R.B. 22/DEZ/14 "O Brasil está na contramão do mundo"


R.B.

"O Brasil está na contramão do mundo"

 

São Paulo, 22 de dezembro de 2014 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, tentando reduzir uma parte das perdas acumuladas neste mês de DEZ/14 (-9,3%), acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e a valorização das commodities e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, influenciado pelo aumento da intensidade dos leilões de venda do BC, que tenta derrubar a cotação da moeda norte-americana para assim reduzir a pressão inflacionária no Brasil.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 2,4%, acompanhando o "humor positivo" das bolsas dos EUA e com destaques de alta para as ações da Vale (8,2%), beneficiada pela valorização das commodities, e para as ações da Petrobrás (3,9%), diante do aumento dos "rumores" de que Dilma procura um nome que agrade o "mercado" para substituir sua "amiga" Graça Foster na presidência da empresa e (2) o DÓLAR caiu –0,1% à R$ 2,65, influenciado pela melhora do "humor" na bolsa brasileira e ainda acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 2,4% e China 1,5%, acompanhando o fechamento positivo das bolsas de Wall Street, que no dia anterior registrou seu maior avanço de dois dias desde o final de 201, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra 1,2%, com destaques de alta para as ações das empresas de energia, porem França –0,2% e Alemanha –0,2%, pressionadas pelas quedas das ações das empresas de saúde pessoal, como a farmacêutica Roche Holding que recuou -6,3% após anunciar resultados decepcionantes de um ensaio clínico que combinou 2 de seus mais recentes medicamentos contra o câncer de mama e (3) dos EUA, em alta pelo terceiro pregão seguido, S&P 0,5%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,4%, com destaques de alta para as ações do setor de energia e beneficiadas pelo compromisso do Fed ("BC" local) de ter uma postura "paciente" com o aumento de juros.

 

Segundo Maílson da Nóbrega, ex-ministro da Fazenda, as instituições não garantem bons governos, mas limitam a ação de maus governantes por meio de alarmes que soam quando algo vai mal e foi exatamente isto que ocorreu com a recente nomeação de Joaquim Levy para o comando do Ministério da Fazenda pela presidenta Dilma.

 

Com mais pessoas à procura de trabalho e sem uma forte abertura de vagas capaz de absorvê-las, em NOV/14 a taxa de desemprego nas maiores metrópoles do país subiu para 4,8% (ante 4,7% em OUT/14), o que ficou bem acima das expectativas de analistas (4,5%).

 

-    Indicando que "o Brasil está na contramão do mundo", segundo um estudo da Fiesp, a representatividade da indústria brasileira no PIB caiu de 25,5% em 1983 para 13,1% em 2013.

-    Ajudando os bancos privados, o governo anunciou a elevação da TJLP, de 5,0% para 5,5% ao ano, o que faz parte da sua nova estratégia de reduzir os gastos do Tesouro Nacional com subsídios de financiamentos feitos por meio do BNDES.

 

Diante das incertezas com o futuro da economia brasileira, (1) segundo uma pesquisa feita entre os lojistas, o Natal deste ano será marcado por muito movimento e poucas vendas, que por sua vez devem crescer no máximo 2,5% na comparação com o Natal de 2013, o que vai representar a menor expansão em 8 anos e (2) a confiança dos donos de pequenos e médios negócios na economia brasileira para o primeiro trimestre de 2015 caiu -7,18% em comparação com os últimos 3 meses deste ano, de acordo com estudo do Insper.

 

-    Dando mais um sinal de que está estourando a bolha imobiliária brasileira, em NOV/14 as vendas domésticas de materiais de construção no país caíram -9,6% na comparação com NOV/13.

-    A prévia da inflação oficial do país em DEZ/14, medida pelo IPCA-15, mostrou uma forte aceleração dos preços e fechou o mês com alta de 0,79%, resultado acima do 0,38% de NOV/14.

-    Conhecido por suas apostas ousadas nos mercados, o megainvestidor George Soros decidiu comprar mais ações da Petrobras para o fundo Soros Fund Management, que administra US$ 13,3bi de seus maiores clientes.

 

Mostrando mais uma vez a importância de ter uma boa assessoria de investimentos, segundo um levantamento feito pela Folha de SP com os 5 maiores bancos do país, a diferença entre a cotação do dólar no mercado financeiro e o preço cobrado pelo chamado dólar turismo nessas instituições, incluindo taxas e impostos, pode ser de até 7,7% e a principal variável nos preços foram as taxas de serviço e operação, cobradas na hora da compra, e as taxas de entrega, caso o montante seja levado até o cliente.

 

Como este ano a Petrobrás não terá dinheiro sobrando para fazer a "maracutaia" de exportar uma plataforma de petróleo para si mesma, o BC brasileiro admitiu pela primeira vez que as importações vão superar as exportações em 2014, o que não ocorria desde 2000, registrando um déficit anual de cerca de US$ -2,5bi, o que, se confirmado, será o pior resultado desde 1999.

 

-    A BRF subiu 4,7%, após a empresa anunciar que seu conselho de administração aprovou a recompra de até R$ 1bi em ações.

-    A Gol subiu 2,4%, já que teve sua "nota" elevada pelo Credit Suisse.


Política:
 
Ressaltando que o governo vai provar do seu próprio veneno, o senador tucano Aécio Neves, derrotado na disputa pela Presidência da República em OUT/14, afirmou que aposta que as medidas da nova equipe econômica da presidenta Dilma serão insuficientes para conter o clima de desconfiança com os rumos do país.

 

Acusando o PT, logo na sua primeira entrevista após ser eleita presidente nacional do PTB, de idealizar e comandar o esquema de corrupção na Petrobras, Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, avisou que quer frustrar o plano do Planalto de atrair o partido para a bancada governista no segundo mandato de Dilma.

 

Após aprovarem a "maracutaia contábil" de Dilma e o aumento dos próprios salários, os "nobres" deputados e senadores brasileiros entram em férias amanhã sem votar projetos previstos para este ano com impacto direto no cotidiano da sociedade e na saúde financeira de Estados e municípios.


Crítica:
 
Obrigando Dilma a tomar uma decisão rápida, ontem, em uma entrevista de 20 minutos ao "Fantástico", Venina Velosa da Fonseca, a ex-gerente de Abastecimento da Petrobras, confirmou que alertou pessoalmente a presidente da empresa, Graça Foster, sobre irregularidades de que teve conhecimento.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário