R.B. 10/MAR/14 ‘’O jogo é muito pesado e sujo’’


R.B.

"O jogo é muito pesado e sujo"

 

São Paulo, 10 de março de 2014 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, prejudicada pela divulgação de dados negativos do comercio exterior da China, que é o principal parceiro comercial do Brasil, porem é importante ressaltar que o patamar é interessante para compras visando investimentos de médio e longo prazos e (2) o DÓLAR pode subir, possivelmente zerando a baixa ainda acumulada no ano (-0,3%), influenciado pelo ainda gradativo aumento da aversão aos mercados emergentes.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –1,8%, para fechar no menor nível desde 3/FEV/14 (aos 46.147pts), pressionada pela intensificação das tensões na Ucrânia e com destaques de queda para as ações das empresas que dependem da economia chinesa, como Vale (-3,6%) e CSN (-5,1%) e (2) o DÓLAR subiu 1,3%, para fechar à R$ 2,35, acompanhando o movimento internacional da moeda norte-americana e mesmo com os leilões de venda do BC.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas mundiais, (1) da ÁSIA, Japão 0,9%, diante das especulações de que o BC local pode anunciar medidas adicionais de estímulo econômico e China –0,2%, diante da preocupação dos investidores com a possibilidade de novos calotes no mercado de bônus corporativo, (2) da EUROPA, Inglaterra -1,4%, França -1,2% e Alemanha -2,0%, com destaques de queda para as mineradoras, prejudicas por notícias negativas da China e pela forte queda nos preços de metais e (3) dos EUA, S&P 0,1%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,1%, com o S&P batendo mais um recorde histórico, mesmo após a divulgação de dados positivos do relatório de emprego do país, que em tese aumentaram preocupações sobre a manutenção ou até aceleração do ritmo de retirada de estímulos pelo FED (''BC'' norte-americano).

 

Mostrando mais uma vez sua enorme falta de ''sensibilidade politica'', a presidenta Dilma escalou Mantega, seu desprestigiado e principalmente desacreditado ministro da Fazenda, para se reunir esta semana com os maiores empresários do Brasil e discutir a relação entre eles e o governo.

 

Segundo o Banco de Compensações Internacionais (BIS), é acertado o receituário composto pelo aumento do juro e a intervenção no mercado cambial usado por países como Brasil, Índia e Rússia, porem esta a ação pode ter efeitos colaterais indesejados, como desaceleração da atividade e custos de dívida maiores para devedores já sobrecarregados.

 

Para Stephen Scherr, principal executivo do banco Goldman Sachs na América Latina, este será um ano favorável aos bancos estrangeiros que operam no país porque os investidores brasileiros, ''temendo'' a reeleição de Dilma nas eleições presidenciais deste ano, estarão mais propensos a alocar recursos fora do Brasil.

 

Afetando diretamente o comercio exterior brasileiro, hoje pela manhã a China, principal parceiro econômico do País, anunciou que em FEV/14 suas exportações caíram -18,1% ante FEV/13, o que contrariou uma previsão de expansão de 5%, já as importações do país cresceram 10,1% na mesma base de comparação, o que superou as expectativas do ''mercado'' (7,1%).

 

Diante de uma combinação entre chuvas escassas, nível baixo de reservatórios, preços elevados e decisões polêmicas do governo Dilma, em pouco mais de um ano o setor saiu de um quadro de estabilidade para desequilíbrio, já que entre indenizações pela renovação das concessões e prejuízos com a falta de chuvas a conta do setor já soma R$ -32,4bi e, se for considerada a perda de valor das companhias na Bolsa de Valores, esta conta já supera os R$ –60bi.

 

Confirmando a crescente falta de atratividade dos investimentos no Brasil, (1) das 10 empresas (entre as 500 maiores do mundo) que mais perderam valor de mercado nos últimos 12 meses, 4 são brasileiras, com destaque negativo para a Petrobras, que perdeu -34% do seu valor em Bolsa no referido período e (2) a Bovespa recuou, em dólar, -34% nos últimos 12 meses, o que representa o segundo pior resultado entre as principais bolsas do mundo, superando apenas a bolsa da Turquia, que recuou -37% no mesmo período.

 

-    A Petrobrás caiu –0,8%, porem após o fechamento do pregão a empresa anunciou que encontrou óleo "de boa qualidade" em dois novos poços perfurados na Bacia de Santos.


Política:

 

Indicando cada dia mais que o PMDB pode sair da base aliada de Dilma, segundo o peemedebista Michel Temer, que é o atual vice-presidente da República, só a convenção do partido vai decidir se o PMDB mantém ou não a aliança com o PT da presidenta Dilma.

 

Fazendo propaganda eleitoral gratuita, Dilma aproveito-se do Dia Internacional da Mulher para dizer em cadeia nacional de rádio e TV que a mulher é a nova força que move o Brasil, mas que muitas barreiras ainda precisam ser rompidas para diminuir as desigualdades entre os gêneros e garantir mais direito e mais autonomia às brasileiras de todas as classes sociais.

 

De uma forma mais ''simpática e latina'', Lula, quando comanda reuniões, usa vários minutos preliminares conversando sobre amenidades e contando piadas, em seguida abre a palavra para cada um, anota, pergunta e, ao final da rodada, faz seus comentários, já com Dilma, reforçando a percepção de sua ''falta de habilidade politica'', após cumprimentar os presentes com um aperto de mão fala por cerca de 50 minutos e só depois se dispõe a ouvir seus interlocutores.

 

Em resposta à articulação do PSDB para evitar que o mensalão tucano respingue em Aécio Neves, o PT intensificou a mobilização para sublinhar o suposto vínculo de investigados e episódios do caso com o referido candidato à presidência.

 

Após ''garantir'' mais uma vez que não será candidato à Presidência, Joaquim Barbosa, ministro do Supremo Tribunal Federal, ressaltou que não tem planos de entrar para a carreira política, já que segundo ele ''o jogo é muito pesado e sujo''.


Crítica:

 

Enquanto a tensão entre a Rússia e os EUA aumentava por conta da Ucrânia, dando um passo em direção da paz, o Japão propôs, durante uma reunião secreta ocorrida na China no começo da semana passa, retomar as negociações formais com a Coreia do Norte.

 

Como fruto da enorme falta de mão-de-obra qualificada, as empresas do setor de construção e infraestrutura buscam cada dia mais, além de resgatados em fiscalizações de combate ao trabalho escravo, trabalhadores estrangeiros que vivem em áreas consideradas de risco, como as de fronteira, e a de presidiários para driblar a falta de profissionais.

 

-    Estimulados pelo governo a se endividarem, os brasileiros endividados precisam gastar 14,4% dos seus rendimentos anuais apenas para o pagamento dos juros das dívidas que contraem.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com 

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário