R.B. 16/ABR/14 ''Dando um passo para trás para o Brasil dar dois para frente''


R.B.

"Dando um passo para trás para o Brasil dar dois para frente"

 

São Paulo, 16 de abril de 2014 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, em um movimento de recuperação após 2 pregões consecutivos de queda, seguindo a melhora do ‘’humor’’ nas demais bolsas mundiais e influenciada positivamente pelo anuncio de crescimento (7,4%) levemente acima do esperado (7,3%) do PIB chinês no primeiro trimestre deste ano e (2) o DÓLAR pode cair, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelos leilões de venda do BC.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -2,2%, prejudicada pela perspectiva de desaceleração da economia chinesa no primeiro trimestre deste ano, o que por sua vez derrubou as ações da Vale (-4,6%) e (2) o DÓLAR subiu 1,3% à R$ 2,24, acompanhando a piora do ‘’humor’’ na Bovespa e a depreciação das demais moedas no exterior em relação a moeda norte-americana, neste caso por conta do aumento da tensão política entre Kiev e Moscou.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,6% e China -1,4%, prejudicadas pela divulgação de um relatório que mostrou o menor crescimento no fornecimento financeiro chinês da série histórica, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,0%, França -0,9% e Alemanha -1,8%, influenciadas negativamente pelo avanço da crise na Ucrânia e pela piora na confiança do consumidor na Alemanha e (3) dos EUA, revertendo no final do dia as perdas da abertura, S&P 0,7%, DJ 0,5% e NASDAQ 0,3%, estimuladas por bons resultados de empresas, como Coca-Cola e Johnson & Johnson.

 

Ontem, em mais uma tentativa de recuperar a credibilidade de sua política de controle de gastos, o ministro da Fazenda Guido Mantega, já contando como certa a reeleição da presidenta Dilma, ‘’prometeu’’ que o governo vai poupar mais em 2015, ressaltando porem que que isto dependerá também de uma melhora no crescimento econômico do país.

 

Um dia após Elizabeth Farina, presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar, responsabilizar a política econômica do governo Dilma pela crise da indústria do etanol, Graça Foster, presidente da Petrobrás, afirmou que falta ao setor sucroalcooleiro um pouco mais de investimento para que possa resistir mais a essas variações do mercado internacional.

 

Com o governo Dilma tentando recuperar a confiança dos banqueiros, ontem o BNDES anunciou um programa de R$ 3bi para apoio ao mercado de capitais brasileiro, sendo R$ 2bi para alocação em fundos de private equity e venture capital e R$ 1bi para ofertas públicas de ações de pequenas e médias empresas.

 

Superando as expectativas do ‘’mercado’’, em FEV/14, mesmo com o aumento dos juros e da inflação, as vendas no varejo brasileiro cresceram 8,5% na comparação com FEV/13, com destaques positivos para as vendas de artigos de uso pessoal e doméstico, que avançaram 17,2% na mesma base de comparação.

 

Desprezando os rumores de bolha no setor, ontem a gestora de fundos VBI Real Estate anunciou que vai investir R$ 120mi para construir um shopping center com 22 mil metros quadrados e capacidade para 200 lojas em Santa Maria, cidade do Rio Grande do Sul que fica a cerca de 290 km de Porto Alegre.

 

Impulsionada pelo bom  desempenho dos produtores de soja, algodão, carne bovina e suína, segundo o ministério da Agricultura a produção agropecuária brasileira deve gerar receitas de R$ 445,7biem 2014, o que representará um avanço de apenas 1,8% em relação ao ano passado.

 

-    O Banco do Brasil caiu -1,3%, o Santander recuou -1,7% e o Itaú perdeu -2,4%, após a agência de classificação de risco Standard & Poor's rebaixar suas ‘’notas’’ para estas instituições, porem é bom ressaltar que, como sempre, as perspectivas para este setor são positivas, já que o governo está restringindo o volume de crédito concedido pelos bancos públicos, o que beneficia as instituições privadas.


Política:

 

Em vez de desanuviar o ambiente político, como pretendia o Palácio do Planalto, o depoimento de Graça Foster, presidente da Petrobras, ao Senado serviu para reforçar a necessidade da CPI pedida pela oposição já que ela confirmou que a compra a refinaria nos EUA foi um mau negócio e que também foi autorizado pelo conselho da empresa sem que seus membros tivessem os dados completos para analisar.

 

Se preparando para passar o chapéu de doações para a campanha de Dilma à reeleição, ontem Mantega, ministro da Fazenda, se reuniu em SP com representantes do setor automotivo, que já recebeu muita ajuda do atual governo, oficialmente para discutir opções para destravar as exportações brasileiras de veículos.

 

Como sua imagem de “gerentona” está prejudicada por problemas que vão de irregularidades na Petrobras aos atrasos em investimentos públicos federais, os marqueteiros de Dilma decidiram que a presidenta deva agora investir no seu lado “mãezona”, posando para fotos com crianças e impondo um tom mais emotivo aos seus discursos.

 

Apesar de dizer que vai fazer política de uma maneira diferente, o candidato de oposição Eduardo Campos, do PSB, anunciou que se eleito vai propor a ampliação, em cerca de 10 milhões, do número de pessoas beneficiárias do Bolsa Família, que hoje já tem 13,8 milhões e um custo anual de R$ 437,2mi.

 

‘’Dando um passo para trás para o Brasil dar dois para frente’’, Marina aceitou ser vice de Eduardo Campos, mas não se considera em plano inferior politicamente, pois ressaltou que caminhará “lado a lado” com ele, o que certamente é uma solução para que os eleitores “marinistas” não se sintam desprestigiados e possam trabalhar para a transferência de votos da líder do REDE para a chapa que o ex-governador de Pernambuco encabeça.


Crítica:

 

Chantageando o governo do Estado e usando como ‘’arma’’ a aproximação da copa do mundo de futebol, ontem, em uma assembleia realizada no final da tarde, a Polícia Militar de Salvador aprovou a realização de greve por não aprovar a proposta de aumento de salário feita pelo governo da Bahia.

 

Com a violência aumentando, os preços nas alturas e a credibilidade do país diminuindo, segundo dados da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República foram vendidos apenas 12% das passagens aéreas ofertadas nas 12 cidades-sede da Copa, para voos no período dos jogos de 6 de junho a 20 de julho.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário