R.B. 25/JUN/14 ''Do limão uma limonada''


R.B.

"Do limão uma limonada"

 

São Paulo, 25 de junho de 2014 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, com a Petrobrás recuperando parte das perdas acumuladas no pregão anterior e também beneficiada pela divulgação de dados positivos da economia chinesa e (2) o DÓLAR pode cair, influenciado pela notícia de que o BC estendeu até o fim de DEZ/14 o programa de intervenção no mercado de câmbio, com a oferta diária de US$ 200 milhões em swaps cambiais, ressaltando que sempre que julgar necessário poderá realizar operações adicionais de venda de dólares.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, devolvendo na última hora do pregão todos os ganhos registrados no dia, já que na máxima chegou a avançar 1,3%, prejudicada pela reversão das ações da Petrobrás, que subi quase 3% e fechou em queda de -3,6% após o anuncio de que terá que desembolsar recursos para explorar o óleo excedente de áreas de exploração da cessão onerosa e (2) o DÓLAR subiu 0,4% à R$ 2,23, já que indicadores econômicos fortes sobre os EUA deram força a expectativas de o Fed vai adotar um tom mais duro sobre o futuro da política monetária da maior economia do planeta.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,1% e China 0,4%, acompanhando os ganhos do dia anterior na Europa e nos EUA e também beneficiadas pela divulgação de dados econômicos positivos, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra -0,2%, França 0,1% e Alemanha 0,1%, divididas entre o resultado decepcionante do índice de confiança das empresas da Alemanha e a divulgação de indicadores positivos dos EUA e (3) dos EUA, S&P -0,6%, DJ -0,7% e NASDAQ -0,4%, em um movimento de realização de lucros após recordes recentes também prejudicadas pelo aumento dos temores sobre a crise no Iraque.

 

Confirmando, pela enésima vez, que a Copa trouxe mais prejuízos do que lucros para o Brasil, (1) em MAI/14, contrariando as ''promessas'' do governo, o Brasil gerou apenas 58,8 mil empregos formais, que representa o pior saldo de criação de vagas de trabalho com carteira assinada para um mês de maio desde MAI/92 e (2) segundo Eduardo Sanovicz, presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas, o número de passageiros transportados pela aviação brasileira deve recuar de 11% a 15% durante a Copa do Mundo, ante igual período do ano passado.

 

Principalmente por conta do aumento da insegurança dos investidores, cauda pelas constantes mudanças nas ''regras do jogo'' pelo governo Dilma, segundo um relatório oficial da ONU, em 2013 o Brasil caiu de quarto para quinto principal destino dos investimentos produtivos globais, já que com US$ 64bi o país ficou atrás de EUA, China, Rússia e Hong Kong.

''Turbinada'' pelos bilhões do BNDS, a brasileira JBS, que já é a maior processadora global de carnes, informou ontem ter concluído, por meio da subsidiária JBS Foods, a compra da empresa Massa Leve, que tem sede em Rio Grande da Serra, em São Paulo, e é líder na produção de massas frescas e terceira maior produtora de pratos prontos e sanduíches do mercado no Brasil, por R$ 258,6mi, ressaltando também que o Cade, com uma eficiência e rapidez invejável, aprovou a operação no fim de MAI/14.

 

Tentando fazer ''do limão uma limonada'', Graça Foster, presidente da Petrobrás, ''garantiu'' que a contratação direta pelo governo para a companhia explorar volumes excedentes de óleo de quatro campos do pré-sal "é uma excelente oportunidade", já que (1) reduz o risco de procurar novas áreas, o que pode resultar em insucessos, (2) assegura para a Estatal reservas adicionais de petróleo de 10 bilhões a 15 bilhões de barris de petróleo e (3) permite usar a infraestrutura de produção já planejada para os 5 bilhões de barris originalmente previstos para esses campos, repassados à Petrobras em 2010 por meio da cessão onerosa.

 

-    A BB Seguridade subiu 3,8%, após o conselho de administração da empresa aprovar a adoção de um índice de 80% sobre o resultado apurado no primeiro semestre de 2014 para remuneração aos acionistas.


Política:

 

Ontem, ao receber o apoio do PROS, que vai lhe garantir mais 35 segundos na TV, a presidenta Dilma usou a classificação da seleção brasileira para as oitavas de final para rebater os "pessimistas" que diziam que não ia ter Copa, ressaltando que fará uma campanha "baseada na paz, mas cheia de vigor" e que seus adversários significam a volta ao passado, ao arrocho salarial, ao desemprego e à alienação do patrimônio público.

 

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral decidiu que a lei da minirreforma eleitoral, aprovada pelo Congresso Nacional,  sancionada pela presidenta Dilma em DEZ/13 e que inclui medidas para reduzir os gastos em campanhas, só terá validade a partir da disputa de 2016.

 

Fazendo sua parte, ontem Augusto Nardes, presidente do Tribunal de Contas da União, entregou para Dias Toffoli, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, uma lista com 6.603 nomes de políticos e gestores públicos que tiveram suas contas rejeitadas nos últimos 8 anos pelo tribunal e que podem se tornar inelegíveis já na eleição deste ano.

 

Dando um pouco de dor de cabeça para Dilma, (1) após adiar a decisão de quem vai apoiar nas próximas eleições presidenciais, inclusive amaçando lançar candidato próprio, o PR decidiu entregar o Ministério dos Transportes, sob alegação de que o partido não é representado pelo ministro César Borges, que estaria na cota pessoal da presidenta e (2) os diretórios do PP de MG e do RS lideram a rebelião contra o apoio à reeleição da presidenta e já fizeram um documento para apresentar na convenção pedindo que o mesmo fique neutro na eleição presidencial.


Crítica:

 

Para driblar "o cano" de funcionários ao trabalho em dias de jogo do Brasil, empresas sorteiam ingressos, instalam telões e distribuem até kits da Copa, como camisas da seleção, lenços e adereços, porém, trazendo ainda mais prejuízo para a economia tupiniquim, a perda de produtividade e o impacto na produção, no comércio e na economia de uma forma geral é inevitável.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 



Nenhum comentário:

Postar um comentário