R.B. 28/OUT/16 "Uma responsabilidade raríssima entre os políticos tupiniquins"



R.B.
"Uma responsabilidade raríssima entre os políticos tupiniquins"

São Paulo, 28 de outubro de 2016 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, mesmo após fechar o pregão anterior no maior patamar desde ABR/12 (aos 64.249pts), “animada” com os sinais de que a esquerda tupiniquim terá um novo revés no segundo turno das eleições municipais e impulsionada pela manutenção da entrada de investidores externos e (2) o DÓLAR pode cair, realizando lucros após 2 pregões consecutivos de alta, acompanhando a esperada manutenção do “bom humor” na bolsa tupiniquim.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,7%, retornando à sua trajetória de alta após 3 quedas consecutivas, desdenhando das perdas das bolsas de NY, beneficiada pela alta das commodities, com bom volume de negócios (R$ 8,1bi) e impulsionada principalmente pelas ações dos bancos, diante de expectativas positivas para os resultados do setor e (2) o DÓLAR subiu 0,4% à R$ 3,15, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana diante do aumento das “apostas” de que a taxa de juros dos EUA vai subir na reunião do Fed (“BC” local) de DEZ/16.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,3% e China -0,1%, prejudicadas pela divulgação de que em SET/16 o lucro da indústria chinesa que subiu 7,7% na comparação anual, mostrando forte desaceleração ante o ganho de 19,5% registrado em AGO/16, (2) da EUROPA, recuperando as perdas da abertura, Inglaterra 0,4%, França 0,1% e Alemanha 0,1%, reagiram positivamente ao anúncio de que o PIB do Reino Unido subiu 0,5% no terceiro trimestre ante o anterior e registrou expansão anual de 2,3%, acima das previsões (0,4% e 2,3% respectivamente) e (3) dos EUA, S&P -0,3%, DJ -0,2% e NASDAQ -0,6%, pressionadas por um movimento de venda de títulos de dívida dos Estados Unidos, que acabou derrubando os setores sensíveis a juros, como o imobiliário e o de serviços básicos, e também afetadas negativamente por balanços corporativos ruins, como o da Ford (-1,3%).

Apresentando suas “apostas” para o futuro do país, Mário Mesquita, novo economista-chefe do Itaú e que chegou a ser cotado para presidir o BC, afirmou que a queda da taxa básica de juros ganhará velocidade em NOV/16 e seguirá em baixa ao longo de 2017 até chegar a 10% ao ano e este será um dos fatores determinantes que, juntamente com a reforma fiscal, a aprovação do teto para os gastos do governo e a reforma da Previdência, levarão a economia tupiniquim a sair da recessão e voltar a crescer 2% ao ano em 2017 e 4% em 2018.

Segundo um estudo divulgado pela Confederação Nacional da Indústria, metade das empresas brasileiras, provavelmente por falta de qualificação da mão de obra, não usa ferramentas digitais em suas linhas de produção e 4 em cada 10 não conseguem identificar novas tecnologias importantes para seus negócios, o que obviamente prejudica a produtividade do país.

Com o país ainda colhendo “frutos podres” da gestão Dilma, (1) no terceiro trimestre deste ano a população ocupada, tanto em trabalhos formais quanto em atividades informais, recuou -2,4% ante o mesmo período do ano passado, (2) os comerciantes brasileiros projetam que as vendas do Natal deste ano serão -3,5% menores que em 2015 e (3) em SET/16 as contas do governo federal registraram um déficit de R$ -25,3bi, o que representa o pior resultado para o mês desde o início da série histórica, em 1997, e um aumento de 240,3% em relação a SET/15.

Podendo ajudar no controle da inflação, a partir de domingo as chamadas dos telefones fixos para 587 municípios vizinhos não serão mais cobradas como interurbanas, passando a ter a mesma tarifa de ligações locais, o que, segundo projeções da Anatel, causará uma redução de até -60% nos custos das ligações.

Apesar da recessão, o comércio eletrônico brasileiro projeta faturamento de R$ 2,14 bilhões na Black Friday tupiniquim, que ocorrerá entre os dias 24 e 27/NOV/16, o que, se confirmado, representará um crescimento será de 18% em relação ao resultado do ano passado.

Fazendo a farra dos sonegadores, que agora podem legalizar seus recursos, e ajudando o governo tupiniquim a reduzir a dúvida publica, segundo dados oficiais da Receita Federal, até as 17hrs de ontem, o programa de repatriação de recursos no exterior registrou R$ 45,78 bilhões de imposto e multa decorrentes da regularização de ativos.

-    O Google caiu -0,5% na bolsa de NY, porem ontem, após o fechamento do pregão, a empresa anunciou que registrou lucro líquido de US$ 5,06bi no terceiro trimestre, patamar acima do esperado pelo “mercado” (US$ 3,98bi).
-    A BRF caiu -0,1%, mesmo após a empresa, que é a maior exportadora de carne de frango do mundo, anunciar que quer se tornar uma multinacional, produzindo e distribuindo em vários países do mundo.
-    A Petrobrás caiu -0,1%, porem, mostrando que a empresa realmente mudou seus dogmas, Fernando Borges, seu gerente executivo para o projeto Libra, afirmou que o compromisso contratual de compra de equipamentos nacionais é uma ameaça ao desenvolvimento da estatal.
-    A Vale caiu -0,4%, realizando parte dos fortes lucros acumulados no mês (34,6%) e no ano (102,1%), após a empresa anunciar que, cumprindo as expectativas positivas do “mercado”, saiu de um prejuízo de US$ -2,1bi no terceiro trimestre de 2015 para um lucro líquido de US$ 575mi no mesmo período deste ano.

Política:

Confirmando mais uma vez que tem “uma responsabilidade raríssima entre os políticos tuoiniquins”, Fernando Holiday, líder do MBL e eleito vereador em SP pelo DEM, afirmou que está desapontadíssimo com a decisão de Dória, o novo prefeito de SP, de congelar a tarifa de ônibus, ressaltando que isto é flertar com a irresponsabilidade fiscal e com o mesmo populismo que nos mergulhou nesta crise.

Tentando colocar petistas, tucanos e peemedebistas no mesmo balaio, segundo a delação premiada de executivos da Odebrecht aos investigadores da à Lava Jato José Serra, hoje chanceler do presidente Temer, recebeu em sua campanha presidencial de 2010 R$ 23mi da empreiteira via caixa dois em uma conta na Suíça.

Ocupando rapidamente o vácuo criando entre o senador tucano Aécio Neves e o prefeito de BH, Márcio Lacerda, do PSB, Alckmin, governador de SP, iniciou uma aproximação política com referido pessebista dando margem a projeções sobre uma possível aliança com vistas à sua campanha presidencial de 2018.

Mostrando que está cada dia mais “sem amigos”, ontem, comemorando seu aniversário de 71 anos, quiçá o ultimo de sua vida fora da cadeia, Lula recebeu felicitações de apenas 20 bajuladores, como o deputado federal José Mentor, que levou sacos de batatas fritas, e Rui Falcão, presidente do PT, que o presenteou com uma garrafa de uísque.

-    Aliviando os “temores do mercado”, Renan Calheiros, presidente do Senado, “garantiu” que vai manter o cronograma de votação da PEC que limita os gastos públicos.
-    O senador peemedebista Eunício Oliveira, futuro relator da PEC do teto de gastos, prometeu não alterá-la no Senado para evitar que o texto precise retornar à Câmara, o que retardaria a aprovação.

Crítica:

Dando um belo alerta para funcionários públicos tupiniquins que, desdenhando da crise pela qual o país passa e amparados pela estabilidade no emprego, protestam por aumentos abusivos de salário, ontem o Supremo Tribunal Federal decidiu, por 6 votos a 4, que o poder público pode, e inclusive deve, cortar os salários de servidores em greve.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário