R.B. 18/JUL/14 "A batata da presidenta está assando"


R.B.

"A batata da presidenta está assando"

 

São Paulo, 18 de julho de 2014 (SEXTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, com o "mercado comemorando" a nova queda da presidenta Dilma na pesquisa de intenções de voto divulgada ontem à noite e também influenciada pela valorização internacional das commodities e (2) o DÓLAR pode cair, realizando lucros após fechar o pregão anterior no maior patamar desde 18/JUN/14, influenciado pelos leilões do BC, que claramente quer segurar a inflação via valorização do real, e também repercutindo a queda da presidenta do Brasil na mais recente pesquisa de intenções de voto.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –0,2%, realizando lucros pelo segundo pregão consecutivo, com bom volume de negócios (R$ 7,1bi) e influenciado pelos dados negativos da economia brasileiro e pela ampliação do clima de aversão ao risco no exterior em decorrência das novas sanções dos EUA contra a Rússia e ao agravamento da crise na Ucrânia após a queda de um avião comercial no leste do país e (2) o DÓLAR subiu 0,8% à R$ 2,25, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelas expectativas de que, por conta do fraco desempenho da economia tupiniquim, o BC pode começar a cortar a taxa básica e juros na próxima reunião.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão –0,1% e China –0,1%, acompanhando as perdas das bolsas de NY no dia anterior e com destaques de queda para as ações das exportadoras, diante da valorização das moedas locais frente ao dólar, (2) da EUROPA, Inglaterra –0,7%, França –0,9% e Alemanha –1,1%, pressionadas pelo aumento da aversão ao risco desencadeado pelo anúncio de novas sanções políticas e pela persistência da crise no conglomerado Espírito Santo, cujas ações caíram –7,9% e (3) dos EUA, S&P –1,2%, DJ –0,9% e NASDAQ –1,4%, prejudicas pela divulgação de um dado fraco sobre o mercado imobiliário do país e pela notícia de que um avião da Malaysia Airlines foi derrubado na Ucrânia, o que causou o aumento da aversão ao risco e queda nas ações das companhias aéreas, como American Airlines (-4,1%), United Continental (-3,4%), JetBlue Airways (-2,2%) e Delta Air Lines (-3,4%).

 

Como reflexo da enorme crise de confiança no país, o que é "99,9% culpa" do governo Dilma, (1) em MAI/14 a economia brasileira registrou um decréscimo de –0,18% na comparação com ABR/14, resultado pior do que o esperado pelo "mercado" (0,10%) e que representa o pior desempenho dos cinco primeiros meses do ano e (2) em JUN/14 a demanda do consumidor brasileiro por crédito despencou -12,6% na comparação com JUN/13.

 

Em JUN/14 o Brasil registrou o menor saldo de criação de vagas de trabalho com carteira assinada para o  mês desde JUN/98 (25.363 novas vagas) e, principalmente por conta da divulgação de resultados ruins da indústria, ontem mesmo o Ministério do Trabalho reduziu em –40% sua previsão para a geração de empregos com carteira assinada no país em 2014, de 1,4 milhão para 1 milhão de postos.

 

Depois de avançar, em média, 2,2% ao ano no primeiro mandato de Lula e 3,6% no segundo, de acordo com dados do IBGE compilados pela consultoria MB Associados, o PIB per capita do Brasil vai registrar um crescimento anual de apenas 0,8% no governo Dilma.

 

-    Segundo a presidenta Dilma, ontem a China propôs a criação de um fundo de US$ 20bi para financiar projetos de infraestrutura em países da América Latina e Caribe.

-    Pressionada por um crédito mais caro e por inflação persistente, a parcela de famílias brasileiras endividadas aumentou de 62,5% em JUN/14 para 63% em JUL/14, o que obviamente acende sinal de alerta para o futuro dos indicadores de inadimplência.

 

Dando sequencia à sua  "politica econômica de retalhos", ontem Manoel Dias, ministro do Trabalho, anunciou que o governo federal prepara um pacote de medidas nos segmentos das médias, pequenas e micro empresas, ressaltando que estas medidas terão o objetivo de facilitar os negócios e estimular a contratação de trabalhadores nesses nichos.

 

"Comemorando" o anuncio do governo chinês, que derrubou a barreira que impedia as exportações de carne bovina brasileira para o china, o governo brasileiro espera vender até US$ 1,2bi deste produto para o referido país asiático no próximo ano, o que certamente vai ajudar no desempenho da balança comercial do país.

 

-    A CSN caiu -6,6% e a Usiminas recuou -4,7%, reagindo negativamente a uma relatório em que o banco BTG Pactual adotou um tom mais cauteloso para o setor, citando a produção fraca de automóveis.

-    A Embraer subiu 1,6%, após anunciar que fechou acordo um para vender 60 aviões comerciais de passageiros modelo E190 para a China.

-    A JBS subiu 2,4%, "comemorando" o anuncio de que a China suspendeu o embargo à carne bovina do Brasil, uma medida que foi estabelecida em 2012 após um caso atípico de doença de vaca louca no Paraná.

-    A Petrobras subiu 1,3%, beneficiada pela valorização internacional do petróleo após a derrubada de um avião na Ucrânia.


Política:
 
Confirmando novamente que "a batata da presidenta está assando", segundo a última pesquisa divulgada o índice de rejeição de Dilma, que indica o percentual dos eleitores que não votam nela de forma alguma, está em 35%, contra 18% do Pastor Everaldo, 17% de Aécio Neves e 12% de Eduardo Campos.
 
Praticamente consolidando a possibilidade de que a eleição presidencial vá para o segundo turno, a primeira pesquisa realizada após o final da Copa do Mundo de Futebol mostrou que as intenções de voto na presidenta Dilma caíram de 38% para 36%, já o tucano Aécio Neves se manteve em 20% e Eduardo Campos, do PSB, está com 8%.
 
Com alta avaliação de seu governo e baixa qualidade de seus adversários, segundo a última pesquisa divulgada Alckmin pode ser reeleito governador de SP no primeiro turno, já que suas intenções de voto subiram de 47% para 54%, já Skaf, do PMDB, caiu de 21% para 16% e Padilha, do PT, manteve os 4% da pesquisa anterior.

 

Na disputa pelo governo do RJ Garotinho, do PR, e Marcelo Crivella, do PRB, aparecem empatados com 24% das intenções de voto cada um na, já o atual governador Luiz Fernando Pezão, do PMDB, tem 14% e o ex-senador Lindbergh Farias, do PT, está com 12%.

 

Podendo acabar com a carreira politica de Suplicy, o tucano Serra lidera a disputa pela vaga ao senado de SP, já que tem 34% das intenções de voto, contra 29% do petista que tenta mais uma reeleição e 7% de Kassab, do PSB.

 

Apesar de sofrer criticas de seus eleitores por receber o apoio do PT, Romário, que é do PSB, lidera a corrida pela disputa a vaga do RJ no Senado, já que tem 29% das intenções de voto, contra 23% de Cesar Maia, do DEM, e 7% de Eduardo Serra, do PCB, que por sua vez está empatado tecnicamente com Carlos Lupi, do PDT, que tem 5%.

 

Obviamente de forma eleitoreira, já que foi feita em ano eleitoral e assim beneficia os atuais parlamentares, ontem, com o aval do governo federal, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou a proposta de emenda constitucional que amplia em 1% o repasse de recursos para o Fundo de Participação dos Municípios.


Crítica:

 

Ajudando a tornar mais sustentável a matriz energética brasileira, ontem a companhia mineira de energia Cemig anunciou que vai comprar 50% do Projeto Zeus, conjunto de parques eólicos da Renova na Bahia que já tem capacidade de geração de 676,2 megawatts, por cerca de R$ 110mi.

 

Mesmo em recesso branco, já que os parlamentares foram dispensados das sessões deliberativas até o dia 31/JUL/14, o Congresso Nacional custa aos cofres da União cerca de R$ 1 milhão por hora, pois obviamente os  "nobres" deputados e senadores continuarão recebendo integralmente os seus salários de R$ 26.723,13 mesmo sem apresentar projetos ou participar de votações nas Casas.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com 


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com 

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário