R.B. 2/FEV/16 "Amigo de banqueiros discretos e de empreiteiros quatrocentões"


"Amigo de banqueiros discretos e de empreiteiros quatrocentões"

 

São Paulo, 2 de fevereiro de 2016 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros após 4 pregões consecutivos de alta, nos quais avançou 8,2%, e acompanhando as perdas das principais bolsas mundiais e a desvalorização das commodities para ampliar as perdas já acumuladas no ano (-6,4%) e (2) o DÓLAR pode subir, retornando à sua "trajetória natural" após 3 pregões consecutivos de queda, influenciado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa brasileira.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, revertendo uma abertura negativa, na qual chegou a recuar -1,7%, para fechar no maior patamar da sessão, com baixo volume de negócios (R$ 4,8bi) e em um movimento de cobertura de posições vendidas e de entrada de investidores externos e (2) o DÓLAR -1,3% à R$ 3,97, pressionado pelos leilões de venda do BC e acompanhando a desvalorização internacional da moeda norte-americana, diante de declarações de autoridades estadunidenses indicando que a taxa básica de juros dos EUA pode subir de forma mais lenta do que o esperado.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 1,9%, impulsionada por "rumores" de estímulos monetários, após o BC local ter anunciado um inesperado corte de juros na semana passada e China -1,8%, prejudicada por novos dados fracos sobre a atividade manufatureira do país, que em DEZ/15 registrou a sexta contração consecutiva e ficou abaixo da expectativas dos analistas, (2) da EUROPA, Inglaterra -0,4%, França -0,6% e Alemanha -0,4%, influenciadas negativamente por dados que apontam enfraquecimento da indústria na zona do euro em JAN/16 e pressionadas pelo recuo das empresas petrolíferas, diante da baixo do petróleo (-4,6%) e (3) dos EUA, sem uma tendência única e próximas da estabilidade, S&P –0,1%, DJ –0,1% e NASDAQ 0,1%, já que a divulgação de dados de inflação e de consumo levemente abaixo do esperado podem mudar o ritmo de alta da taxa de juros do país.

 

Já refletindo a ideia estapafúrdia do governo Dilma de tentar tirar o país da crise estimulando o consumo e privilegiando os setores "queridinhos", ontem o "mercado" reduziu ainda mais, desta vez de –3,0% para –3,01%, suas "apostas" para a retração do PIB brasileiro em 2016, e elevou, agora de 7,23% para 7,26%, suas projeções para a inflação medida pelo IPCA neste ano.

 

Criticando a ideia estapafúrdia do governo Dilma, a agencia de classificação de risco Moody´s alertou que as medidas de estímulo econômico por meio do aumento da oferta de crédito pelos bancos públicos podem prejudicar a avaliação de risco de calote dessas instituições, já que eles serão encorajados a fazer empréstimos de maior risco de inadimplência no momento em que recessão, inflação alta, desemprego ascendente reduzem a capacidade de pagamento dos tomadores de empréstimos.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) em JAN/16 as vendas de carros de passeio e comerciais leves caíram -38,6% na comparação com JAN/15, (2) o consumo médio de energia elétrica nas residências do Brasil caiu -3,2% em 2015 ante o ano anterior e com isto as distribuidoras estão negociando com o governo a devolução de parte da energia que foi contratada em leilões, (3) em 2015 os postos de trabalho nas empresas fabricantes de calçados recuaram –8,0% na comparação com 2014 e (4) segundo a Confederação Nacional do Comércio, no ano passado 80,1 mil lojas fecharam as portas no país, resultado que representa um aumento de 52% em relação a 2014.

 

Contribuindo para o aumento da inflação e prejudicando ainda mais a economia do país, o governo Dilma, como precisa de cada vez mais dinheiro para sustentar a corrupta, ineficiente e burocrática maquina publica, decidiu aumentar a tributação do cigarro, do chocolate, do sorvete e da ração de cães e gatos.

 

Mostrando para a "companheira Dilma" um bom caminho a ser seguido, Putin, "o poderoso chefão da Rússia", estuda privatizar 7 estatais, entre as quais a companhia aérea Aeroflot, a mineradora de diamantes Alrosa e a petroleira Rosneft, para fazer frente à queda das receitas em consequência da drástica desvalorização do petróleo.

 

Mesmo com o dólar acumulando uma alta de quase 50% nos últimos 12 meses, como a presidenta Dilma prefere se reunir com o presidente da Bolívia ao invés de ir à Davos conversar com as maiores economias do mundo, em JAN/16 a média diária das exportações brasileiras foi -13,8% menor que em JAN/15, porem, como as importações, prejudicadas pela crise no país, recuaram -35,8% na mesma base de comparação, no primeiro mês do ano a balança comercial tupiniquim registrou um superávit de US$ 923mi, o que representa o melhor resultado para o mês desde JAN/07.

 

-    Aumentando o desemprego e a recessão, o grupo varejista GEP, dono das marcas Luigi Bertolli e Cori, entre outras, e que opera as lojas da americana GAP no Brasil, entrou com pedido de recuperação judicial e suas dívidas já somam R$ 513,2mi.


Política:
 
Dando a cara à tapa e desdenhando dos conselhos de seus auxiliares, a presidenta Dilma decidiu que hoje vai pessoalmente fazer a leitura da mensagem do Poder Executivo na reabertura dos trabalhos do Congresso Nacional diante dos "nobres " deputados e senadores, de quem pedirá ajuda para aprovar medidas que, segundo ela, são importantes para tirar o país da crise econômica, que tem se agravado nos últimos meses.

 

Mostrando que a situação é cada dia pior para a quadrilha que atualmente governa o Brasil, segundo uma pesquisa do Instituto Ipsos, que obviamente será contestada pelos petistas, 79% avaliam o governo Dilma como ruim ou péssimo, 90% dos brasileiros acham que o país está no rumo errado e 60% querem o impeachment.

 

Tecnicamente correto, no recurso apresentado ontem em que questiona o rito definido em DEZ/15 pelo Supremo Tribunal Federal para o pedido de impeachment da presidenta Dilma, o comando da Câmara acusa o tribunal de ter feito uma profunda intervenção no funcionamento interno da Casa, que restringiu direitos dos parlamentares.

 

Acreditando que todos os brasileiros são ignorantes como seu cliente, o advogado Nilo Batista, responsável pela defesa do ex-presidente Lula, afirmou que o referido petista é vítima da maledicência de "coxinhas", que não admitirem que um operário possa comprar um tríplex de 215 m² no Guarujá.

 

Mostrando mais uma vez que tucanos e petistas são iguais, Aildo Rodrigues, chefe de gabinete da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do governo Alckmin em SO, foi exonerado do cargo após virar alvo de investigação na Corregedoria do Estado devido a uma denúncia de que ele pedia uma espécie de "dízimo" a funcionários comissionados da pasta.

 

Se ocupando primeiro do "café pequeno", para depois começar a prender banqueiros e políticos, ontem o juiz federal Sergio Moro, que cuida das ações da Operação Lava Jato na primeira instância em Curitiba, condenou o ex-diretor da Petrobras Jorge Luiz Zelada a 12 anos e dois meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

 

"Amigo de banqueiros discretos e de empreiteiros quatrocentões", o ex-ministro da Casa Civil e atualmente "presidiário-vip" José Dirceu afirmou, em depoimento sobre a Operação Lava Jato, que (1) não vê razões para estar preso em regime fechado, (2) colaborou com a Justiça quando necessário, (3) não fugiria do país se estivesse solto, (4) nunca recebeu dinheiro sujo e (5) não vai aceitar a tentativa de envolver o ex-presidente Lula nos casos de corrupção.


Crítica:
 
Como primeira presidenta do Brasil e defendendo a igualdade de direitos, e também de deveres, Dilma estuda enviar ao Congresso Nacional uma proposta de reforma da Previdência que prevê a unificação, no longo prazo, regras iguais para aposentadorias de homens e de mulheres, trabalhadores urbanos e rurais, do setor público e do privado.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso site: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário