R.B. 11/JUN/15 "Premissa estúpida"


R.B.

"Premissa estúpida"

 

São Paulo, 11 de junho de 2015 (QUINTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, ampliando os ganhos acumulados no mês (2,1%) e no ano (7,7%), ainda acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, diante da redução das tensões com a Grécia e (2) o DÓLAR pode cair, aumentando a baixa acumulada no mês (-2,2%) e reduzindo a valorização acumulada no ano (17,4%), diante das expectativas de novas altas da Selic e de intervenções do BC na ponta vendedora.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,0%, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, com bom volume de negócios (R$ 7,6bi) e com destaque de alta para as ações da Vale (4,8%), beneficiada pela valorização das commodities e (2) o DÓLAR subiu 0,6% à R$ 3,11, revertendo uma abertura negativa, em um "ajuste" após recuar em 5 das últimas 6 sessões e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão –0,2%, em baixa pela quarta sessão consecutiva, novamente com destaques negativos para as exportadoras, como Denso (-2,3%) e Tokyo Electron (-1,6%) e China –0,2%, após a MSCI, que controla vários índices do mercado financeiro ao redor do mundo, ter anunciado a decisão de não incluir as ações negociadas no país em seu índice de mercados emergentes, (2) da EUROPA, iniciando um movimento de recuperação após 6 pregões seguidos de queda, Inglaterra 1,1%, França 1,7% e Alemanha 2,4%, com destaques de alta para as ações dos setores farmacêutico e bancário e beneficiadas por "rumores" de que o governo alemão estaria satisfeito com o comprometimento do governo da Grécia com reformas econômicas e (3) dos EUA, também recuperando perdas recentes, S&P 1,2%, DJ 1,3% e NASDAQ 1,2%, acompanhando o movimento ascendente das bolsas europeias e impulsionadas pelo bom desempenho das ações de empresas do setor energético.

 

Ressaltando que o impacto da alta recente do dólar sobre alguns preços administrados tem dificultado a condução da política monetária, Joaquim Levy, ministro da Fazenda, Joaquim Levy, "garantiu" que o governo Dilma continuará trabalhando para que a inflação volte para o centro da meta de 4,5%.

 

Enquanto, em nome do ajuste fiscal, reduz as verbas para saúde, segurança e educação, o governo Dilma, diante da "premissa estúpida" de obrigar conteúdo nacional nas empresas fornecedoras do pré-sal, conseguiu convencer a Petrobras, os estaleiros asiáticos e o banco de desenvolvimento da China a emprestarem US$ 4bi para a Sete Brasil, que é a empresa criada pelo governo petista para fazer sondas e empregar os "companheiros" sem mandato.

 

Apesar de ter "batido de frente" com o governo Obama inúmeras vezes durante seu governo, a presidenta Dilma anunciou que vai usar sua visita aos EUA, prevista para o fim deste mês de JUN/15, para "vender" o ajuste fiscal e tentar atrair recursos para o pacote de concessões anunciado esta semana, porem, caso não haja mais detalhes em relação ao modelo das licitações, obviamente esta ofensiva deve ter recepção morna.

 

Animando o produtor brasileiro de soja, os dados de oferta e demanda de grãos divulgados ontem pelo Departamento de Agricultura dos EUA indicam que ocorrerá uma forte queda nos estoques da maior economia do mundo, o que por sua vez deve causar um aumento de preços.

 

Apresentando o primeiro efeito pratico do pacote de privatizações anunciado pelo governo Dilma, ontem Nelson Barbosa, ministro do Planejamento, afirmou que parte dos investimentos previstos pelo governo em rodovias já concedidas poderá ser compensada com aumento nos pedágios.

 

Puxado por alimentos da cesta de consumo com grande peso no bolso das famílias, como tomate e cebola, e pelas tarifas de energia elétrica, o IPCA, índice usado no regime de metas de inflação, apresentou alta de 0,74% em MAI/15 e agora acumula 8,47% nos últimos 12 meses, o que representa a maior taxa desde DEZ/03 (9,3%).

 

-    A Gerdau caiu -2,4%, prejudicada pela decisão do Credit Suisse de reduzir o preço-alvo do papel da companhia de R$ 12 para R$ 10, com manutenção da recomendação neutra.

-    A Embraer subiu 1,5% e, após o fechamento do pregão, a companhia aérea norte-americana Delta anunciou que vai adquirir 20 aeronaves E190 e 40 novos 737-900 ERs da referida empresa brasileira.


Política:
 
Indicando que será um retrocesso qualquer reforma política aprovada pelo atual Congresso Nacional, ontem o plenário da Câmara dos Deputados aprovou uma emenda à Constituição que estabelece o mandato de 5 anos para todos os cargos eletivos a partir de 2022, inclusive criando um confuso esquema de mandatos distintos nos próximos anos, já que eleva de 8 para 9 anos o mandato dos senadores eleitos em 2018 e reduz de 8 para 5 o mandato dos senadores eleitos em 2022.

 

Hoje, no auge daquela que talvez seja a maior crise de sua história, com o governo Dilma mal avaliado e seus dirigentes acusados de corrupção, o PT seu 5º Congresso Nacional, que desta vez ocorrerá em Salvador e corre o risco de ter os debates esvaziados, principalmente por não haver uma definição de um cenário político e econômico que possibilite à sigla dar uma resposta à sociedade sobre a crise atual.

 

Apesar dos "apelos" de Lula para que os "companheiros" petistas não criticassem o governo Dilma, unidos, os integrantes de duas tendências petistas, Novo Rumo e Esquerda Popular e Socialista,  já abriram uma dissidência interna, ao criticarem abertamente o ajuste fiscal promovido por Joaquim Levy.

 

Podendo criar as bases legais para um pedido de Impeachment da presidenta Dilma, na quarta-feira da próxima semana o Tribunal de Contas da União vai julgar as contas do governo Federal em 2014 e, segundo as pistas já dadas pelo ministro Augusto Nardes, relator do caso, a decisão deve ser pela confirmação de que a petista desrespeitou a Lei de Responsabilidade Fiscal ao utilizar truques irregulares para maquiar a real magnitude do rombo nas contas públicas, artifício já apelidado de pedaladas fiscais.

 

Azedando cada dia mais a relação entre os dois principais partidos do atual governo, a cúpula do PMDB desconfia que a presidenta Dilma tenha dado aval à proposta do ministro Aloizio Mercadante, da Casa Civil, de indicar Eliseu Padilha para a Secretaria das Relações Institucionais, o que esvaziaria os poderes do vice-presidente Michel Temer.


Crítica:

 

-    Dando uma nova demonstração de que quer imitar a expulsão dos vendilhões do templo, como fez Jesus, ontem o Papa Francisco ordenou a criação de uma corte para julgar bispos acusados de acobertar padres que cometeram abusos contra crianças.

-    Apesar da forte alta do desemprego, que ao que tudo indica seguirá subindo, ontem Renato Ribeiro, ministro da Educação, anunciou que o número de vagas no Pronatec este ano será cerca de -66% menor do que em 2014.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário