R.B. 8/JUL/14 ''Um bando de caloteiros sem caráter''


R.B.

"Um bando de caloteiros sem caráter"

 

São Paulo, 8 de julho de 2014 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve voltar a cair, testando o ''suporte'' dos 53.500pts, novamente com baixo volume de negócios e também seguindo a desvalorização das commodities e a realização de lucros nas principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode voltar a subir, mesmo com os leilões de venda do BC, ainda acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e a piora do ''humor'' na Bovespa.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –0,5%, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e também com baixo volume de negócios (R$ 3,9bi), pouca volatilidade e destaque negativo para as ações da Petrobrás (-1,3%) e (2) o DÓLAR subiu 0,5% à R$ 2,22, seguindo o movimento internacional da moeda norte-americana e influenciado pelo ''humor negativo'' na bolsa brasileira.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão –0,1% e China 0,1%, em um dia de poucos negócios, diante da falta de sinalização dos EUA, onde Wall Street não operou na última sexta-feira devido ao feriado do Dia da Independência e da cautela antes da divulgação de dados de inflação ao consumidor e produtor da economia chinesa, (2) da EUROPA, Inglaterra –0,6%, França –1,4% e Alemanha –1,0%, prejudicadas pela divulgação de indicadores fracos da economia alemã, como o maior recuo da produção industrial em 2 anos, e com destaque negativo para as ações do banco português Espírito Santo (-5,2%) e (3) dos EUA, afastando-se de níveis recorde, S&P –0,4%, DJ –0,3% e NASDAQ –0,8%, com investidores evitando fazer grandes apostas antes do início da temporada de balanços corporativos.

 

Agindo como ''um bando de caloteiros sem caráter'', o que prejudica ainda mais a imagem destes países no mercado financeiro global, ontem, em sessão extraordinária, o Parlamento do Mercosul, integrado por Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai e Venezuela, criticou oficialmente e veementemente os credores da Argentina e o sistema de justiça dos EUA.

 

Cada dia mais pessimista, o mercado reduziu pela sexta semana consecutiva, desta vez de 1,10% para 1,07%, suas projeções para o crescimento da economia brasileira este ano, já a projeção para o IPCA, que é a inflação oficial do país, se manteve em 6,46%, próximo do teto da meta do governo, que é de 6,5%.

 

Com o Brasil perdendo cada vez mais espaço no cenário internacional, segundo um ranking organizado pela revista norte-americana Fortune o número de empresas brasileiras entre as 500 maiores do mundo caiu de 8 em 2013 para 7 neste ano e a empresa tupiniquim mais bem colocada ainda é a Petrobras, que recuou da 25ª posição no ano passado para a 28ª posição atualmente.

 

Apesar das inúmeras ajudas do governo Dilma, em JUN/14 a produção brasileira de veículos caiu novamente, fechando o primeiro semestre do ano em forte retração e sendo inclusive ultrapassada pela produção das montadoras mexicanas, com isto as montadoras tupiniquins refizeram suas projeções para o ano e agora estimam uma queda de até -10% na comparação com 2013.

 

Diante de um cenário de fraco saldo da balança comercial, o governo Dilma estuda medidas para agilizar a liberação de mercadorias e aumentar a competitividade externa do país, como integrar todos os "guichês" pelos quais exportadores e importadores têm de passar em um portal único para o registro de todas as operações de comércio exterior em todos os órgãos que de algum modo se relacionam com a questão.

 

-    A Petrobrás caiu –1,3%, após a empresa divulgar uma nota dizendo que a possível interrupção de contratos em vigor com a SBM Offshore poderia ter impacto de US$ –15bi no seu lucro líquido entre 2014 e 2018.


Política:

 

Repetindo o discurso do seu pupilo Aécio Neves, que acusa o governo Dilma fazer uso político da Copa do Mundo de futebol, ontem o ex-presidente FHC afirmou que há espaço para que o Brasil ganhe o torneio e para a atual presidenta perder as eleições presidenciais.

 

Invalidando todas as candidaturas do PT no Estado, inclusive a de Alexandre Padilha, que disputa o governo paulista, um decisão de caráter provisório da Justiça de SP derrubou a suspensão partidária que havia sido imposta pelo PT ao deputado estadual Luiz Moura e anulou a convenção estadual da legenda ocorrida no mês de JUN/14.

 

Finalmente agindo, a Justiça Eleitoral, que aliás é comandada por um ministro indicado por Lula, determinou ontem que o governo federal suspenda a exibição de três peças publicitárias da Petrobras, da Agência Nacional de Saúde e Ministério da Educação por suspeita de propaganda eleitoral antecipada.

 

Candidato do clã de José Sarney ao governo do Maranhão nas eleições deste ano, o senador peemedebista Lobão Filho, filho do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, aumentou seu patrimônio declarado ao Tribunal Superior Eleitoral em 384% desde 2010.


Crítica:

 

Enquanto no Brasil o governo federal, que só sabe incentivar a economia via consumo, faz de tudo para que cada brasileiro tenha seu carro próprio,  Larry Page, que é cofundador do Google, afirmou ontem que acredita que a popularização de carros que dirigem sozinhos pode fazer com que menos pessoas precisem ser donas de automóveis no futuro, reduzindo a necessidade de estacionamentos e a quantidade de congestionamentos.

 

Certamente causando calafrios em Dilma, segundo dados oficiais da FIFA desde 1950 é o chefe de Estado do país anfitrião quem deve entregar o troféu mais conhecido do esporte à seleção campeã.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 



Nenhum comentário:

Postar um comentário