R.B. 11/JUL/16 "Freiras carmelitas de pés descalços"



"Freiras carmelitas de pés descalços"

São Paulo, 11 de julho de 2016 (SEGUNDA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, iniciando uma realização de lucros após 4 semanas consecutivas de ganhos, diante dos seguidos sinais de piora das contas publicas tupiniquins e do recuo internacional das commodities e (2) o DÓLAR pode subir, devolvendo uma parte da forte queda registrada no pregão anterior, para acompanhar a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e também seguir a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,2%, registrando a quarta semana consecutiva de alta, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e internamente animada com o anúncio da meta fiscal de 2017 e com a renúncia de Eduardo Cunha da presidência da Câmara e (2) o DÓLAR caiu -2,0% à R$ 3,29, em um “ajuste técnico” após 5 pregões seguidos de alta, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela melhora do “humor” n bolsa brasileira.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -1,1% e China -1,0%, pressionadas por uma nova queda do petróleo e pela notícia de que os empréstimos inadimplentes do setor bancário chinês ultrapassaram US$ 299,2bi em MAI/16, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,9%, França 1,8% e Alemanha 2,2%, com destaques de alta para as ações dos bancos, como Popolare (18,4%), Deutsche (2,8%) e Société (5,3%), após Ignazio Visco, presidente do BC da Itália, reconhecer que talvez seja necessária uma intervenção do estado para que a crise nos bancos mais fracos do país se espalhem e (3) dos EUA, com o DJ atingindo o maior patamar em 52 semanas, S&P 1,5%, DJ 1,4% e NASDAQ 1,6%, beneficiadas por boas notícias da economia do país e com destaques positivos para os setores de Materiais básicos, Industriais e Finanças.

Superando as expectativas mais otimistas (180 mil), o Departamento de Trabalho dos EUA divulgou que em JUN/16 foram criados 287 mil novos postos de trabalho na maior economia do mundo, patamar também muito superior ao auferido em MAI/16 (38 mil) e o melhor resultado em 8 meses, porém, como mais pessoas estão procurando emprego, a taxa de desemprego subiu, de 4,7% para 4,9%, enquanto estimava-se 4,8%.

Reforçando a tese dos economistas de que novas medidas de estímulo pelo governo chinês podem ser necessárias para apoiar a economia, em JUN/16 a inflação ao consumidor na China cresceu 1,9% na comparação com JUN/15, o que, por conta do recuo dos preços ao produtor, representa o ritmo mais lento desde JAN/16.

Otimista com o novo governo tupiniquim, a agência de classificação de risco S&P elevou sua “aposta” para o crescimento do Brasil em 2017, de 0,5% para 1%, ressaltando entretanto que as condições econômicas continuaram fracas na maior parte da América Latina no segundo trimestre, mas que o crescimento está se estabilizando na maioria dos casos.

Como fruto da crise econômica, mas também da péssima qualificação e da enorme falta de caráter dos seus gestores, cada dia mais Estados brasileiros estão atrasando uma fatia crescente dos pagamentos para fornecedores e funcionários e com isto a dívida acumulada, apenas nos 4 primeiros meses deste ano, já chega a R$ 11,4bi, e os relatórios orçamentários entregues ao Tesouro Nacional mostram que esse passivo registrou um aumento de 82% em relação ao mesmo período do ano passado.

Ressaltando, com toda a razão, que o governo Temer tem se mostrado fraco e suscetível a pressões de grupos, Marcos Lisboa, economista prestigiado e presidente do Insper, alertou que, sem reformas estruturais para conter a trajetória explosiva de sua dívida, o Brasil corre o risco de se transformar em um grande Rio de Janeiro.

Indicando que aos poucos, e bem lentamente, a inflação brasileira começa a ficar controlada, o IPCA de JUN/16 ficou em 0,35%, patamar levemente aquém do esperado (0,37%), porem bem inferior ao valor auferido em MAI/16 0,78%), acumulando com isto uma alta de 8,84% nos últimos 12 meses, enquanto se situava em 9,32% nos doze meses imediatamente anteriores.

Política:

Finalmente chegando a um acordo, que prejudica bastante Eduardo Cunha, ontem os deputados do centrão, o Palácio do Planalto e Waldir Maranhão decidiram que a eleição para escolha do novo presidente da Câmara será às 19h desta quarta-feira, mantendo para amanha a sessão da Comissão de Constituição e Justiça que deve rejeitar o último recurso de Cunha para evitar a sua cassação.

Petista de carteirinha, o economista Ricardo Carneiro, que representou por 4 anos o Brasil como diretor-executivo no Banco Interamericano de Desenvolvimento, deixou o cargo ressaltando que retorna ao seu país num momento crítico de ruptura institucional e disparando críticas contra o governo Temer, que segundo ele não tem legitimidade e quer impor uma política econômica sem o respaldo das urnas.

Indicando que, apesar de ser muito cuidadoso nas palavras, também comente gafes, Temer recomendou, no momento em que o país enfrenta uma taxa de desemprego de 11,2%, a empresários da área industrial que deem preferência à contratação de brasileiros que se formaram no exterior, ressaltando que esta mão de obra pode trazer informações tecnológicas para o país.

Referendando sua enorme impopularidade e sua total falta de habilidade política, com 68 pedidos de impeachment protocolados na Câmara dos Deputados, a ex-presidenta Dilma, que teve 5 anos de mandato, ultrapassou com folga a soma do número de petições contra FHC (18), Itamar Franco (4) e Collor (29) e teve exatamente o dobro de pedidos de impedimento que Lula teve (34) em seus 8 anos de mandato.

Acreditando que o Congresso Nacional é formado por “freiras carmelitas de pés descalços”, o Planalto, temendo o risco de racha da base aliada, quer “rodízio amigável” na presidência da Câmara elegendo agora Rogério Rosso, do PSD do DF, e algum nome do PSDB, DEM ou PPS em 2017.

-    Provando que a ideologia passa longe de 99% dos partidos brasileiros, o PT, que se diz de esquerda e de oposição, deve apoiar o nome de Rodrigo Maia, do DEM, para a presidência da Câmara.
-    Diante da sábia decisão do DEM de fechar com João Dória na corrida à Prefeitura de SP, restará ao PRB do deputado Celso Russomanno tentar segurar a tríade PTB, PSC e PTN, siglas com as quais mantém conversas há alguns meses.

Crítica:

Como fruto da crise, mas também de uma legislação confusa e paternalista, nos 4 primeiros meses deste ano foram abertos 905.670 processos nas varas trabalhistas brasileiras, o que representa um aumento de 7,9% na comparação com o mesmo período de 2015 e o maior patamar para o período desde 1941, quando começou esta série histórica do Tribunal Superior do Trabalho.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário