R.B. 23/JUN/14 "Contribuindo de forma respeitável"


R.B.

"Contribuindo de forma respeitável"

 

São Paulo, 23 de junho de 2014 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, acompanhando as perdas nas demais bolsas mundiais, diante da inquietação com a piora da situação no Iraque e na Ucrânia, porem é importante ressaltar que, acreditando na derrota da presidenta Dilma nas eleições presidenciais, o patamar atual é excelente para compras, e (2) o DÓLAR pode voltar a subir, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e também a esperada piora do humor na Bovespa.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –1,0%, com investidores repercutindo negativamente o resultado de pesquisa sobre a eleição de OUT/14 que mostrou estabilização na queda da presidenta Dilma na corrida pelo Planalto e por sua vez derrubou as ações das estatais, como Petrobras (-1,6%), Banco do Brasil (-1,0%) e Eletrobrás (-5,6%) e (2) o DÓLAR subiu 0,1% à R$ 2,24, acompanhando a piora do humor na Bovespa e com fraco volume de negócios.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,8% e China 0,9%, beneficiadas respectivamente pelo bom desempenho das exportadoras, impulsionadas pela desvalorização da moeda local frente ao dólar, e pela valorização das ações dos bancos, depois de dados mostrarem que os empréstimos subiram em MAI/14, (2) da EUROPA, Inglaterra –0,1%, França –0,5% e Alemanha –0,2%, prejudicas pelo aumento na escalada de violência no Iraque e pela consequente disparada dos preços de petróleo e (3) dos EUA, próximas da estabilidade, S&P 0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,2%, com os investidores otimistas com a divulgação de dados positivos da economia norte-americana e com destaques de alta para as ações do setor farmacêutico, animadas pela oferta da AbbVie sobre a Shire.

 

Como, mesmo para empresas grandes, em tese mais estáveis e com maior poder de barganha com fornecedores e clientes, as perspectivas são estreitas para os lucros, a isenção de Imposto de Renda para ações de pequenas empresas, anunciada na semana passada pelo governo Dilma, pode não compensar o risco de perder dinheiro com essa aplicação em um cenário no qual a presidenta do país e seus ministros mudam a toda hora as regras do jogo e se mostram contrários ao lucro da iniciativa privada.

 

Principalmente por conta da falta de confiança na economia brasileira, segundo dados divulgados na sexta-feira pelo escritório de estatística da União Europeia, o o Brasil foi o segundo país que mais enviou recursos para investimentos produtivos na região em 2013, ficando atrás apenas dos EUA.

 

Ressaltando que "muito foi conquistado", principalmente se o Brasil de hoje for comparado com o de 20 anos atrás, quando tinha inflação descontrolada e um desemprego muito mais alto, Eric Maskin, que recebeu o prêmio em 2007, afirmou que as fraquezas atuais do país preocupam mas não são insuperáveis.

 

Reduzindo mais uma vez a credibilidade do mercado financeiro brasileiro, hoje, dia de jogo de futebol do Brasil na Copa, a BM&FBovespa fechará as 14h30, sem negociações no after-market, porem, para efeito de contabilidade, essas datas serão consideradas como dias úteis.

 

Após 2 anos de sucessivas más notícias, em 2013 surgiram sinais de que o setor de etanol ensaia uma retomada do seu potencial inegável, pois a produção, impulsionada por recursos do BNDES, cresceu 18% na comparação com 2012 e assim retornou aos níveis dos picos de 2008 e 2010, porem atualmente os dois principais desafios do setor são internacionalizar-se e capitalizar-se o suficiente para voltar a construir novas usinas.

 

Por conta de uma maior necessidade de recursos, segundo fontes do governo Dilma o já prometido repasse de R$ 30bi do Tesouro ao BNDES ocorrerá em breve, em única parcela e será feito por meio da emissão de títulos públicos da dívida mobiliária brasileira.

 

Apresentando dois sinais positivos da economia brasileira, (1) em MAI/14 as vendas no varejo subiram 5,4% na comparação com mesmo período do ano passado e (2) em ABR/14 as vendas de imóveis novos na cidade de SP cresceram 23,1% ante MAR/14, registrando melhora pelo segundo mês seguido.


Política:

 

Representando mais uma baixa nas fileiras governistas, no sábado passado, através de uma nota oficial, Benito Gama, presidente nacional do PTB, afirmou que, devido a conflitos "insustentáveis" entre PTB e PT, o partido decidiu apoiar a candidatura de Aécio Neves à Presidência, o que transfere para o tucano cerca de 40 segundos em cada bloco de propaganda eleitoral na TV.

 

Fazendo o PMDB do RJ se afastar cada vez mais do PT, ontem Aécio Neves, candidato do PSDB à Presidência da República, fechou acordo com os peemedebistas do RJ para entrar na chapa do governador Luiz Fernando Pezão, que ampliará de 9 minutos para cerca de 12 minutos o tempo de sua coligação em cada bloco de 25 minutos de propaganda no horário eleitoral, que começa em AGO/14.

 

Também colocando PT e PMDB em lados opostos, o ex-jogador de futebol e atual deputado federal Romário recebeu o apoio do PT à sua candidatura ao senado, já que seu partido, o PSB do ex-governador Eduardo Campos, outro rival de Dilma na eleição presidencial, selou aliança com o candidato do PT ao governo estadual, o senador Lindbergh Farias.

 

Facilitando a vida para Romário, o peemedebista Sergio Cabral, ex-governador do RJ, decidiu se afastar da disputa por uma vaga do RJ no Senado e se dedicar à eleição de seu ex-vice, Luiz Fernando Pezão, pois na verdade teme o ataque de adversários e à sua elevada rejeição durante a campanha.

 

Com propostas corajosas como realizar uma ampla auditoria da dívida pública, uma reforma no sistema tributário brasileiro e até a descriminalização da maconha e a legalização do aborto, ontem o Psol oficializou a candidatura da ex-deputada Luciana Genro à Presidência da República nas eleições de OUT/14.


Crítica:

 

"Contribuindo de forma respeitável" para um mundo melhor e também adquirindo uma qualidade de vida e uma saúde muito maior, atualmente quase 800 mil pessoas são vegetarianas apenas em SP e, para ajudar estas pessoas a manterem seu estilo de vida, a Sociedade Vegetariana Brasileira lançou, em 2013, o Selo Vegano, que certifica esse tipo de produto e assim ajuda o consumidor possa identificar mais rapidamente esses itens.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário