R.B. 16/FEV/16 "Exímio vira-casacas"


"Exímio vira-casacas"

 

São Paulo, 16 de fevereiro de 2016 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:
 
Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, acompanhando o provável movimento ascendente das bolsas de NY, que ontem estavam fechadas, seguindo a recuperação dos preços das commodities e também com os investidores começando a acreditar na prisão do ex-presidente Lula, o que certamente injetaria animo no "mercado" e (2) o DÓLAR pode cair, influenciado pela trajetória internacional da moeda norte-americana e beneficiado pela esperada melhora do "humor" na bolsa brasileira.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,7%, com baixíssimo volume de negócios para um dia de vencimento de opções (R$ 4,9bi), porem conseguindo recuperar o patamar dos 40.000pts, para fechar aos 40.092pts, acompanhando a valorização das principais bolsas mundiais e a alta das commodities e (2) o DÓLAR caiu  -0,1% à R$ 3,99, acompanhando a melhora do "humor" na bolsa brasileira e pressionado pelos leilões de venda do BC.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, sem uma tendência única, Japão 7,2%, a maior alta percentual desde SET/15, que recuperou parte das perdas acumuladas na semana passada (-11,1%) e foi impulsionada pela valorização das commodities e pelos sinais positivos da economia dos EUA e China -0,6%, em um movimento de ajuste após permanecer fechada por 1 semana para o feriado de Ano Novo Lunar, (2) da EUROPA, com baixo volume de negócios diante do feriado no EUA Inglaterra 2,0%, França 3,0% e Alemanha 2,7%, beneficiadas (a) por expectativas de mais estímulos monetários, após Mario Draghi, presidente do BC Europeu, ressaltar que a instituição "não hesitará em agir" em sua reunião de MAR/16 caso a volatilidade do mercado ameace as perspectivas para a economia e (b) pelo anúncio de que em JAN/16 as importações chinesas de minério de ferro e de cobre da China subiram respectivamente 4,6% e 7,3% na comparação com JAN/15 (3) dos EUA, S&P, DJ e NASDAQ permaneceram fechadas devido ao feriado do dia do presidente.

 

Dando sequência ao aumento do pessimismo em relação ao Brasil, o " mercado ", usando como premissas os dados divulgados e as decisões tomadas pelo governo Dilma na semana passada, elevou pela sétima vez consecutiva, agora de 7,56% para 7,61%, suas "apostas" para o PICA deste ano e piorou anda mais, desta vez de -3,21% para -3,33%, suas perspectivas para o desempenho do PIB brasileiro este ano.

 

Como precisa urgentemente de dinheiro para cobrir o rombo nas contas publicas, causado por falta de gestão e excesso de corrupção, o governo Dilma decidiu que, diante do pouco avanço nas obras para desenvolver aeroportos fora das capitais, vai acelerar a concessão dessas unidades ao setor privado.

 

Deixando de lado o discurso anti-privatização e anti-capital estrangeiro, os técnicos do setor de aviação civil do governo defendem agora que o país faça a abertura total do mercado de aviação comercial para empresas estrangeiras, sem nenhuma restrição, inclusive com relação ao percentual máximo de participação, o que seria muito bom principalmente para 4 maiores companhias aéreas brasileiras (TAM, Gol, Azul e Avianca), que estão registrando prejuízos há mais de 1 ano.

 

Fazendo uma mea-culpa, porem com os cofres cheios de dinheiro das propagandas das estatais, ontem a Folha de SP finalmente admitiu que demorou para noticiar a crise econômica brasileira, que segundo seus colunistas já era bastante clara em 2013, quando a confiança do consumidor já estava em queda e o preço dos alimentos em alta.

 

Por conta da alta taxa de juros, da crise econômica e da falta de educação financeira da população, no ano passado dívida dos brasileiros no rotativo do cartão de crédito cresceu 21%, ritmo que é praticamente o dobro do verificado em 2014, quando avançou 11,4%.

 

"De olho" no ouro negro que a Petrobrás, por conta da corrupção petista na empresa, está sem capacidade de explorar, a empresa resultante da fusão das gigantes petroleiras Shell e BG anunciou ontem que nos próximos 4 anos pretende quadruplicar a sua produção de óleo e gás no Brasil, transformando o país no principal mercado de exploração e produção da companhia.

 

-    O BTG subiu 0,3%, ainda recuperando perdas recentes, mesmo após o anúncio de que seu Conselho de Administração aprovou o terceiro programa de recompra de ações.

-    A Usiminas avançou 5,9% e, após o fechamento do pregão, foi anunciado que a empresa, para evitar a recuperação judicial, acertou a renegociação de cerca de metade da sua dívida de R$ 8bi com os bancos credores, desde que os principais acionistas façam um aporte de R$ 4bi.


Política:
 
Com o dinheiro como meta principal, o PP, que é comandado por Maluf, está se aproveitando a fragilidade do governo Dilma e já fez chegar ao Palácio do Planalto que não está satisfeito só com o ministério da Integração Nacional, ressaltando que precisa controlar um órgão com capilaridade nacional para diminuir a rebeldia das bancadas do Sul e do Sudeste.

 

Se especializando em ter ideias idiotas, a presidenta Dilma, para angariar mais apoio, decidiu acatar o pedido de governadores e prefeitos para repartir os recursos oriundos da CPMF com Estados e municípios, porem para isto apresentará uma emenda ao projeto de recriação do tributo elevando a alíquota de 0,20% para 0,38%.

 

Já que carece de apoio principalmente entre seus principais aliados, que são as centras sindicais e os partidos de esquerda, o governo Dilma decidiu que vai apresentar apenas as linhas gerais de sua proposta de reforma da Previdência, pois deseja negociá-la no Fórum Nacional de Trabalho e Previdência.

 

"Exímio vira-casacas", já que foi líder do governo FHC, do governo Lula e do governo Dilma no Senado, o peemedebista Romero Jucá, que em breve deve ser confirmado como vice-presidente do PMDB, afirmou que (1) o impeachment não está morto, (2) os desdobramentos de um possível afastamento da presidente serão consequência de uma conjuntura e (2) antes de pensar em aprovar a CPMF o governo deveria cortar gastos.

 

Mantendo o bandido "enjaulado", o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou seguimento ao habeas corpus no qual a defesa do ex-governador de Mato Grosso, o peemedebista Silval da Cunha Barbosa, pedia a revogação de sua prisão preventiva, decretada por acusação de crimes como concussão, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

 

Ainda acuados, ontem, durante a reunião do Conselho Nacional do PT, Lula e o resto dos caciques petistas não deram nenhuma declaração ou prestaram esclarecimentos sobre as denúncias envolvendo o ex-presidente, que comprovadamente foi beneficiado por reformas em imóveis pagas por empreiteiras investigadas na Lava Jato.

 

Depois de ouvir durante mais de 1 hora duras críticas do seu partido à gestão da presidenta Dilma, o vice-presidente Michel Temer reclamou, em reunião do PMDB em MG, que as ideias da sigla não são acolhidas pelo governo federal.


Crítica:
 
Mostrando que, além de mais honestos (se é que alguém pode ser "meio honesto"), precisamos urgentemente também de parlamentares mais saudáveis e menos mentirosos, quase 90% das 6.113 ausências justificadas registradas nos 125 dias de sessões na Câmara Federal em 2015 decorreram de atestados médicos ou odontológicos.

 

Se adiantando, de forma irresponsável, aos pesquisadores brasileiros e à Organização Mundial da Saúde, Marcelo Castro, ministro da Saúde, afirmou ontem que "não há dúvidas" por parte do Governo Federal de que a epidemia de microcefalia é uma consequência direta do surto da zika em algumas regiões do Brasil.

 

No ano em que o país atingiu recorde de casos de dengue e entrou em alerta devido ao avanço do vírus da zika, os gastos do governo federal e da maioria dos Estados com vigilância epidemiológica, que é a atividade de prevenção e controle de doenças, caíram cerca de –10% na comparação com o ano anterior.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso site: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário