R.B. 23/JUL/14 "Apesar de ser paga para governar o Brasil"


R.B.

"Apesar de ser paga para governar o Brasil"

 

São Paulo, 23 de julho de 2014 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros recentes, pincipalmente entre as ações das empresas estatais, diante da divulgação de uma pesquisa Ibope de intenções de voto para presidente mais positiva para o governo Dilma e (2) o DÓLAR pode subir, acompanhando a esperada piora do "humor" na Bovespa.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,6%, com bom volume de negócios (R$ 6,6bi), acompanhando a melhora do "humor" nas principais bolsas mundiais e influenciada positivamente pelo aumento das "apostas" de que Dilma vai perder as eleições presidenciais e (2) o DÓLAR caiu –0,5% à R$ 2,21, pressionado pelos leilões do de venda do BC e acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,8% e China 1,0%, devolvendo as perdas da sessão anterior, com os investidores acreditando que o conflito na Ucrânia não afetará os mercados globais, (2) da EUROPA, Inglaterra 1,0%, França 1,5% e Alemanha 1,3%, beneficiadas pelas expectativas positivas para os anúncios de resultados previstos para os próximos dias e com destaque de alta para as ações do Banco Espírito Santo (2,7%), após a sinalização de que o Bradesco pode estudar eventual reforço de capital ao banco português e (3) dos EUA, S&P 0,5%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,7%, impulsionadas pela divulgação de resultados corporativos positivos e de dados econômicos que apontaram que o mercado ainda tem espaço para crescer, apesar do S&P ter alcançado uma nova máxima intradia.

 

Se aproximando um pouco da realidade, porem ainda bem distante das "apostas do mercado", que estão em 0,97%, ontem o Ministério da Fazenda, que é comandado pelo "brilhante" ministro Mantega, cortou a projeção de crescimento da economia brasileira em 2014 de 2,5% para 1,8%.

 

Principalmente diante da péssima condução da economia brasileira, com inflação alta e crédito restrito, em JUL/14 o índice de confiança do comerciante brasileiro recuou pelo 12º mês seguido e agora aos 108,4pts atingiu, mais uma vez, o mais baixo patamar da série histórica, registrando um recuo de 7,0% na comparação com JUL/13.

 

-    Mostrando uma desaceleração na escalada dos preços, o IPCA-15 ficou levemente abaixo do esperado (0,20%) e registrou uma alta de apenas 0,17% em JUL/14, ditada sobretudo pelo "comportamento comportado" dos preços dos alimentos.

-    Ainda impulsionado pelo aumento da renda da população mais carente, no primeiro semestre deste ano o faturamento das grandes redes de farmácias do país foi 13,7% maior que no mesmo período de 2013.

-    O novo empréstimo de R$ 6,5bi às distribuidoras de energia, confirmado ontem pelo governo, deve aumentar as tarifas em até 25%, em média, no próximo ano.

 

Com potencial de pressionar a inflação, é previsto mais um gasto bilionário do setor elétrico, ainda não levado em conta nas medidas de socorro já adotadas pelo governo ao setor, que provocará um novo aumento nas tarifas dos consumidores a partir do ano que vem, já que pelo menos R$ 2bi terão de ser repassados aos preços para cobrir gastos das distribuidoras com a compra de energia mais cara nos casos em que a empresa geradora não consegue entregar o volume com o qual havia se comprometido em contrato.

 

-    A BR Malls subiu 7,5% e a BR Properties avançou 6,4%, diante da analise de que o setor de shoppings centers será beneficiado pela queda da curva de juros futuros, o que pode indicar uma perspectiva de corte nos juros, e pelas prévias internacionais do setor.

-    A MMX caiu -5,5%, após a empresa anunciar que colocou à venda seus principais ativos.


Política:

 

Mais positiva para o governo do que para a oposição, segundo a última pesquisa do Ibope para presidente a candidata Dilma, do PT, caiu de 39% para 38% e atualmente tem 36% de rejeição, Aécio, do PSDB, subiu de 21% para 22% e está com 16% de rejeição, já Eduardo Campos, do PSB, caiu de 10% para 8% e registra 8% de rejeição.

 

Após acusar Aécio, candidato à presidente do PSDB, de construir de maneira irregular um aeroporto no terreno de um parente, agora a base aliada de Dilma, provavelmente desesperada com a queda da presidenta nas pesquisas, acusa Eduardo Campos, candidato do PSB à presidente, de oferecer dinheiro para o PROS integrar a sua coligação.

 

"Apesar de ser paga para governar o Brasil", ontem, durante o horário de expediente, a presidenta Dilma realizou a primeira reunião ampliada da campanha à reeleição, da qual participaram os presidentes dos 9 partidos da coligação e que, segundo seu vice Michel Temer, deve se repetir semanalmente.


Crítica:

 

Como durante a Copa do Mundo só veio para o Brasil quem gosta de futebol e o turista deste tipo de evento geralmente gasta pouco, conforme já previsto aqui neste relatório durante o referido evento 50% das das agências de viagens do país teve perda nas vendas, 34% ficaram estáveis e apenas 13% das companhias consultadas tiveram movimentação acima do normal.

 

Já que "ignorância ainda não é crime", a presidenta Dilma e os demais integrantes do Conselho de Administração da Petrobras em 2006, ano da compra da primeira metade da refinaria de Pasadena, nos EUA, devem se livrar da responsabilidade pelos prejuízos e eventuais irregularidades relacionados ao negócio.


PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 



Nenhum comentário:

Postar um comentário