R.B. 9/JAN/15 "Ou mente ou é ignorante"


R.B.

"Ou mente ou é ignorante"

 

São Paulo, 9 de janeiro de 2015 (SEXTA-FEIRA)


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a subir, para fechar em território positivo pelo quarto pregão consecutivo e assim zerar as perdas ainda acumuladas no ano (-0,1%), ainda beneficiada pela recuperação dos preços das commodities e pela boa receptividade das primeiras medidas de Joaquim Levy, o novo ministro da Fazenda, e (2) o DÓLAR pode cair, pressionado pelos leilões de venda do BC e acompanhando a melhora do "humor" na Bovespa.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,0%, acompanhando o desempenho positivo das bolsas dos EUA e da Europa e novamente com destaque de alta para as ações da Petrobrás (5,9%), que se recuperam um pouco após terem atingido os menores preços em 10 anos nos primeiros dias de 2015 e (2) o DÓLAR caiu –1,4% à R$ 2,67, influenciado pela notícia do contingenciamento fiscal e pela ata do da reunião de política monetária do Fed ("BC" dos EUA), que reforçou a expectativa de que o processo de alta de juros nos EUA será suave.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,7%, a maior elevação porcentual desde 19/DEZ/14 e com destaque positivo para as ações das exportadoras, como Toyota (2,0%) e Honda (1,9%) e China –2,5%, em um movimento de realização de lucros, após ganhos recentes e também influenciado pelos"temores" de que poderá ter escassez de capital em meio a uma série de IPOs, (2) da EUROPA, zerando as perdas acumuladas no começo do ano, Inglaterra 2,3%, França 3,6% e Alemanha 3,4%, beneficiadas pelo aumento das "apostas" de que o BC Europeu divulgará em breve medidas de estímulos econômico para a região e (3) dos EUA, S&P 1,8%, DJ 1,8% e NASDAQ 1,8%, impulsionadas pelo desempenho positivo das bolsas da Europa, pela recuperação dos preços do petróleo e pelas sinalizações vindas da ata de política monetária divulgada no dia anterior pelo Fed ("BC" local).

 

Confirmando que a presidenta Dilma "ou mente ou é ignorante" ao dizer que e economia brasileira tem um péssimo desempenho por conta de problemas externos, no ano passado, enquanto o mundo todo registrou um aumento de 35% no volume de companhias que entraram no mercado acionário (totalizando 1.206 operações deste tipo), na bolsa brasileira foi registrada apenas 1 oferta inicial pública de ações (IPO) e o principal motivo é a falta de credibilidade e principalmente de previsibilidade da política econômica tupiniquim.

 

Ajudando no controle da inflação e dos gastos públicos e também prejudicando principalmente os eleitores da presidenta Dilma, que são aqueles com a renda mais baixa, diante da decisão de manter as atuais regras de reajuste, o ritmo de valorização do salário mínimo deve cair em mais de 50% do primeiro para o segundo mandato.

 

Provando cientificamente algo que já se suspeitada, segundo um estudo feito pela gestora de investimentos Opus, a principal causa do baixo desemprego recente no Brasil não é mais o dinamismo do mercado de trabalho, mas sim a desistência de muitos brasileiros em idade ativa de procurar uma ocupação e, se não fosse esse fenômeno, a taxa de desemprego nas grandes regiões metropolitanas do país estaria mais perto de 8% do que dos 4,8% atuais.

 

Queimando dinheiro publico para limpar a porcaria que fez no começo de 2013, quando forçou a redução da tarifa de energia elétrica, a presidenta Dilma deu sinal verde para que o Ministério da Fazenda realize, através dos bancos públicos, um empréstimo de cerca de R$ 2,5bi para socorrer as empresas do setor elétrico.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) sob impacto de uma queda de -15,3% na produção, a indústria automotiva encerrou 2014 com uma diminuição de -7,9% no número de postos de trabalho na comparação com 2013 e (2) em NOV/14 a produção da indústria brasileira caiu -0,7% na comparação com  OUT/14 e -5,8% na comparação com NOV/13, o que neste último caso representa a maior perda para o período desde DEZ/10.


Política:
 
Prestes a assumir novamente o comando da Receita Federal, Jorge Rachid, nomeado pelo novo ministro da Fazenda Joaquim Levy, é réu em um processo de improbidade administrativa que corre na Justiça Federal há 9 anos por supostamente obstruir investigação da Corregedoria da Receita na qual ele era um dos suspeitos de supostas irregularidades na autuação da construtora OAS em 1994.

 

Indicando que o inicio de FEV/15 será tenso para os políticos, antes do carnaval o Ministério Público Federal pedirá a abertura de inquéritos e ações penais contra os políticos citados na Operação Lava Jato, que apura o esquema de corrupção na Petrobras, o que aliás coincidirá com a eleição dos presidentes das duas casas do Congresso.

 

Confirmando que "cada um rema para um lado na barca furada que é o governo Dilma", Patrus Ananias, novo ministro do Desenvolvimento Agrário, defendeu ontem, ao tomar posse no cargo, "derrubar a cerca dos latifúndios" e fazer mais reforma agrária, entrando assim em confronto com as declarações da nova ministra da Agricultura, Kátia Abreu, que no começo desta semana afirmou não haver mais latifúndio no Brasil.

 

A presidenta Dilma, ciente de que a maioria dos seus eleitores "tem memória curta", afirma a toda hora que está interessada na descoberta da verdade sobre a roubalheira na Petrobras, porem ontem Pepe Vargas, seu ministro da Secretaria de Relações Institucionais, convocou a imprensa para afirmar que uma nova CPI da Petrobras é perfeitamente dispensável.


Crítica:

 

Mostrando o motivo pelo qual os EUA, mesmo diante das constantes grosserias do atual governo brasileiro, segue tentando se aproximar do país, ontem Xi Jinping, o presidente chinês, afirmou que seu o país investirá US$ 250bi na América Latina nos próximos 10 anos, ressaltando abertamente que isto é parte de um movimento para impulsionar a influência da China em uma região longamente dominada pelos norte-americanos.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário