R.B. 23/SET/16 "Sem saber fazer conta de adição, de subtração e muito menos de divisão"



"Sem saber fazer conta de adição, de subtração e muito menos de divisão"

São Paulo, 23 de setembro de 2016 (SEXTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros recentes, acompanhando o movimento descendente das principais bolsas mundiais e em compasso de cautela antes do final de semana, porem deve-se ressaltar que o patamar é interessante para quem “aposta” na queda da Selic já na próxima reunião do Copom e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, seguindo trajetória internacional da moeda norte-americana, pressionado pelos leilões de compra do BC e influenciado pela esperada pior do “humor” na bolsa brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,0%, com razoável volume de negócios (R$ 6,6bi), acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, beneficiada pelo gradual aumento das “apostas” de melhora da economia tupiniquim e impulsionada pela alta do petróleo e (2) o DÓLAR subiu 0,5% à R$ 3,22, revertendo uma abertura negativa, na qual chegou a atingiu R$ 3,19, em um movimento de “ajuste técnico” após as quedas recentes e diante da expectativa de uma atuação maior do BC na ponta compradora.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão não teve pregão por conta de feriado e China 0,5%, reagindo à decisão do Fed (“BC” dos EUA) que no dia anterior decidiu manter inalterada a taxa de juros e também sustentadas por ganhos nos preços de commodities, (2) da EUROPA, Inglaterra 1,1%, França 2,3% e Alemanha 2,3%, assim como as bolsas asiáticas também repercutindo positivamente a manutenção dos juros norte-americanos entre 0,25% e 0,50% e impulsionadas pela alta das commodities, que beneficiou empresas como a BP (2,4%), a Rio Tinto (3,3%), a RWE (4,0%) e a ArcelorMittal (5,5%) e (3) dos EUA, em alta pela terceira sessão seguida, S&P 0,6%, DJ 0,5% e NASDAQ 0,8%, com o Nasdaq atingindo o maior patamar da história diante da certeza de que juros mais baixos por mais tempo é uma coisa boa para os mercados de ações.

Ressaltando que o BC brasileiro vem conduzindo sua política com a prudência que o momento requer, Ilan Goldfajn, presidente da autoridade monetária tupiniquim, afirmou ontem, em um evento promovido pela revista "Istoé Dinheiro", que se debruçará sobre evidências sólidas para avaliar se, já na próxima reunião do Copom, é possível começar a reduzir a taxa básica de juros da economia brasileira.

Como o presidente Temer conhece bem os sonegadores que lidera em Brasília e no resto do país, o governo federal considera “garantida” a entrada de pelo menos R$ 6,2bi nos cofres públicos com a absurda regularização e repatriação de recursos ilegais de brasileiros no exterior, o que vai ajudar um pouco a melhorar o resultado as contas publicas tupiniquins.

Tentando se organizar estrategicamente e racionalmente ao mesmo tempo em que ainda precisa lidar com as republiquetas bolivarianas que seguem agindo apenas ideologicamente, os Ministros da Indústria e Comércio do Mercosul enviarão carta à União Europeia pedindo empenho nas tratativas para a criação de uma área de livre-comércio entre os dois blocos.

Dando 2 sinais de retomada da economia brasileira, (1) em AGO/16 as importações de produtos químicos, também beneficiadas pela retração do dólar frente ao real, cresceram 12,8% na comparação com AGO/15 e assim chegaram ao maior nível dos últimos 12 meses e (2) após 7 meses seguidos de demissões, o varejo paulista manteve estável seu saldo de empregos entre JUN/16 e JUL/16.

Por conta da crise econômica que o país atravessa, da greve dos auditores fiscais e da participação intensiva dos seus melhores quadros nas investigações da operação Lava Jato, a Receita Federal informou que nos 8 primeiros meses deste ano a arrecadação de impostos, multas e juros devidos aos cofres públicos com autuações caiu -14% na comparação com o mesmo período de 2015.

Podendo estimular, quiçá já na próxima reunião do Copom, a redução da estratosférica taxa básica de juros tupiniquim, o IPCA-15 de SET/16, influenciado pela deflação dos alimentos e bebidas, ficou em 0,22%, resultado que representa menos da metade do auferido em AGO/16 (0,45%) e que ficou bem abaixo da média das “apostas do mercado” (0,33%).

Apresentando 2 notícias negativas para a Friboi, que às custas do dinheiro fácil do BNDES se tornou a maior processadora de proteínas do mundo, (1) os EUA obtiveram produção recorde de carne vermelha em AGO/16, registrando um aumento de 14% na comparação com AGO/15, e (2) o Ministério de Agricultura da China avisou que vai suspender as barreiras de importação da carne bovina norte-americana.

Gozando de um ambiente de negócios favorável, com uma legislação trabalhista moderna, impostos baixos, energia barata e principalmente apoio do governo do país, que por sua vez sonha em ocupar o lugar da China como fornecedor de produtos que chegam ao Brasil, a Riachuelo se prepara para dobrar a capacidade de produção na sua fábrica instalada há menos de 1 ano no Paraguai.

Política:

Confirmando que o eleitor quer “sangue novo” na política, em uma disparada surpreendente Dória subiu de 16% para 25% e agora lidera a disputa pela prefeitura de SP, seguido por Russomanno, que atacado por todos os lados caiu de 26% para 20%, por Marta, que caiu de 21% para 20%, por Haddad, que tem apenas 10% e por Erundina, que está com 5%.

Perdendo uma excelente oportunidade de ficar calado, ontem, após ficar sabendo que disparou nas pesquisas e assumiu a liderança, Dória afirmou que sua eventual vitória nas eleições municiais de SP turbinará a eleição de Alckmin, seu “padrinho político”, à Presidência da República em 2018, o que obviamente vai irritar bastante Serra e Aécio.

Líder nas pesquisas de intenção de voto para a disputa na Prefeitura do RJ, o senador Marcelo Crivella, do PRB, conseguiu atrair candidatos a vereador de 5 partidos coligados a adversários, sendo quatro nanicos e o PSB, cujo maior expoente no estado, que é o senador Romário, lhe declarou apoio publicamente.

Totalmente fora da realidade e pregando apenas para meia dúzia de reféns de sua mortadela, cada dia mais escassa aliás, ontem a ex-presidenta Dilma afirmou que a prisão de Mantega foi "lamentável" e teve o objetivo de influenciar nas eleições municipais, nas quais aliás o PT deve auferir uma derrota acachapante.

Colocando mais petistas na cadeia, na manhã de hoje a Polícia Federal deflagrou nesta a 9ª fase da Operação Acrônimo e entre os alvos estão o atual secretário-chefe da Casa Civil do governo de Minas Gerais, Marco Antônio Teixeira, e outro integrante do governo estadual, comandado pelo petista Fernando Pimentel.

Representando a derrocada do PT, que até as eleições presidenciais e estaduais de 2018 vai encolher ainda mais, ontem, já se desculpando por sua iminente derrota, Haddad, prefeito de SP e candidato à reeleição, justificou seu fraco desempenho alegando que as candidaturas das ex-petistas Marta Suplicy, agora no PMDB, e Luísa Erundina, agora no PSOL, divide o eleitorado de esquerda.

Mostrando que não perdeu o traquejo de ser partido da base aliada, o PSDB, autoproclamado fiador do ajuste fiscal, tem dado mostras para o Planalto de que é essencial para a aprovação de seus projetos na Câmara, já que desde MAI/16 os tucanos são, entre os grandes partidos, a sigla mais fiel a Temer nas votações em plenário.

Como o petista tem “contatos íntimos” em bancos médios e pequenos, parte do mercado financeiro ficou alarmada com a notícia da prisão de Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda e, no passado, interlocutor do setor.

Crítica:

“Sem saber fazer conta de adição, de subtração e muito menos de divisão”, ontem as principais centrais sindicais tupiniquins, supostamente defendendo os trabalhadores, decidiram realizar um protesto nacional contra mudanças na legislação trabalhista, que obviamente são fundamentais para garantir o crescimento e a geração de empregos, e a reforma da Previdência Social, que é essencial para que o INSS não quebre e as próximas gerações de trabalhadores possam se aposentar.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário