numa tentativa de reverter o desgaste político que sofreu na semana passada e demonstrar a empresários e investidores que tem apoio no Congresso para aprová-las.

Tentando ocupar espaço diante do enfraquecimento do PT, as forças políticas de esquerda, reunidas em um debate da Folha de SP, defenderam a articulação política de uma frente de variados partidos desse espectro, o que na pratica pode significar o lançamento de uma candidatura única, provavelmente de Ciro Gomes, à presidência em 2018.

Usando os mesmos argumentos anteriores, o que demonstra uma enorme falta de criatividade, os partidos (PT, PC do B, PDT e PSOL) e organizações (CUT, MST e UNE) de esquerda anunciaram a intenção de protocolar no próximo dia 6/DEZ/16 um novo pedido de impeachment contra o presidente Temer.

Crítica:

Confirmando, como pensam 99% dos os europeus, que “o Brasil é um país cada dia mais socialista”, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou ontem um projeto de Lei que, contrariando a lógica da oferta e procura e do livre mercado, define um teto para os juros do cartão de crédito, que no caso seria o equivalente ao dobro do CDI.

Com “saudades da mortadela”, ontem em Brasília bandidos e vagabundos da CUT, do MST e da UNE depredaram patrimônio publico e afrontaram autoridades em um suposto protesto contra o governo e contra projetos do presidente Temer.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário